Home / Natureza / Caranguejo Do Ártico Características

Caranguejo Do Ártico Características

O caranguejo do Ártico (chionoecetes opilio) é uma espécie de caranguejo que vive apenas nas porções árticas e nas águas costeiras de algumas regiões orientais do mundo.

A espécie é conhecida por seu tamanho avantajado e é uma iguaria em várias cozinhas no cardápio setentrional, indo da Rússia até a Groenlândia.

O caranguejo do Ártico é uma das principais espécies de caranguejos que abastece o comércio de crustáceos e que mantém um equilíbrio saudável na cada alimentar aquática do Ártico.

Nesse artigo iremos demonstrar inúmeras curiosidades e fatos sobre essa espécie pouco comentada de caranguejo.

Quer saber mais sobre caranguejos e sua importância? Não deixe de acessar:

Características Físicas Do Caranguejo do Ártico

O caranguejo do ártico chama muito atenção por seu tamanho avantajado, sendo muito maior do que os caranguejos convencionais, mas ainda assim muito menores do que as espécies grandes de caranguejo.

O caranguejo macho pode chegar a ficar o dobro do tamanho da fêmea, alcançando de 16 a 20 centímetros de comprimento, com carapaças que podem atingir o máximo de 10 centímetros.

Os machos são sempre caçados com maior frequência pelos pescadores devido ao fato de serem bem maiores, podendo pesar até mesmo 1 kg ou 1,5 kg, enquanto as fêmeas são na maioria das vezes descartadas devido ao fato de pesarem muito pouco (cerca de meio quilo).

Apesar de ser um caranguejo pouco conhecido, o caranguejo do ártico tem uma distribuição proeminente, principalmente nas águas geladas da Eurásia, e mais especificamente nas costas de praias da Rússia.

Não obstante, existe cerca de 9 subespécies de caranguejos do ártico, ou caranguejo da neve, como também podem ser chamados.

O caranguejo do Ártico passa por cerca de 11 mutações até atingir sua forma final, isto é, sua carapaça vai trocar cerca de 9 vezes a partir do momento em que ele se torna um caranguejo jovem.

Características Alimentares Do Caranguejo do Ártico

Dezenas de Caranguejo do Ártico
Dezenas de Caranguejo do Ártico

O caranguejo do ártico se alimenta exclusivamente de outros seres aquáticos de menor estatura, e é muito comum vê-los comendo restos de outros crustáceos e de peixes.

Eles são criaturas omnívoras, e podem se alimentar desde plânctons até de outros animais, mas é muito comum que os mesmos passem a vida inteira se alimentando de plânctons, e quando se deparam com restos de outros animais, os mesmos podem fazer uma refeição.

É raro ver casos em que um caranguejo do Ártico tenha predado algum outro crustáceo ou peixe, pois os mesmos, apesar do tamanho, preferem alimentos mais fácil e sem se arriscar.

O ato de canibalismo também é comum entre os caranguejos do ártico, onde uns podem comer aos outros, e esse ato é praticado na maioria das vezes por fêmeas que estão carregando ovos e o esperma do macho para sua futura ovulação.

A alimentação do caranguejo do ártico é bastante ampla, onde os mesmos podem comer simplesmente algas e plânctons, ou optarem por comidas mais substanciais, como outro crustáceos, peixes e mariscos e minhocas, assim como restos de outros animais encontradas pelas águas.

Habitat e Regiões Com Presença Do Caranguejo do Ártico

O Ártico não abrange uma região específica, mas trata de uma área ampla do mapa que adentra vários Países, e são nessas regiões que o caranguejo do Ártico se encontra.

A maioria desses Países se encontra em extremidades do polo norte, e por isso o caranguejo do Ártico também é mundialmente conhecido como caranguejo da neve.

Como pode ser observado no mapa, o caranguejo do Ártico está presente na costa oeste do lado oriental do mapa, pegando grande parte da Rússia e terras escandinavas, como a Finlândia, Suécia, Noruega, Dinamarca e a Islândia, além de quase toda a Groenlândia, norte do Canadá e Alaska.

Algumas dessas áreas se encontram completamente debaixo de calotas de gelo extremamente grossas, e ilhotas encontradas em determinadas regiões são palco para uma superpopulação de caranguejos.

Em algumas áreas, o caranguejo do Ártico tem sido considerado uma espécie invasora, por se reproduzir em grande quantidade, e por esse motivo é pescado de forma bem comum, assim como é alimento para inúmeros peixes, focas e outros animais marinhos.

O caranguejo do Ártico também se encontra nas costas meridionais do Japão, e é um prato extremamente apreciado na cultura oriental em geral, sendo consumido em toda a Eurásia e também na América do Norte.

Curiosidades Sobre o Caranguejo do Ártico

Por mais numeroso que o caranguejo do Ártico possa ser, a caça das fêmeas e dos filhotes é proibida, e apenas os machos com carapaças entre 8 e 10 centímetros são permitidos serem caçados. Isso faz com que haja um equilíbrio e não corre o risco de que a espécie entre em risco de extinção.

O caranguejo do Ártico possui uma habilidade incrível de regeneração, podendo reaver todas as suas patas novamente, mas isso ocorre somente antes de sua fase final, ou seja, ele só pode se regenerar durante o processo de desenvolvimento, e não após estar plenamente desenvolvido.

É comum ver machos batalhando intensamente na disputa por uma fêmea, e o fato de alguns caranguejos machos serem muito maiores do que as fêmeas, acontece de que o mesmo possa machucá-la, como quebrar a sua carapaça ou até mesmo mata-las devido ao peso.

Eles podem viver debaixo da água em temperaturas extremamente elevadas, e é muito comum que pescadores encontrem centenas de caranguejos congelados nas costas onde a pesca é legalizada.

O caranguejo do Ártico vive, normalmente, em profundidades de até 100 metros de profundidade, mas vivem em escalas mais altas devido ao fato de preferirem temperaturas que variam de -1º até 5º.

Veja também

Macaco Cuxiú-de-Nariz-Branco: Características, Habitat e Fotos

Hoje vamos conhecer um pouco mais sobre o macaco Cuxiú de nariz branco. Esse animal …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *