Home / Animais / Tipos de Araras e Espécies Representativas

Tipos de Araras e Espécies Representativas

As araras são aves belas e coloridas pertencentes à família taxonômica Psittacidae. Esses animais possuem características em comum tais como o bico curvo e resistente, os pés curtos, e cabeça larga e robusta.

As araras estão distribuídas em seis gêneros taxonômicos, os quais são o gênero Ara, Anodorhynchus, Cyanopsitta, Primolius, Ortopsitaca e Diopsittaca. Todos esses gêneros possuem espécies presentes no Brasil, com grande destaque para a espécie chamada arara-azul-grande (nome científico Anodorhynchus hyacinthinus), a qual recebe o título de maior psitacídeo do mundo, em razão das dimensões de até 1 metro de comprimento, e um quilo e meio de massa.

Neste artigo, você conhecerá um pouco mais sobre as características desse animal e espécies representativas.

Então venha conosco e boa leitura.

Família Taxonômica Psittacidae

Esta família taxonômica abriga muitas das aves consideradas as mais inteligentes do mundo, cujo cérebro é bastante desenvolvido e possui capacidade de imitar diversos sons, inclusive palavras.

A plumagem colorida é característica da maioria das espécies. Diferentemente das outras aves, espécies dessa família possuem a glândula uropigial pouco desenvolvida, fator que permite que elas não estejam ensebadas ou envoltas constantemente em óleo impermeabilizante.

Essas aves são conhecidas pela expectativa de vida alta. A família taxonômica Psittacidae abriga em torno de 87 espécies, dentre elas araras, periquitos, curicas, tuins, dentre outros.

Listagem de Espécies Brasileiras Para Cada Gênero

O gênero taxonômico Ara abriga um total de 12 espécies, das quais 4 podem ser encontradas no Brasil. São elas a arara-canindé (nome científico Ara ararauna); a arara-vermelha grande, também chamada de ararapiranga (nome científico Ara chloropterus); a arara-vermelha ou araracanga (nome científico Ara macao); e a arara maracanã-guaçu (nome científico Ara severus).

Em relação ao gênero Anodorhynchus, todas as suas três espécies são encontradas no Brasil, são elas a arara-azul pequena, também chamada de arara-cinza-azulada (nome científico Anodorhynchus glaucus); a arara-azul grande, ou simplesmente arara-azul (nome científico Anodorhynchus hyacinthinus) ; e a arara-azul-de-lear (nome científico Anodorhynchus leari).

Anodorhynchus Leari
Anodorhynchus Leari

Para o gênero Cyanopsitta, há apenas a espécie conhecida como ararinha-azul (nome científico Cyanopsitta spixi).

No gênero Primolius, todas as suas três espécies também são encontradas no Brasil, são elas a arara maracanã-de-colar (nome científico Primolius auricolis), a arara maracanã-de-cabeça-azul (nome científico Primolius couloni), a arara maracanã-verdadeira (nome científico Primolius maracanã).

Em relação aos gêneros Ortopsittaca e Diopsittaca, cada um deles abriga uma única espécie que pode ser encontrada no Brasil, são elas respectivamente a arara maracanã-de-cara-amarela, também chamada de arara maracanão-do-buriti (nome científico Ortopsittaca manilata); e a arara maracanã-pequena (nome científico Diopsittaca nobilis).

Boa parte das espécies de araras brasileiras estão classificadas como em condição de vulnerabilidade ou perigo de extinção, com exceção das espécies pertencentes ao gênero Ara, Diopsittaca e Ortopsittaca.

Tipos de Araras e Espécies Representativas: Arara-Canindé

A arara-canindé possui uma plumagem bastante colorida na qual predominam as cores azul e amarela. No entanto, sua face é branca e há algumas listras pretas dispostas em torno dos olhos. O bico é de cor preta e o topo da cabeça de cor verde.

Essa arara possui um comprimento médio de 80 centímetros e é considerada menor que as outras araras. Possui uma excelente capacidade para o voo, e sua expectativa de vida atinge até mesmo 60 anos.

Ela é endêmica no trecho que vem desde a América Central até os países como o Paraguai, Brasil e Bolívia. Aqui no Brasil, é uma das espécies endêmicas do cerrado.

A arara-canindé também pode ser chamada de ararí e arara-de-barriga-amarela, é muito utilizada como animal de estimação desde os tempos do Brasil colônia, e pode viver em hábitats diversificados, incluindo nesta descrição desde florestas tropicais e úmidas até savanas secas.

Tipos de Araras e Espécies Representativas: Arara Azul

Essa arara é conhecida por sua coloração azul cobalto em degradé da cabeça à cauda. Ao redor dos olhos, nas pálpebras e em uma pequena faixa perto da mandíbula, a cor observada é o amarelo; no entanto na face inferior das penas das asas e da cauda, observa-se a cor preta.

Possui aproximadamente 1 metro de comprimento da cabeça à cauda. 64% de sua população está distribuída no Pantanal Sul, sendo que além do Pantanal, também pode ser encontrada no sudeste do Pará, e nas fronteiras de estados como o Piauí, Bahia e Tocantins.

Alimenta-se com frequência das nozes de palmeiras, para isso possui o bico mais forte e maior entre todos os psitacídeos, além de uma grande capacidade de exercer pressão com a mandíbula.

Tipos de Araras e Espécies Representativas: Araracanga

Também chamada de arara macau e arara-vermelha-pequena, esta espécie é muito representativa das florestas neotropicais, embora sua população venha declinando ao longo dos anos.

No continente americano, é encontrada desde o sul do México até o norte do estado brasileiro do Mato Grosso.

A plumagem do corpo é de coloração vermelha com verde, sendo que as asas possuem tons de azul e amarelo, e a face de cor branca. A coloração dos olhos varia do branco ao amarelo. As penas são curtas, sendo que as asas são largas e a cauda é longa e pontuda.

Essa arara possui grande habilidade em escalada e manipulação de objetos, fator que é favorecido pelos seus pés zigodáctilos (ou seja, agrupados em pares, com dois dedos virados para trás e dois dedos virados para a frente), e pelo seu bico largo, curvo e forte.

Como hábitat, essas araras preferem viver em altitudes que não ultrapassem os mil metros. São endêmicas em florestas tropicais, secas ou úmidas; preferindo estarem próximas a rios.

A média de comprimento corporal fica compreendida entre 85 a 91 centímetros; ao passo que o peso gira em torno de 1,2 quilos.

É uma arara bastante dócil para ser criada como animal de estimal, no entanto demanda amplas instalações e espaço de desenvolvimento.

*

Agora que você já conhece um pouco mais sobre os tipos de araras e espécies representativas, continue conosco e visite também outros artigos do site.

Até as próximas leituras.

 

REFERÊNCIAS

ARAGUAIA, M. Uol. Brasil Escola. Arara (Família Psittacidae). Disponível em: <https://brasilescola.uol.com.br/animais/arara.htm>;

Canal do PET. Arara Canindé. Disponível em: < https://canaldopet.ig.com.br/guia-bichos/passaros/arara-caninde/57a24d13c14 4e671ccdd91a2.html>;

FIGUEIREDO, A. C. Infoescola. Arara-azul. Disponível em: < https://www.infoescola.com/aves/arara-azul/>;

Meus animais. 5 espécies de araras. Disponível em: <https://meusanimais.com.br/5-especies-de-araras/>;

Wikiaves. Psittacidae. Disponível em: <https://www.wikiaves.com.br/wiki/psittacidae>.

Veja também

Pitbull Hulk: O Maior Pitbull do Mundo, Tamanho, Peso e Fotos

É inegável que o cão existe! E seu tamanho e porte impressiona, sendo ele um …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *