Home / Natureza / Reprodução Do Porco, Filhotes E Período De Gestação

Reprodução Do Porco, Filhotes E Período De Gestação

Porco é uma denominação para alguns animais da subordem suiformes, tal como o javali e o facocero,por exemplo.

Entretanto, refere-se à porco sempre como sendo o porco-doméstico, de nome científico Sus scrofa domesticus.

O porco-doméstico, ou porco (como chamaremos aqui) é utilizado na indústria da carne e é um dos principais expoentes na economia de vários Países no mundo.

A história do porco tem origem nas investidas dos humanos na caça dos javalis, ou porcos-selvagens, como são chamados.

Pelo fato de serem animais muito perigosos para serem caçados, foi melhor ter adaptado e acostumado o porco-selvagem ao convívio e à criação, muito devido ao fato de ser difícil e perigosa a sua caçada.

O porco-selvagem possui presas e dentes que podem ser fatais, e o porco-doméstico ainda mostra perigo através dessa origem.

Os primeiros indícios da domesticação do porco se dá a cerca de 6 mil anos antes de Cristo, onde desde então a carne sempre foi cultivada através da defumação.

Qualquer-porco selvagem pode ser domesticado, e muitos porcos domesticados podem se tornar porcos selvagens se fugirem de seu centro de criação e passarem a viver sozinhos.

O porco-selvagem é considerado um animal invasivo e sua caça é permitida em muitos Países.

Aproveite e saiba mais sobre os porcos em nosso site, acessando:

Conheça Mais Sobre a Reprodução Do Porco

O porco fêmea, que também pode ser chamada de porca, atinge seu período de maturidade reprodutiva com cerca de 8 meses de idade.

Em relação ao macho, o mesmo possui uma variedade de 8 a 10 meses de idade para atingir seus períodos de maturação sexual.

Nesse período, quando a mesma entra no cio, ela demonstrará ao porco macho que está disponível para reprodução através de grunhidos e liberação de feromônios da urina.

No período reprodutivo, a porco fêmea fica 21 dias no cio a cada mês, até ficar grávida, e quando a fêmea fica grávida, ela terá uma gestação que podem variar de 100 dias a 115 dias.

No entanto, a indústria da carne não respeita a reprodução natural dos porcos, e todas as fêmeas são inseminadas artificialmente.

Um porco pode se reproduzir com até 3 porcas por dia, e cada sessão de acasalamento leva cerca de 15-20 minutos. Com a inseminação artificial, um fazendeiro pode engravidar 50 fêmeas com o esperma de apenas um porco no mesmo tempo.

O esperma é recolhido através da copulação do porco com uma porca artificial.

Quantos Filhotes o Porco Pode Ter?

Uma porca doméstica pode ter uma média de 10 filhotes por ninhada, tendo cerca de 2 a 3 ninhadas por ano. Uma porca-selvagem, no entanto, tem de 5 a 6 filhotes e 2 ninhadas por ano.

Normalmente, um agricultor pode ter cerca de 20 a 30 porcos ao decorrer de um ano, com gestações e acasalamentos normais por cada porca.

No entanto, muito mais porcos são reproduzidos com as inseminações artificiais, onde uma porca pode ter até 4 a 5 gestações por ano.

Essa atividade inclui um tempo menor de gestação através do excesso de hormônios para uma reprodução rápida, e isso também leva a porca à exaustão, e por mais que ela se reproduza mais rapidamente, seu tempo de vida é menor, sendo abatida no segundo ano de vida.

A porca fêmea é considerada irreprodutível após 4 ninhadas, e nesse período ela é mandada para o abate, quando possui cerca de 3 anos de idade.

Os filhotes se alimentaram exclusivamente do leite da porca e após os 5 primeiros meses de vida, e depois passam a se alimentar de ração e de lavagem.

São poucos os casos em que os filhotes do porco não conseguem sobreviver. Quando um filhote não sobrevive pode ser que o ambiente apresente muita insalubridade ou que a fêmea não possua nutrientes o suficiente devido à exploração e excessos hormonais para crescerem e maturarem mais rapidamente.

Ciclo de Vida do Porco: Alimentação Ideal e Tempo de Vida

Os porcos são animais omnívoros, e isso significa que eles não possuem uma restrição alimentar, como os carnívoros ou os herbívoros, por exemplo.

O porco pode se alimentar de vegetais e carnes, assim como comer restos de animais e restos de alimentos, em decomposição ou não. As restrições alimentares são mínimas.

Nas fazendas, para que os porcos cresçam saudáveis, rações são incrementadas com milho e com soja, assim como açúcar, para dar bastante energia aos mesmos.

Cada vez mais a indústria tem procurado formas de melhorar a produção de alimentos, e por isso muitos profissionais tem desenvolvido estudos mais voltados para essa área, onde, inclusive, existe uma área chamada nutrição suína para estudos.

A estimativa de vida de um pouco é grande, podendo chegar até a 10 anos de idade, mas os porcos de abate não vivem nem metade desse tempo.

Na natureza, o porco-selvagem possui uma estimativa mais breve, chegando no máximo a 5 anos de vida.

O porco de abate atinge o peso ideal antes do primeiro ano de vida, e os machos geralmente são abatidos com 2 anos, quando estão pesando mais de 200 kg.

Curiosidades Sobre A Reprodução do Porco, Filhotes e Tempo de Gestação

  • Os porcos são considerados um dos animais mais inteligentes do mundo, ao lado das orcas e golfinhos.
  • O filhote de porco consegue correr facilmente em direção a voz da sua mãe.
  • Os porcos filhotes vivem na presença da mãe até ficarem adultos e criarem as próprias famílias.
  • O porco filhote, quando domesticado como um pet, reconhece o próprio nome quando chamado e aprende muito mais comandos do que um cachorro.
  • Apesar da reputação, os porcos são criaturas limpas que gostam de dormir em locais confortáveis.
  • O porco é um animal calmo, mas o confinamento, maus-tratos e estresse podem fazer com que se agridam e cheguem até mesmo ao canibalismo.
  • O excesso de hormônios propagados pela indústria da carne faz com que a porca fêmea tenha filhotes dentro de 60 dias, diminuindo quase pela metade o processo natural de gestação.

 

Veja também

Camelo Australiano: Características, Nome Cientifico, Extinção e fotos

Você sabia que a Austrália possui um grupo de imigrantes que estão no país desde …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *