Home / Plantas / Como Lavar Carvão para Plantar Orquídeas

Como Lavar Carvão para Plantar Orquídeas

As orquídeas despertam grande admiração, em virtude da beleza incomparável de suas flores, da imensa variedade de formas e cores que apresenta, e pela encanto que proporciona aos ambientes, onde são expostas.

Em relação a elas podemos dizer, que em igual proporção ao encanto que apresentam, está o trabalho e o cuidado que demandam, em virtude de algumas de suas necessidades específicas.

Substrato

Substrato é todo ambiente onde as raízes da sua orquídea cresce: terra, adubo, fertilizantes e nutrientes necessários.

São fundamentais, a escolha e o manuseio correto dos substratos, que utiliza, antes de plantar sua orquídea.

O substrato deve proporcionar a umidade, a absorção de nutrientes, a aeração e a drenagem necessárias ao desenvolvimento das raízes:

Substrato
Substrato

Xaxim

Não é mais comercializado, em virtude da extração ilegal de uma espécie de samambaia nativa, que corria o risco de extinção.

Era um substrato perfeito, então caso consiga um pedaço de xaxim velho, estes pedacinhos ainda serão ótimos como substrato. Se encontrar um pedaço usado, deve-se deixar de molho em um pouco de água sanitária por algumas horas, depois enxaguar em água limpa, deixar escorrer  um pouco e utiliza-lo ainda molhado.

Xaxim
Xaxim

Esfagno

Material bem caro, pois é extraído de musgos importado. Proporciona grande retenção de água, o que diminui a quantidade de rega necessária e empresta grande quantidade de nutrientes à sua planta. Não demanda nenhum pré tratamento, é vendido pronto pra usar.

Esfagno
Esfagno

Côco Desfibrilado

Deve ser  peneirado para tirar todo o pó, daí se põe molho com um pouco de água sanitária por uma hora, enxague  com água pura e deixe escorrer, utilize ainda molhado.

É um excelente material e muito barato. Ajuda na fixação da planta, fornece alguns nutrientes, permite boa aeração. Mas absorve pouca água, aumentando a freqüência das regas necessárias.

Côco Desfibrilado
Côco Desfibrilado

Casca de Pinus

Usado como forração de canteiro, excelente para conservar a umidade, mesmo em locais com incidência de luz direta do sol. Separe por tamanho e coloque de molho na água sanitária, ou ferva, enxague e deixe escorrer.

Promove as mesmas vantagens da casca de coco, e também demanda regas frequentes.

Casca de pinus
Casca de Pinus

Como Lavar o Carvão para Orquídeas

Dito de maneira simples e direta, o carvão não demanda grandes preparativos para seu uso, desde que você o tenha comprado diretamente para esta finalidade, embora não exista restrição quanto a colocá-lo de molho por algumas horas em água limpa e desinfetante, e depois deixar escorrer.

Se o seu carvão foi obtido, fruto de queimadas de troncos secos na natureza, com certeza se torna então imprescindível, que seja lavado em água corrente, deixado de molho por algumas horas, depois escorrido, para retirar as impurezas.

Se você decidir utilizar o carvão que sobrou do seu churrasquinho do final de semana, legal, desde que ele não tenha ido pra churrasqueira, pois neste caso a gordura e o sal que ele absorveu das carnes poderão fazer mal à sua planta, entretanto alguns orquidófilos não só usam como recomendam, então neste caso basta deixar de molho para resfriar e utilizar ainda molhado.

A recomendação mais importante quanto ao uso do carvão é a necessidade de se utilizar pedaços bem pequenos, bem fragmentados como substratos. Troncos meio queimados, também podem ser utilizados na plantação de orquídeas epífitas, com excelentes resultados.

Carvão picado em pedacinhos ou moído deixará o substrato leve e aerado e ainda contém uma ótima porcentagem de potássio (15 %), nitrogênio (2 %) e fósforo (24 %), sendo estes macronutrientes muito importantes.

O carvão também é resistente à decomposição, aumentando muito a durabilidade do substrato e diminuindo a acidez, evitando odores ruins, removendo impurezas do solo e espantando insetos.

O carvão deve ser usado na proporção de 10 % em relação a outros substrato, no fundo dos vasos, agindo como uma camada de segurança que vai absorver a água das regas e evitar acúmulo nas raízes.

Então a ideia e que se misture materiais e se retire de cada um a sua melhor característica, dada a rusticidade das orquídeas, o mais importante são os cuidados com adubação e rega.

Como Utilizar:

Escolha a planta e reserve um lugar limpo para a manipulação, lave suas mãos;

Lave as raízes em água corrente;

Escolha o vaso de acordo com a espécie de orquídea que irá plantar, consulte o seu vendedor;

Vasos sem furos acumulam água e apodrecem as raízes e vasos com furinhos propiciam que minhocas, lesmas e caramujos, tenham acesso as raízes alimentando-se das mesmas, então é uma escolha difícil.

Coloque no fundo materiais de drenagem: pedra, cacos de telha ou cerâmica, ou argila sólida, acrescente os pedacinhos de carvão, lembre-se da proporção, casca de coco seca ou cascas de árvores, pedaços de 3 cm. no máximo, coloque a mudinha com a parte mais nova voltada para o centro do vaso, coloque adubo nos cantos do vaso, e pronto, é só esperar brotar.

Ao escolher a sua orquídea, pesquise muito sobre o seu habitat (luminosidade, substrato natural, época de floração, clima adequado e etc), pois são muitas as variedades e bem específicas suas necessidades,  pois orquídeas epífitas morrem se plantadas na terra (entupimento radicular) e orquídeas terrestres morrem se forem amarradas em troncos.

Carvão na Orquídea
Carvão na Orquídea

Sendo assim a escolha do substrato pode decidir se sua orquídea vai se desenvolver ou se vai murchar e morrer.

As epífitas o substrato ideal é aquele que seca mais rápido, poroso como cascas de pinus, carvão picado, fibra de coco, isopor, esfagno e etc..

O carvão não é adequado como substrato de orquídeas terrestres que demandam maior quantidade de umidade, então para estas espécies são recomendados: terra vegetal, turfa, areia, e compostos orgânicos, como humus de minhocas.

Para as orquídeas rupículas o carvão é indicado desde que misturado nas proporções indicadas com pedriscos. Nunca se deve utilizar o carvão como único substrato na plantação de orquídeas.

Sua orquídea precisa que você a inspecione todos os dias, com amor, carinho e muita atenção. Todo este cuidado é essencial para que você tenha uma planta saudável, linda e muito florida.

Veja também

Nectarina Colombiana: Caracteristicas, Muda e Fotos

Olá, durante o artigo de hoje você vai conhecer a Nectarina Colombiana e suas principais …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *