Home / Natureza / Pimenta De Cheiro: Para Que Serve? Como Usar?

Pimenta De Cheiro: Para Que Serve? Como Usar?

A pimenta de cheiro é um tipo de pimenta do gênero Capsicum, de nome científico Capcisum chinense.

Apesar do nome da pimenta de cheiro ser Capcisum chinense, sua origem é exclusivamente da América, assim como resto das outras pimentas existentes.

Em geral, as pimentas são encontradas exclusivamente nas Américas, motivo esse que levou à colonização rápida e comercialização das mesmas pela Europa e Ásia.

A pimenta de cheiro, diferentemente das outras pimentas, possui um formato diferente.

Geralmente, as pimentas demonstram ser finas e alongadas, seja grande ou pequena.

Dessa forma, a pimenta de cheiro tem uma forma única, que é mais robusta e mais cheia e mais comprimida, isto é, ela deixa de ser alongada para ser mais espessa.

As cores da pimenta de cheiro variam entre amarelo e vermelho.

Não obstante, ela pode possuir tons laranjas e, às vezes, tons verdes, que não são próprios para consumo.

No Brasil, pimenta de cheiro é apenas um de seus nomes, pois em outros regiões ela é conhecida como pimenta-murupi, principalmente em áreas de regiões mais nativas, como na Amazônia, enquanto em locais mais parte o Norte, elas são chamadas de pimenta de bode ou bodinha.

A pimenta de cheiro é considerada a pimenta mais forte do Brasil e fica abaixo de poucas outras da América do Sul, Central e do Norte.

Como Usar A Pimenta De Cheiro?

A pimenta de cheiro possui vários usos, e os principais tem a ver exclusivamente com a culinária e com efeitos positivos ao corpo.

Por isso, separamos os melhores aspectos culinários para você analisar.

A pimenta de cheiro faz parte da família de pimentas que são consideradas as mais potentes do mundo, sendo chamadas de pimentas venenosas.

Desse modo, a pimenta de cheiro possui um gosto bastante forte, e por isso devem ser consumidas em pequenas doses.

O maior uso culinário da pimenta de cheiro é quando a mesma é processada como molho de pimenta, também chamado de molho de tabasco.

Para as pessoas que gostam de comidas bem temperadas, ou bem apimentadas, a pimenta de cheiro é uma item ideal na culinária.

E é claro, um dos maiores aspectos da pimenta de cheiro é, logicamente, seu cheiro, e por isso a mesma recebe esse nome.

A pimenta de cheiro confere um cheiro único à comida e à cozinha, e grande parte de seu uso tem a ver com sua fragrância, mais ainda do que seu sabor, que é considerado muito forte pela maioria das pessoas.

Para Que Serve A Pimenta de Cheiro?

Pimenta De Cheiro no Pé
Pimenta De Cheiro no Pé

Os maiores benefícios da pimenta tem a ver com o fato da mesma ser de grande auxílio para o sistema digestivo.

Quando a capsaicina é ingerida, o estômago cria ácidos e o corpo cria paredes com mucosa que protegem o tecido dos efeitos negativos, e os mesmos auxiliam com que a ardência da pimenta seja eliminada pelo organismo.

Esse efeito, contudo, promove a digestão e também acelera o metabolismo.

Os componentes nutritivos da pimenta promovem um auxílio através de antibióticos, antioxidantes e anti-inflamatórios.

É importante ter ideia de que a pimenta de cheiro possui uma escala alta na tabela Scoville, o que indica que seu uso excessivo pode ser altamente prejudicial à saúde.

Conheça mais sobre essa escala acessando Tabela de Ardência da Pimenta.

Entretanto, o uso da pimenta, principalmente da pimenta-de-cheiro, em quantidades altas pode ser altamente prejudicial ao organismo.

O consumo de piperina em excesso tem como causa principal a descamação e exfoliação de células gástricas, o que irá promover sangramentos celulares microscópicos.

Isto é, o consumo exagerado pode fazer com que haja sangramentos imperceptíveis, que com o tempo pode resultar em problemas mais sérios.

Distribuição e Variedades da Pimenta de Cheiro

Sementes de Pimenta de Cheiro
Sementes de Pimenta de Cheiro

A pimenta de cheiro está presente em todas as Américas, com exceção do Norte dos Estados Unidos.

Isso ocorre porque a pimenta de cheiro é um tipo de planta que se adapta aos climas temperados, com bastante incidência de sol, onde os invernos são amenos.

Entretanto, os climas severos, como no Canadá ou os invernos americanos, fazem com que a pimenta de cheiro não possua um tempo de vida vigoroso.

Em casos diferentes, a pimenta de cheiro se reproduz durante o ano inteiro.

Algumas regiões ao sul da Argentina também não conseguem produzir a pimenta de cheiro durante o ano todo devido ao fato de alguns climas gélidos.

Conheça alguma de suas variedades e localidades:

  • 7-Pot chili (Trinidad)
    • 7-Pot cultivar 7-Pot Primo (Louisiana)
    • 7-Pot cultivar ‘Carolina Reaper’ (Carolina do Sul)
  • Adjuma (Suriname)
  • Ají dulce (Porto Rico, Venezuela)
  • Arriba Saia (Brasil)
  • Datil (Flórida)
  • Fatalii (África)
  • Habanero chile (Caribe, América Central e México)
    • Habanero cultivar ‘Red Savina’
  • Hainan Lanterna Amarela (Ilha Ainão, Sul da China)
  • ‘Madame Jeanette’ (Suriname)
  • Bhut jolokia (Assam)
    • Bhut jolokia cultivar ‘Dorset’ Naga pepper
  • Scotch bonnet (Jamaica, Trinidad)
  • Trinidad scorpion (Trinidade)
    • Trinidad scorpion cultivar Trinidad scorpion ‘Butch T’
    • Trinidad scorpion cultivar Trinidad scorpion moruga
    • Jamaican Chocolate Quente.
  • Pimenta Kambuzi e Pimenta Malaia.

Curiosidades e Fatos Interessantes Sobre A Pimenta de Cheiro

O nome científico da pimenta de cheiro, Capcisum chinense, foi erroneamente dado por Nikolaus Joseph von Jacquin, que em 1776, ao classifica-la, achou que a mesma tinha origem asiática, quando na verdade sabe-se que ela tem origem sul-americana.

Por incrível que pareça, a natureza fez com que as pimentas produzissem doses altas de capsaicina como forma de protege-las, também, dessa forma, nenhum animal as come, porém, as aves polinizadores não sofrem com os efeitos da ardência, e são os principais dispersores das sementes das pimentas na natureza.

A pimenta de cheiro possui uso clínico, pois sua dosagem de ardência é usada em composições que estimulam a circulação do sangue nas veias. Dessa forma, a pimenta de cheiro também é consumida para acelerar o metabolismo.

 

Veja também

Cadeia Alimentar da Baleia e o Ecossistema Marinho

Cerca de 300.000 espécies marinhas são conhecidas pela ciência – cerca de 15% de todas …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *