Home / Plantas / Poda de Produção, Goiaba, Época Certa e Melhor Mês

Poda de Produção, Goiaba, Época Certa e Melhor Mês

A época certa e o melhor mês para a poda de produção da goiaba é o mês de novembro, quando algumas partes da planta, entre as quais, galhos e ramos, devem ser retiradas, a fim que que só reste mesmo entre 50 e 70% da goiabeira.

Isso é necessário para que, durante o verão, ela possa desenvolver os seus belos frutos, carnosos e suculentos, fonte quase imbatível de vitamina C; uma verdadeira refeição (dada a sua quantidade de nutrientes); e como se não bastasse, capaz de produzir sucos, sorvetes, geleias, doces, entre outras iguarias, como poucas frutas tropicais brasileiras.

Apesar de ter o verão como a época primordial para a sua frutificação, uma boa poda de produção é capaz de fazer com que a goiaba frutifique durante praticamente os 12 meses do ano; e ainda com as mesmas características físicas e biológicas que a tornaram uma verdadeira “celebridade” entre as espécies frutíferas do país.

O problema é que muitos produtores (ou cultivadores domésticos da espécie) ainda veem a poda como uma agressão à planta! Eles simplesmente acham inconcebível ter que podá-la até mesmo quando já começa a dar os seus pequenos frutos. Mas é assim que deve ser, de acordo com a maioria dos especialistas em agronomia!

Uma boa poda feita especialmente dos ramos da goiabeira, em regiões afastadas, de forma a não concentrar a poda em um só trecho, é capaz de produzir verdadeiros milagres!

Feita no mês de novembro, o resultado será uma colheita de espécies fortes e saudáveis, entre os meses de janeiro e março. E 1 mês após essa colheita, nova poda! Retirando ramos, galhos e pequenos frutos (especialmente o que parecem frágeis e sem vida).

Feito issso, no mais tardar em abril ou maio, já será possível observar nova frutificação, que seguirá até o mês de outubro (1 mês antes da poda de novembro); e assim sucessivamente, em uma técnica aparentemente simples, mas que é da sua observância que depende a produção de goiaba fora da sua época tradicional.

As Características Da Poda De Produção Da Goiaba Realizada No Melhor Mês E Na Época Certa

A poda é a principal ferramenta do produtor para a garantia da produção de frutos fortes, vigorosos e saudáveis, até mesmo fora da sua época de frutificação.

Ela tem como finalidade retirar galhos, ramos e pequenos frutos imprestáveis que não se desenvolverão, mas continuarão ali, competindo pela água e pelos nutrientes, como parte que são da planta.

E é justamente isso que impede que uma espécie como a goiabeira frutifique o ano todo! E é por isso, também, que as podas de produção da goiaba, realizadas na época certa e no melhor mês (duas vezes ao ano, em março e novembro), são capazes de, como já dissemos, produzir verdadeiros milagres durante o ano.

A poda da goiabeira elimina galhos imprestáveis, ramos adoecidos, permite uma maior oxigenação (arejamento da planta), permite que o sol penetre com maior vigor em toda a sua estrutura, facilita o manejo (controle de pragas, regas e adubações em uma estrutura menor).

Além, obviamente, de garantir a colheita de frutas saudáveis mesmo fora da sua época tradicional de frutificação – o que, convenhamos, em uma época de acirrada competição por espaço em praticamente todos os segmentos, ter a garantia de que irá no mínimo duplicar a colheita ao final do ano faz toda a diferença entre o sucesso e o fracasso desse tipo de empreitada.

Mas, Por Que Essa Poda De Produção Da Goiaba, Feita Na Época Certa E No Melhor Mês, Produz Tais Resultados?

A razão pela qual a poda de uma espécie vegetal, como a goiabeira, consegue produzir resultados tão surpreendentes, deve-se ao fato de que essa prática acaba interferindo na própria fisiologia da planta, e não somente nos seus aspectos físicos e estruturais (partes visíveis).

É incrível descobrir, por exemplo, que, durante o crescimento de uma goiabeira, a maior parte dos nutrientes estão sendo utilizados para o desenvolvimento de ramos novos (o tecido vegetativo da planta), e é justamente por isso que quase não sobram nutrientes para a produção de frutos.

É interessante notar, também, que, durante a realização da fotossíntese, os seus produtos (os fotossintatos) devem ser acumulados para a produção dos frutos, o que não ocorrerá se a planta estiver realizando esforços para a produção de ramos, folhas e demais partes aéreas da espécie.

Essas são apenas algumas das razões pelas quais a poda de produção da goiaba, quando feita no melhor mês e na época certa, resulta em uma produtividade maior – ao longo do ano – , e sem que se perca a qualidade do produto e a garantia de que ele desenvolverá as suas principais características.

Os Tipos De Poda

1.Poda De Frutificação

Poda De Frutificação de Goiaba
Poda De Frutificação de Goiaba

Uma das principais características da goiabeira é a de desenvolver as suas flores a partir do desenvolvimento de gemas paralelas originadas da suas folhas. Mas importa saber, também, que a goiabeira cresce por meio de ramagens, com crescimento lento e moderado.

Logo, descobre-se que os ramos que produzem as inflorescências – com consequente produção de frutos fortes e saudáveis – são os ramos mais delicados, menos vigorosos; e é justamente a poda de frutificação (paralela à de formação), que será capaz de garantir o desenvolvimento de ramos com essas características.

2.Podas De Formação

Poda De Formação de Goiaba
Poda De Formação de Goiaba

Agora que já sabemos que a época certa e os melhores meses do ano para a poda de produção da goiaba são os meses de novembro e março, é necessário, também, entender como funciona o procedimento da poda de formação.

Ela consiste, basicamente, em construir uma estrutura inicial, geralmente no mês de novembro, capaz de estimular a frutificação entre os meses de janeiro e março.

Essa poda de formação resulta em uma planta com copa larga, estrutura baixa e discreta, além de uma ramagem modesta – condições que facilitam o manejo, inclusive em seus aspectos fitossanitários.

3.Poda Contínua

Poda Contínua de Goiabeira
Poda Contínua de Goiabeira

Para que uma goiabeira desenvolva-se com aqueles seus belos caracteres tão apreciados, é preciso que ela seja continuamente podada.

E essa poda contínua trata-se de uma manutenção feita entre os meses de março e setembro, com o objetivo de tornar a ramagem (que produzirá os frutos) mais curta e com melhores condições de permitir uma segunda safra a partir do mês de abril.

4.Poda Total

Poda Total de Goiabeira
Poda Total de Goiabeira

Por fim, essa, que é a poda mais radical de todas! É uma poda total! Realizada de modo a tornar menores todos os ramos da planta.

Ela costuma ser feita 1 mês após a primeira colheita (a de janeiro), e deverá deixar não mais do que 10 ou 14 ramos – o suficiente para que a planta possa respirar e ser banhada pelo sol em toda a sua estrutura.

Caso queira, deixe as suas impressões sobre esse artigo por meio de um comentário. É a partir dele que conseguimos aprimorar, ainda mais, os nossos conteúdos.

Veja também

Como Cuidar de Cactos Ornamentais, Regar e Fazer Mudas?

O crescente entusiasmo atualmente observado pelo cultivo de plantas ornamentais despertou interesse em plantas exóticas, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *