Home / Plantas / Pé de Goiaba Tailandesa em Vaso: Como Plantar as Mudas?

Pé de Goiaba Tailandesa em Vaso: Como Plantar as Mudas?

Pra quem gosta de plantar árvores frutíferas, uma boa opção são as goiabeiras, já que precisam de poucos cuidados. Uma das melhores espécies para serem cultivadas é a goiabeira tailandesa, especialmente, se você quiser ter uma planta frutífera desse tipo em vasos.

Vamos descobrir como fazer esse cultivo da maneira correta, e ter um pé de goiaba tailandesa bem bonito?

Características Básicas

A goiaba tailandesa, cujo nome científico é Psidium guajava, é uma fruta que pesa, em média, de 600 a 1200 g, porém, podem chegar a incríveis 2 kg. Tudo vai depender do sistema usado para o manejo, do raleio e das podas de produção. Esta espécie, inclusive, vem sendo uma das mais cobiçadas entre os produtores brasileiros, com a goiaba tailandesa podendo ser usada tanto para consumo direto, quanto para a industrialização.

Pelo fato dessa fruta ter uma excelente qualidade e por ter um tempo relativamente bom de conserva, mesmo pequena, ela vem sendo bastante comercializada como frutas fresca de mesa. Não é à toa que o pé dessa goiaba é muito produtivo. A vantagem é que ela, além de ser maior, tem menos sementes, e possui um sabor mais acentuado.

Essa fruta apresenta uma cor avermelhada suave em seu interior, além de ter um sabor bem doce e agradável, apesar de não ser muito aromática.

Como Plantar Esse Pé de Goiaba em Vasos?

As goiabeiras em geral são ótimas para serem plantadas em qualquer lugar, seja em vasos, seja num canto reservado de um quintal. Um ponto positivo é que, além dos deliciosos frutos que essa planta dá, ela também consegue se integrar à perfeição ao paisagismo do lugar. Sem contar que são algumas das plantas frutíferas preferidas dos pássaros.

O primeiro aspecto que precisa ser levado em consideração é o clima. Essa planta se dá muito bem em ambientes que sejam quentes, e onde não se tenham geadas ou chuvas constantes que deixem a terra encharcada o tempo todo.

É mais aconselhável usar mudas por meio de estacas ou enxertos. Isso porque, caso você escolha plantar a sua goiabeira tailandesa através de sementes, a colheita da fruta levará bem mais tempo, já que o cultivar poderá permanecer por muito tempo apenas vegetando. E, isso sem contar a possibilidade de nascerem frutos sem a qualidade desejada. Portanto, entre sementes e mudas, prefira estas últimas.

O primeiro passo é pegar essa muda e colocá-la em um vaso grande, que pode ser de qualquer material. Faça, então, uma cova na terra de mais ou menos uns 40 cm, onde esse material terá que ser uma mistura de 40% de adubo orgânico, mais 60% de terra. É importante que esse material seja bem drenável, ao mesmo tempo em que o vaso seja realmente grande, para que as raízes se desenvolvam bem.

Depois disso, vá molhando a muda periodicamente, mas, sem deixar que a terra fique encharcada. O plantio pode ser feito até mesmo nas épocas mais secas do ano, contudo, neste caso, o ideal é que as regas sejam diárias. Para manter a umidade do ambiente, uma dica é colocar uma camada de palha sobre o vaso, o que vai ajudar que, me cerca de 3 meses, a muda esteja grande, forte e adaptada.

Podas e Cuidados com Doenças

Para manter o pé de goiaba tailandesa saudável no vaso, é necessário que ocorram podas constantes. Depois da primeira poda (o que deve acontecer em torno de uns 7 meses, mais ou menos), esse procedimento deverá ser repetido a cada 90 dias. Para facilitar em ter uma planta saudável, você pode jogar calcário e esterco uma vez ao ano na terra da planta. Além disso, é ideal que essa mesma terra seja de boa qualidade, sendo rica em materiais orgânicos. A frutificação se dá entre 10 e 14 meses, se você se seguir todas essas orientações.

Caso a planta seja atacada pelo popular bicho da goiaba, a dica é embalar as frutas atacadas em pequenos sacos, e enterrá-las. Você também pode pegar os frutos que estejam saudáveis para colocá-los à parte, e esperar que amadureçam em local seco e fresco. Porém, quanto a essas questão, geralmente, você não terá muito trabalho, visto que a planta da goiaba tailandesa é bastante resistente,

Caso você queira que a sua goiabeira tailandesa fique realmente enorme, o ideal é deixar um ou dois frutos por galho, até por conta do tamanho que podem ficar essas goiabas. Assim, a planta terá espaço para crescer além da conta.

E, detalhe: a sua frutificação ocorre desde o verão até o outono, porém, plantando quatro ou mais mudas dessa goiaba, e fazendo as podas de maneira periódica, você terá frutos durante o ano todo, independente da estação.

Quais os Benefícios da Goiaba Tailandesa Para a Nossa Saúde?

Uma unidade grande dessa goiaba possui cerca de 55% da fibra alimentar que precisamos por dia. Isso sem contar que ela possui vitaminas, minerais e antioxidantes, e sem ter muitas calorias, não prejudicando quem quer perder peso. Uma goiaba tailandesa grande tem 120 kcal apenas, o que corresponde a cerca de 6% de calorias que devemos ingerir por dia (isso, claro, seguindo um padrão de dieta de 2 mil calorias).

Cesta de Goiaba Tailandesa
Cesta de Goiaba Tailandesa

Outro benefício é que essa fruta pode ajudar a controlar os níveis de colesterol quanto ao açúcar presente no sangue. Pra quem tem diabetes e colesterol alto, é uma ótima pedida. Isso se deve ao fato dessa fruta possuir fibras solúveis, impedindo que esses dois níveis se elevem perigosamente. Ao mesmo tempo, é importante consumir muita água, já que o excesso de fibras pode causar prisão de ventre.

Além disso, a goiaba tailandesa possui potássio suficiente para ajudar a absorver mais os micronutrientes essenciais para o nosso corpo. As vitaminas B e C dessa fruta também ajudam bastante no fortalecimento do sistema imunológico. E, os antioxidantes ajudam a manter o organismo limpo, eliminando os tão perigosos radicais livres.

Por fim, podemos destacar que essa fruta ajuda a manter uma pele saudável, graças às vitaminas A e C, e a outras substâncias antioxidantes que auxiliam na prevenção às rugas e às linhas de expressão. Em suma, uma pele mais jovem e saudável.

Veja também

Trigo de Verão: Características, Nome Científico e Fotos

O trigo de verão, são gramíneas popularmente conhecidas como coix, originárias da Índia e agora …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *