Home / Natureza / Como Transplantar Orquídea Para Árvores

Como Transplantar Orquídea Para Árvores

As orquídeas são umas das flores mais utilizadas do mundo inteiro, e são escolhas número 1 na hora de embelezar um ambiente e deixa-lo com características naturais, pois as flores das orquídeas são ímpares de belas.

A maioria das orquídeas é plantada em vasos e poucas são plantadas no solo, e isso faz com que seja possível remover as orquídeas dos vasos e transplantá-las para as árvores, onde muitas se desenvolvem perfeitamente na natureza selvagem.

Aqui nós te daremos dicas do que fazer para fazer de forma correta esse transplante do vaso para as árvores.

Aproveite e conheça outros artigos nossos sobre as orquídeas:

Formas de Transplantar Orquídeas Para Árvores

Transplantar uma orquídea para uma árvore não é um processo difícil, e isso serve para qualquer espécie de orquídea que seja de raiz epífita.

Plantas epífitas são plantas que conseguem sobreviver anexadas em outras árvores, mas ao mesmo tempo elas não são parasitárias, o que significa que elas não irão consumir os nutrientes da árvore hospedeira.

As orquídeas simplesmente irão se desenvolver normalmente em uma árvore, e anexá-las às árvores e troncos é um processo que enriquece a beleza do ambiente, além de fazer com que a flor siga um processo mais natural.

Transplantar Orquídea Direto Na Árvore

Quando se diz em transplantar uma orquídea direto na árvore, nos referimos ao fato da orquídea entrar em contato direto com a mesma, sendo colocada em um ponto estratégico de fixação, com poucos elementos que irão sustenta-la, a não ser por um pouco de musgo para retenção de água, caso a orquídea seja pequena ou esteja sem folhas e pseudobulbos.

Para que esse processo seja realizado, será necessário ter alguns equipamentos em mãos:

  • Pedaço de corda ou fita (fitilho)
  • Musgo (Sphagnum ou Esponja Vegetal)

Dessa forma, será necessário encontrar um local viável para colocar a orquídea, onde ela terá apoio o suficiente para que o musgo não venha a cair.

Lembrando que parte do substrato estará preso nas raízes. É preciso eliminar o excesso de substrato e envolve-lo com musgo.

Em seguida será necessário remover a orquídea do vaso, envolve-la no musgo por completo e com a ajuda de alguém, passar a corda ou a fita ao redor do musgo para segurá-lo na árvore.

Percebendo que a orquídea está bem presa, sem estar apertada demais, basta regá-la e deixar a natureza agir por conta própria.

Transplantar Orquídea De Um Recipiente Na Árvore

Esse é o método mais utilizado, que é o de colocar a orquídea anexada na árvore em um recipiente com substrato.

Para que isso seja feito, o único item diferente do método anterior será o fato de haver a necessidade de um recipiente, que na maioria das vezes é uma casca de coco, pois potes não são ideais pelo fato de remover o aspecto natural da transplantação.

Dessa forma, a orquídea é transplantada dentro de um recipiente com o substrato, como se fosse um vaso normal, e esse recipiente será anexada à árvore, seja numa bifurcação, seja no tronco.

Comportamento da Orquídea Transplantada

A orquídea transplantada exigirá alguns cuidados no começo, como a rega, dependendo do clima em que estiver inserida.

Logo após ser replantada, a orquídea seguirá seus passos rumo ao desempenho e floração, e dessa forma, dentro de alguns meses, será possível perceber que as raízes da orquídea começarão a ficar muito grandes e elas irão se prender à árvore.

Não obstante, muitas outras ramificações da raiz e dos galhos, irão em busca de fontes de calor e de água, ou seja, ela pode crescer seguindo para uma única direção com o intuito de obterem mais nutrientes.

Depois de determinado tempo, é possível remover a fita ou a corda que prendeu a orquídea ou o vaso da orquídea, pois a mesma já estará muito bem firmada na árvore, sem o risco de cair.

Orquídea Transplantada
Orquídea Transplantada

Para que a orquídea tenha um crescimento mais rápido e dê flores mais rapidamente, é necessário que haja uma poda mensal dos pseudobulbos, galhos, folhas e filamentos da raiz, pois isso incentiva a planta a processar mais rapidamente seu desenvolvimento.

Uma orquídea transplantada tem muitas vantagens, pois além de conferir beleza ao ambiente, e deixa-lo muito mais natural, é comum que a planta se desenvolva melhor pelo fato de estar seguindo uma conexão maior com a natureza.

Dicas Importantes Para Transportar Orquídeas Para Árvores

Transplantar uma orquídea para uma árvore é um processo fácil, mas mesmo assim exige que as coisas sejam feitas com perfeição, pois caso contrário ela pode morrer facilmente.

A orquídea transplantada já deve estar no vaso há pelo menos alguns meses, onde ela já esteja grande o suficiente para captar melhor os nutrientes através da fotossíntese, principalmente se ela vier a ser removida de grande parte de seu substrato.

Se é a sua primeira vez fazendo a transplantação da orquídea para a árvore, é aconselhável que você deixe a orquídea dentro de uma casca de coco com pequenos furos para que a água escorra e para que as raízes possam passar.

Uma dica muito importante para garantir que a orquídea tenha um desempenho perfeito sem o risco de você perder o exemplar, é prender a orquídea em substrato de xaxim, e dessa forma deixa-la apenas com regas diárias.

É importante transplantar a orquídea para uma árvore saudável, pois caso a árvore seja velha, ela pode conter bactérias e fungos que estão auxiliando em sua lenta decomposição, e essas bactérias podem muito bem consumir a orquídea.

Veja também

Mangostão, Benefícios e Malefícios Da Fruta

A fruta Mangostão já mencionada nos posts deste site, é proveniente de uma planta exótica …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *