Home / Natureza / Goiaba Tailandesa: Origem, Características e Fotos

Goiaba Tailandesa: Origem, Características e Fotos

A goiaba tailandesa é um fruto única da espécie Psidium guajava, e isso se dá pelo fato dela ser um tipo de goiaba menos convencional do que as demais.

Essas características diferentes da goiaba tailandesa estão nítidas, primeiramente, em seu tamanho avantajado, superando quase todas as variedades de goiabas existentes.

Outro aspecto interessante da goiaba tailandesa é o fato dela ser enorme e conter poucas sementes, e tais sementes são menos duras do que as goiabas convencionais.

Não obstante, a goiaba tailandesa é marcada pelo seu gosto ímpar devido ao fato de ser da variedade de goiaba branca, quando a maioria das goiabas são vermelhas.

O goiaba tailandesa não tem origem (diferente do que se pensa, logicamente) na Tailândia, mas é amplamente comercializada na Índia, sendo uma das principais frutas que movimentam a economia do País. Elas vem exclusivamente da Europa.

A goiaba tailandesa é um fruto extremamente cultuado no Oriente e também é a goiaba mais consumida e comercializada em todo o Oriente, até mesmo mais do que a chamada goiaba da Índia, que é bem menor e tem um sabor menos marcante.

A goiaba tailandesa também é conhecida como goiaba gigante, e no Brasil ela não é comum e não é comercializada no mercado, porém, muitos cultivadores podem criar esse tipo de goiaba que se adequa muito bem ao clima subtropical do Brasil.

As goiabas são frutos que não resistem às geadas, por isso não são comuns em locais gelados, como a América do Norte e Europa e grande parte norte da Eurásia.

Quer conhecer mais sobre as goiabas? Não deixe de conferir os artigos:

Conheça a Origem da Goiaba Tailandesa (Com Fotos)

Como foi dito anteriormente, apesar de possuir o nome de goiaba tailandesa, essa goiaba não é da Tailândia, apesar de ser muito comum no País, assim como nos arredores, principalmente na China e na Índia.

O nome original da goiaba tailandesa era Farang, que também significa “estrangeiro” em tailandês. Essa foi a razão pela qual a mesma começou a ser chamada de goiaba tailandesa, pois os tailandeses não gostaram de trocadilhos de duplo sentido sobre comer uma “farang” (estrangeiro).

A goiaba tailandesa apareceu na Ásia devido às expansões europeias promovidas pelos portugueses, os mesmos que levavam pimentas e outras especiarias culinárias para todos os cantos do mundo.

Características Alimentares Da Goiaba Tailandesa

A goiaba tailandesa é bastante cultuado devido ao seu sabor e sua saciedade, já que uma pode pesar até mesmo mais do que uma maçã.

Além do sabor, a goiaba tailandesa também contém nutrientes extremamente importantes para o corpo, promovendo ações positivas ao corpo, principalmente como fonte de vitamina C, que já constatou ser mais evidente do que em laranjas, por exemplo.

É muito comum que pessoas com origens mais indígenas usem as folhas da goiaba tailandesa para atuar contra enfermidades, assim como dores abdominais, cólicas e desconfortos estomacais.

O uso da folha da goiaba tailandesa também serve para ser mastigada, e muitas pessoas relatam que, assim como a goiaba em si, o sabor da folha é suave e não tão forte quanto as folhas de goiabas mais verdes.

A goiaba tailandesa possui uma casca lisa, fina e suculenta, e não e comum encontrar variedades que fiquem muito “verdolengas” (como dizem no vernáculo coloquial).

Outras goiabas possuem tanto as folhas quanto a casca de um verde intenso, o que as torna impróprias para consumo se não estiverem muito maduras, o que difere a goiaba tailandesa das demais.

Goiaba Tailandesa: Cultivo

As goiabas são uns dos frutos mais comuns de serem encontrados, e seu pés podem crescer em praticamente qualquer local.

Não é diferente com a goiaba tailandesa, pois a mesma pode nascer em qualquer ambiente que propicie sol constante e uma irrigação regular.

Os primeiros frutos da goiaba tailandesa nascem depois de dois anos, o que é uma margem regular para quase todos os tipos de goiaba existentes.

Além disso, a goiaba tailandesa, se criada no ambiente correto e propício, pode dar frutos ao longo de um ano inteiro, significando que a mesma pode render bastante lucro.

Apesar de ter um fácil cultivo, os preços da goiaba tailandesa não são os melhores do mercado e uma porcentagem pequena de agricultores investem no mercado nacional, e isso explica o porquê de apenas algumas regiões possuírem a goiaba tailandesa no Brasil.

Caso a sua ideia seja a de plantar e cultivar a goiaba, basta conseguir um exemplar ou sementes na internet e cultivá-la em um solo rico, seco e debaixo de sol constante.

Informações Interessantes Sobre a Goiaba Tailandesa

Para evitar que as goiabas sejam devoradas por animais ou atacadas por pestes, o ideal é cobrir cada goiaba com papel ou plástico quando ela estiver quase no ponto de colheita, dessa forma ela resistirá integralmente até o final de sua maturação.

Os principais animais que consomem a goiaba tailandesa são os pássaros e morcegos, e os mesmos podem consumir dezenas de exemplares de goiabas em uma única noite, e por isso a preservação do fruto envolto em uma camada protetora se torna praticamente obrigatório.

Um pé de goiaba tailandesa não resiste a climas frios, pois as baixas temperaturas “queimam” as folhagens, assim como o caule, as sementes e os frutos, por isso é inviável que pés de goiaba tailandesa cresçam em regiões como a América do Norte e Norte da Eurásia.

É comum que Países que não produzam a goiaba tailandesa, como grande parte da Europa, por exemplo, exportem as goiabas da Índia, China e Brasil, tornando viável aos produtores o cultivo para exportação.

A goiaba tailandesa não resiste em solos úmidos, porém, são resistentes o suficiente para crescerem plenamente até mesmo em solos sombreados.

Veja também

Camelo Australiano: Características, Nome Cientifico, Extinção e fotos

Você sabia que a Austrália possui um grupo de imigrantes que estão no país desde …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *