Home / Plantas / Como Fazer Enxerto de Rosas Coloridas?

Como Fazer Enxerto de Rosas Coloridas?

As rosas são flores fascinantes, com forte apelo sentimental e romântico. Assim como as orquídeas, elas vêm se destacando pela grande força comercial.

Atualmente, há uma grande diversidade de cores de rosas, incluindo as rosas vermelhas, cor-de-rosa, brancas, amarelas, azuis, pretas, verdes e multicoloridas. Neste contexto, acredita-se que as rosas coloridas sejam as mais diferentes e intrigantes, mesmo sendo obtidas artificialmente. Outras variedades mais raras também são intrigantes, a exemplo da rosa preta (chamada de rosa negra de Halfeti), e da rosa abracadabra (com coloração vinho e listras amarelas).

De modo geral, as rosas possuem uma longa história de relacionamento com a humanidade. Estima-se que a primeira rosa tenha surgido a 5.000 anos atrás na Ásia. Atualmente, o gênero taxonômico Rosa possui mais de 100 espécies, e milhares de cultivares, variedades e híbridos.

Um das técnicas de propagação de rosas é através do sistema de enxertias, no qual uma pequena estrutura de uma roseira é adicionada à outra. Dessa forma é possível obter roseiras com rosas de várias cores.

Neste artigo, você conhecerá um pouco mais sobre as cores de rosas encontradas na atualidade, informações sobre o plantio e realização de enxertias, sobretudo das rosas coloridas.

Então venha conosco e boa leitura.

Rosas Coloridas: Entendendo a Simbologia das Cores

As rosas vermelhas são as mais comuns e representam amor, paixão, sedução. Na cor branca, estão ligadas á pureza, inocência e tranquilidade. Em tons rosados, tem um forte apelo á maternidade e à feminilidade.

Rosa Colorida
Rosa Colorida

Rosas amarelas representam amizade, alegria e amor platônico. As rosas laranjas remetem a desejo e entusiasmo. Na cor azul, há uma correlação com a busca do impossível e com eternidade. Rosas negras representam luto e tristeza (simbologias mais comuns), assim como seriedade e nobreza.

Rosas Coloridas: Variedades Exóticas

Dentre as variedades de rosas exóticas, há a rosa abracadabra, extremamente cheirosa e de perfume adocicado. Ela teria sido criada na Alemanha, a partir da polinização entre duas espécies diferentes. Sua coloração é vinho com listras amarelas.

A rosa negra de Halfeti é nativa de uma aldeia turca, por isso é raríssima. Sua coloração na verdade é carmesin profundo, diretamente relacionado ao pH do solo e à infiltração do Rio Eufrates.

Rosas Coloridas: Rosa Arco-Íris

A rosa arco-íris é uma rosa tingida artificialmente que vem apresentando importância comercial cada vez mais crescente. Essas rosas foram criadas e patenteadas pelo holandês Peter Van de Werker.

O processo para a confecção, de caráter caseiro, de rosas coloridas envolve a escolha de uma rosa de cor branca, visto que possibilita que os pigmentos penetrem com mais facilidade. O segundo passo é aparar a haste da rosa em seu comprimento, com o uso de uma tesoura ou faca afiada. A altura da haste cortada e do comprimento mantido deve levar em consideração o tamanho do copo utilizado para o tingimento, lembrando que o caule deve ficar ligeiramente mais alto do que o comprimento.

Depois de escolher o tamanho da haste, é necessário fazer um corte/ abertura nesta haste/caule, utilizando uma faca bem afiada. Esta abertura deve possuir no máximo 3 centímetros de extensão. O ideal é fazer de duas a quatro aberturas, mais do que isso enfraquece o caule. O número de partes nas quais o caule será dividido equivale à quantidade de corantes a serem utilizados.

A última parte do processo é preencher os copos com água e adicionar algumas gotas de corante, cada copo de uma determinada cor. Quanto mais gotas, mais forte será a tonalidade. As hastes devem ser mergulhadas nestes copos e permanecer assim durante alguns dias até que haja absorção das cores.

Como Fazer Enxerto de Rosas Coloridas?

As rosas se propagam através de podas ou sistema de enxertia. A poda costuma ser mais fácil, no entanto, não é favorável para variedades que possuem um sistema de raízes frágil.

O enxerto deve ser realizado durante o verão (preferencialmente após o ciclo de floração do verão, o qual ocorre em Fevereiro aqui no hemisfério Sul), visto que, neste período o fluxo de seiva está mais intenso e a fluidez dos nutrientes aumenta as chances da planta sobreviver.

Ao procurar um broto na enxertar em uma roseira, deve-se procurar por um que possua as folhas bem desenvolvidas e que tenha começada a sua floração recentemente.

Para obter rosas coloridas, uma dica é fazer vários enxertos, cada um com uma rosa de coloração diferente.

Além de escolher os ramos que serão enxertados, é importante atentar para a escolha do cavalo (roseira que se fundirá ao enxerto). O cavalo deve ser robusto e saudável, com as regas e adubação em dia. Podar o cavalo também entra nessas recomendações prévias, uma vez que com a remoção de novos brotos, torna-se mais fácil o direcionamento dos nutrientes para o enxerto.

Na hora de enxertar, é fundamental esterilizar a faca e/ou navalha com solução alcoólica de modo a evitar qualquer contaminação da planta por microorganismos. Após a esterilização, utilizar a navalha para realizar um corte em “T” no cavalo, que meça aproximadamente 2,5 centímetros. O ponto-médio do ramo é o melhor lugar para o corte em “T”.

Em relação ao ramo que será enxertado, este deve ser cortado na base do caule, com remoção dos espinhos, brotos e folhas. Também deve ser removido a casca e a camada inferior à esta chamada câmbio.

O broto enxertado deve ser inserido na base do “T” do cavalo, com a borbulha para cima e com contato entre o seu câmbio e o câmbio do cavalo, o qual formará abas em torno do broto.

A enxertia deve ser fixada com fita, a qual cairá naturalmente. Caso surjam brotos a partir deste enxerto, estes deverão ser removidos. A rega constante também não deve ser negligenciada.

Através de enxertos, é possível mudar completamente as cores das flores de uma roseira, assim como manter uma rosa de cada cor, característica visualmente bastante interessante.

*

Agora que você já conhece um pouco mais sobre as cores de rosas e a possibilidade de realizar enxertias para obter roseiras com aspecto mais colorido, continue conosco e visite também outros artigos do site.

Até as próximas leituras.

REFERÊNCIAS

Mundo Ecologia. Rosas Exóticas: Nomes e Fotos. Disponível em: < https://www.mundoecologia.com.br/plantas/rosas-exoticas-nomes-e-fotos/>;

WikiHow. Como Enxertar Rosas. Disponível em: < https://pt.wikihow.com/Enxertar-Rosas>;

WikiHow. Como Fazer uma Rosa Arco Íris. Disponível em: < https://pt.wikihow.com/Fazer-uma-Rosa-Arco-%C3%8Dris>.

Veja também

Pitanga Vermelha

Pitanga Vermelha: Cultura, Características e Fotos

Quem cresceu ou viveu em sítios e fazendas, ou até mesmo ia em alguns momentos …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *