Home / Plantas / Pimenta Pitanga Amarela é Ardida? Qual sua Origem?

Pimenta Pitanga Amarela é Ardida? Qual sua Origem?

Descrever a pimenta pitanga amarela como “forma única”, pode ser um comentário discreto demais, em comparação com a pujança de sua aparência.

É uma fruta linda, de uma delicadeza adorável, muito parecida com a pitanga, ou com uma estrela do mar, tanto que é conhecida como “Brazilian starfish chilli” e funciona muito bem como pimenta ornamental, em decoração de pratos e sobremesas exóticas.

Frutos decorativos são belos, mas em geral são insípidos, cultivados para sacrificar o sabor em prol da beleza, entretanto a pimenta pitanga amarela, além de apresentar belos frutos em aparência, estes são também deliciosos, meio adocicados, meio frutados e com leve sabor de maça, proporcionando níveis de pujança confortáveis, a maioria das pessoas.

A Pimenta Pitanga Amarela é Ardida?

A ardência da pimenta, impar entre os vegetais, resulta da presença de um grupo de alcaloides específicos, os capsaicidios, que são produzidos para defender a planta contra fungos e bactérias, que se alimentam dela.

O nível de ardência do fruto, está diretamente ligado as taxas destes alcaloides, em cada espécie, e a semente é a parte da planta, que mais absorve esta substância.

Não há muito consenso em relação à sua classificação de calor Scoville, enquanto algumas fontes a colocam entre os pimentões leves, outros já a apontam, com níveis de ardência superiores a pimenta caiena, algo em torno de 50.000 SHU.

Gastrônomos tendem a discordar desta medição de níveis de ardência, pois dependem da subjetividade humana, uma vez que os níveis receptores de ardência, variam de pessoa para pessoa. Um indivíduo pode experimentar uma pimenta atômica com facilidade, como se fosse um pimentão, enquanto outros, com mais sensores de ardência,  podem até morrer ao experimentá-las.

Como funciona: O cérebro interpreta o ardor da fruta, como uma queimadura, e libera endorfina, para aliviar o desconforto, esta liberação causa bem estar e então o processo pode até virar um vício, as pimentas ardidas fazem suar e aceleram os batimentos cardíacos e as sutis, saboreiam e aromatizam pratos.

A fadiga sensorial (dessensibilização do palato em contato com a capsaicina), após provar algumas amostras em pouco tempo, torna difícil um diagnóstico confiável, e seus resultados variam muito.

Então vamos situá-la entre 30.000 e 50.000 SHU, mais picantes do que a pimenta jalapeño, e atingindo níveis máximos de calor, inferiores do que os da pimenta caiena e a aji amarillos, ficando no mesmo nível de pujança da pimenta serrano ou um pouquinho mais.

Características

O fruto tem uma aparência atarracada, com um ou dois centímetros de diâmetro, com estrias laterais e dois centímetros de comprimento.

Seu amadurecimento é semelhantes ao das outras espécies de pimentas, vão do verde ao laranja, daí ao vermelho após cerca de 90 dias de cultivo, quando plenamente maduro e com nível de ardência máxima.

A pimenteira produz uma árvore, com mais de 1,20 cm. de altura, grande quantidade de frutos (prolítica) e assume uma forma chorosa, muito decorativa, seja como paisagismo ou em um recipiente, com os chiles pendurados em trepadeiras, com flores brancas e corolas verdes.

Pimenta Pitanga Amarela
Pimenta Pitanga Amarela

A Pimenta pitanga amarela deve ser plantada sob sol pleno ou meia-sombra, em solo fertilizado, boa profundidade, leve, enriquecido com matéria orgânica e bem irrigado. A planta aprecia adubações semanais, durante as fases de crescimento e inflorescência e adubações quinzenais, durante a frutificação, produzindo desta forma ainda mais pimentas.

Os amantes de pimentas adoram comê-la crua em saladas ou salsas, como se fosse uma pimenta jalapenho ou serrano, vai bem também como pimenta em conserva, e pratos com peixes e frutos do mar.

Incluir a pimenta na dieta alimentar ajuda a acrescentar sabor ao alimento e mais saúde para o corpo, pois a pimenta é excelente antioxidante e contém diversos nutrientes, como potássio, ferro e magnésio, além de vitaminas A, B e C.

Pimenta Pitanga Amarela – Qual sua Origem?

O termo “pimenta”, vem do latim “pigmentum” e significa pintar, denota substância corante, depois passou a aromática e daí a identificar a pimenta-do-reino (Piper nigrum), mas é uma expressão genérica, para a grande variedade catalogada, tanto para as plantas, como para  os frutos e os derivados.

A domesticação de plantas, devido ao seu papel na evolução cultural humana, tornam-se objetos de muitas investigações, tema de muitos debates, artigos científicos, fonte de mitos e verdades e estímulo para muitas teorias da sabedoria popular..

India, China e México em períodos históricos tão distintos, quanto a localização destes países, já foram apontados como iniciadores do cultivo da pimenta, segundo diversos autores.

Pimenta Pitanga Amarela Na Tigela
Pimenta Pitanga Amarela Na Tigela

As Capsicum baccatum, do qual a pimenta pitanga amarela faz parte, já eram conhecidas dos povos nativos da América do Sul, e usadas como tempero, provavelmente mais especificamente no Peru e na Bolívia.

Esses povos conheciam a contribuição das pimentas, para realçar o sabor dos alimentos, tornar a ingestão de carnes e cereais mais atraentes, disfarçar o gosto de alimentos em decomposição e selecionaram variedades para uso específico.

As pimentas também eram usadas, para proteger os alimentos da contaminação por bactérias e fungos, evitando que os nativos se tornassem presa de doenças  e enfermidades que comprometessem a sua capacidade produtiva.

O gênero capsicum, mesma família da batata, foi sendo domesticado e suas características foram se modificando pelo processo seletivo humano.

O nome da planta varia muito, dependendo do lugar onde é cultivada, e dependendo da região e das condições de clima e temperatura, suas variedades apresentam várias alterações:

Capsicum Chinense (pimenta de bode)

Frutos esféricos ou achatados, vermelhos e amarelos de pungência elevada, seus frutos maduros são muito utilizados em conservas;

Capsicum Baccatum var. Pendulum (pimenta cambuci)

Da mesma espécie da pimenta pitanga amarela e de variedade diferente, apresenta frutos em forma de sino, com sabor levemente adocicado, pode ser utilizada em saladas;

Capsicum Anuum (pimenta jalapeño)

Capsicum Anuum
Capsicum Anuum

Originária do América Central, com frutos grandes, sabor marcante e pungência média;

Capsicum Frutescens (pimenta malagueta)

Capsicum Frutescens
Capsicum Frutescens

Com pungência de média para alta, é a mais utilizada para “turbinar” o acarajé.

Agrônomos, médicos e nutricionistas atestam que a pimenta propicia muitos benefícios à saúde: propicia o emagrecimento, tem ação anti inflamatória, analgésica e anticoagulante.

Use, mas não abuse! Usufrua com muita moderação!

Veja também

Chá de Barbatimão Para Infecção Urinária Funciona?

Stryphnodendron adstringens é uma pequena árvore, amplamente distribuída por toda a região do Cerrado do …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *