Home / Plantas / Goiaba da Índia: Características, Nome Científico e Fotos

Goiaba da Índia: Características, Nome Científico e Fotos

A goiaba é uma fruta de polpa vermelha nativa da porção tropical da América. É uma grande fonte de vitaminas, principalmente vitamina C, cuja concentração encontrada na fruta é superior à concentração encontrada no limão, por exemplo.

Pode ser consumida in natura, na forma de doces ou suco e, embora possa ser encontrada em todo Brasil, o seu consumo ainda relativamente baixo, estimado em 300 gramas por pessoa/ao ano. No entanto, o doce da goiaba é um dos mais apreciados por aqui.

A produção de goiabas em escala industrial não é antiga no Brasil, remetendo à década de 70, período no qual esta fruta passou a ser cultivada em pomares, com a finalidade de exportação, assim como suprimento da indústria interna de sucos e doces.

Um fato interessante sobre a goiabeira, é que esta é uma árvore perene, e é capaz de produzir frutos em escala comercial por até 15 anos.

Dentro do contexto das variedades geneticamente modificadas da fruta, há a goiaba da Ìndia, lançada em nosso território nacional em Julho de 2011. Acredita-se que esta variedade tenha sido introduzida por colecionadores da fruta, e possui como vantagem uma melhor resistência às pragas. Comprovadamente, esta variedade tem sido menos atacadas por moscas da fruta.

Neste artigo, você conhecerá um pouco mais sobre a goiaba, especialmente sobre a variedade goiaba da Índia.

Então venha conosco e boa leitura.

Goiaba Benefícios Nutricionais

Além da concentração considerável de vitamina C, a goiaba também possui as vitaminas B e A. Entre os minerais, é possível encontrar o Cálcio, o Fósforo e o Ferro.

A presença de fibras solúveis é capaz de interferir no mecanismo de absorção das gorduras, uma vez que essas fibras ligam-se aos ácidos biliares, característica que pode contribuir para a redução nos níveis de pressão arterial, triglicerídeos e colesterol.

As variedades de goiaba com polpa vermelha contém elevada concentração de Licopeno, substância carotenoide também encontrada em frutos como o tomate e a melancia que ajuda a reparar os danos celulares causados pelos radicais livres.

Além dos frutos, as folhas e botões florais também possuem as suas propriedades, sendo empregados na medicina caseira do Brasil. A infusão destas estruturas é comumente empregada para alívio de quadros de desarranjos intestinais, especialmente em crianças. Chá de folha de goiabeira também auxilia no tratamento de queda de cabelos e estímulo ao crescimento, assim como alivia quadros de inflamação da boca e garganta (através da realização de gargarejos), úlceras (através da realização de ‘lavagens’) e leucorréia (através da realização dos famosos banhos de assento femininos).

A indústria cosmética vem aproveitando um polifenol chamado tanino, presente na casca da goiaba, para a formulação de cuidados com a pele oleosa e produtos antitranspirantes.

A semente da goiaba é imprescindível a nível terapêutico, uma vez que, apartir dela, é possível obter óleo de goiaba, elemento com propriedades antimicrobianas, adstringente, clamante, antioxidante e antitumoral. Este óleo é rico em licopeno, beta-caroteno, vitamina A e vitamina C, e minerais como o Selênio, Zinco, Cobre e Fósforo. Ele pode ser empregado para uso farmacêutico, cosmético e culinário.

Goiaba Classificação Taxonômica

A classificação científica para a goiaba obedece á seguinte ordem:

Reino: Plantae

Divisão: Magnoliophyta

Classe: Magnoliopsida

Ordem: Myrtales

Família: Myrtaceae

Gênero: Psidium

Espécie: Psidium guajava

Goiaba Considerações Sobre o Plantio

A propagação pode ser através de enxertias ou sementes, sendo o método de enxertia o mais comum. Em relação à propagação por sementes, acredita-se que a sua grande disseminação no continente americano tenha sido decorrente da grande atração que o aroma da fruta exerceu sobre os pássaros.

A goiabeira é altamente favorável a climas tropicais e subtropicais, não tolerando bem condições de geada. Pode ser plantada em praticamente todas as regiões do país. Não é exigente quanto às condições do solo, no entanto, terrenos férteis, profundos e drenáveis são muito mais favoráveis.

Atualmente, com o manejo adequado da fruta, é possível obter goiabas maiores e mais carnudas do que aquelas encontradas nos pomares caseiros da década de 70. Agricultores cujo pomar está em boas condições e as plantas em idade adulta, podem obter um quantitativo de produção equivalente a 100 quilos de frutas anualmente.

Produções anuais em larga escala são encontrados principalmente no sudeste do Brasil, com destaque para a região de Ribeirão Preto (SP); e na região nordeste, na qual prevalecem as superplantações irrigadas localizadas no Vale do Rio São Francisco, em Pernambuco e na Bahia.

O Brasil é considerado o país de maior produção mundial de goiaba vermelha, sendo que as variedades mais produzidas para a indústria incluem a goiaba palma e a goiaba rica.

Goiaba Variedades

As variedades podem estar agrupadas em muitas classificações. Uma dessas classificações categoriza as goiabas em frutas de polpa vermelha e frutas de polpa branca.

Uma das variedades de polpa vermelha é a conhecida Paluma, a qual possui formato levemente ovalado e é uma grande queridinha dos produtores brasileiros, especialmente no Nordeste.

Outra variedade com polpa vermelha é a goiaba Rica, cujos frutos são médios e ovalados, e a casca é levemente rugosa e com coloração verde amarelada.

Variedades como a Kumagai, Cortibel e Tailandesa possuem grande incidência entre os pomares da região sudeste.

Também há variedades de polpa rosada, tais como a Sassaoka e a Pedro Sato.

Em geral, variedades com polpa vermelha possuem grande procura pelo mercado interno, ao passo que variedades de polpa branca são muito requisitadas para o mercado externo.

Goiaba da Índia: Características, Nome Científico e Fotos

A goiaba da Índia, por ser uma variedade, possui o mesmo nome científico da goiaba tradicional, ou seja, Psidium guajava.

As características desta variedade são a casca com coloração vermelho intenso e brilhante, diferentemente da cor esverdeada encontrada em outras variedades/ espécies. A polpa possui poucas sementes e não apresenta uma coloração vermelha, mas esbranquiçada no tom branco-creme. Em relação ao sabor, ela é doce e com textura levemente crocante.

A goiaba da Índia inicia a sua frutificação 1 ano após o plantio da muda. Através da realização de podas regulares, é possível obter colheita de frutos durante o ano todo, visto que ela frutifica geralmente 7 meses após a poda. Para quem trabalha com pomares, ao plantar 4 goiabeiras e podar cada uma delas a cada 90 dias, é possível colher goiabas durante o ano todo.

*

Agora que você já conhece um pouco mais sobre a goiaba, especialmente sobre a variedade goiaba da Índia, continue conosco e visite também outros artigos do site.

Até as próximas leituras.

REFERÊNCIAS

QSaúde. Tipos e Variedades de Goiaba. Disponível em: < https://qcsaude.com/tipos-de-goiaba/>;

Portal São Francisco. Goiaba. Disponível em: < https://www.portalsaofrancisco.com.br/alimentos/goiaba>;

Viveiro Cipreste. Goiaba Maça do Norte da Índia. Disponível em: < http://ciprest.blogspot.com/2011/07/goiaba-maca-do-norte-da-india.html>.

Veja também

Clúsia Flor Vermelha: Curiosidades, Habitat, Podar e Fotos

A clúsia é uma planta muito usada nas composições paisagísticas. Pode ser conhecida também como …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *