Home / Natureza / Arara é Mamífero ou Ave? Qual seu Nicho Ecológico?

Arara é Mamífero ou Ave? Qual seu Nicho Ecológico?

É estranho pensar que uma ave seja um mamífero, não é mesmo? Como duas espécies poderiam formar uma única, com características em comum? Por isso a resposta para a pergunta é não.

A arara é uma ave, e apesar de a natureza estar sempre nos surpreendendo, ela não é um mamífero, já que existe um animal que voa e, ainda assim, é um mamífero: o morcego.

O morcego é um caso muito específico, pois é um mamífero que voa, ou seja, voar não faz com que o mesmo seja uma ave, já que seu comportamento ecológico o caracteriza como um mamífero, onde o mesmo se alimenta através  do leito materno nos primeiros dias de vida.

Enfim, a natureza pode ser surpreendente demais, mas ainda estamos aptos a conhecer todas as suas características e peculiaridades!

Conheça Mais Sobre as Araras

Atualmente, 150 espécies de araras compõe a geografia terrestre, e algumas estão em estado crítico de extinção.

As aras são chamadas de papagaios do Novo Mundo, ou papagaios Neotropicais, vivendo nas florestas da América do Sul e parte da América Central.

As araras são facilmente reconhecidas e bastante distintas de seus parentes, os papagaios, já que as araras são aves que possuem uma cauda excessivamente longa, e cores únicas, com bicos avantajados e extremamente fortes para quebrar seus alimentos facilmente.

Assim como nos seres humanos, que se distinguem uns dos outros através das impressões digitais, as araras, exclusivamente, cada uma possui um padrão diferente de penas no rosto.

A maior arara conhecida, é a Arara-Azul-Grande (Anodorhynchus hyacinthinus) , também chamada de Jacinto ou Araraúna, podendo atingir 1 metro de comprimento. Atualmente se encontra em um estado Vulnerável de extinção, mas já passou por momentos piores e atualmente a sua população apresenta uma tendência ao aumento.

Competindo com a Arara-Azul-Grande, está a Arara-Militar-Grande (Ara m. milytaris), que diferentemente da Arara-Azul-Grande que vive no Brasil, esta vive nos vizinhos sul-americanos.

Antagonizando essas portentosas araras, está a Maracanã-Nobre, uma arara de 30 cm, que se distingue de um papagaio devido a sua cauda longo e bico mais grosso e avantajado.

Nicho Ecológico da Arara

A arara é uma ave presente nas densas matas do Brasil e outros Países sul-americanos, como o Suriname, Equador, Colômbia, Venezuela, Peru, Bolívia e Argentina.

Apesar de sempre estar presente em áreas de mata fechada, é possível observar que as araras também gostam de planícies abertas, como regiões do Cerrado, além de áreas úmidas, com o Pantanal.

Arara do Pantanal
Arara do Pantanal

A arara é uma ave monogâmica, e isso quer dizer que quando elas encontram um parceiro, esse casal ficará junto até o fim de seus dias, cuidando de sua prole e ninho. Em cativeiro, algumas araras nunca se separam, e se por acaso vieram a se separar, elas morrem de estresse ou depressão.

Conheça Mais Sobre a Reprodução e Alimentação da Arara

A arara é uma ave que se reproduz de forma bem demorada, tendo um ou dois filhotes a cada dois anos, e a mesma só começa a se reproduzir por cerca de seu terceiro ano de vida, quando atinge a maturidade sexual para procriação.

Esse lento processo de reprodução é determinante para que muitas espécies de araras se encontrem em um estado crítico de extinção, já que o homem tem consumido cada vez mais seu habitat, além de haver muito contrabando em relação às aves.

Quando nascem, os filhotes ficam no ninho pelos próximos 5 ou 6 meses, sendo alimentados pelos pais, até conseguirem voar e se alimentarem de forma independente, e com cerca de 3 ou 4 anos, começam a voar sozinhos atrás de uma companheira para montar sua própria família, já que o macho atinge a maturidade sexual antes da fêmea.

Os pais alimentam o filhote com minhocas e outros alimentos, regurgitando tais alimentos na boca de seus filhotes.

Apesar de alimentar os filhotes com restos de outros animais, a alimentação da arara é bem variada, pois as mesmas podem comer pequenos insetos, como minhocas, grilos, aranhas, lacraias e mais, e ainda comer variados tipos de frutas, especialmente tipos de cocos, sendo elas e os papagaios os principais dispersores de cocos pelas matas.

Conheça Mais Sobre o Comportamento das Araras

As araras são aves sociáveis e não demonstram ser hostis em relação ao alimento, não brigando pelos mesmos, diferentemente de outras espécies de aves.

Outro aspecto interessante, é que apesar das araras serem parentes muito parecidos dos papagaios, elas não são capazes de reproduzir sons, como fazem os papagaios (lembrando que alguns papagaios não possuem a capacidade de imitar palavras).

As araras criam seus ninhos no topo de árvores ou em troncos ocos, em locais específicos que cobrem seus ninhos, para evitar predadores.

A principal forma de comunicação da arara é através do gritos, que são únicos e altamente reconhecidos por especialistas. Elas não usam formas corporais de expressão, mas em casal, demonstram extremo afeto pelos seus companheiros, ficando sempre um ao lado do outro, com os bicos próximos ou com seus corpos próximos.

É comum observar a arara se comportando como um pica-pau, usando seu bico extremamente forte para quebrar troncos a fim de encontrar insetos em madeiras podres.

Gostaríamos que você conhecesse mais sobre as araras, acessando:

Distribuição Geográfica da Arara

Apesar de estar presente em toda a América do Sul, as araras ainda vivem de forma selvagem em alguns locais da América Central, principalmente no México, além de estarem presentes, também, na Ilha de Galápagos.

É possível encontrar a arara, vivendo de forma selvagem, nos Países: Argentina, Uruguai, Brasil, Paraguai, Bolívia, Peru, Equador, Colômbia, Venezuela, Guiana, Suriname, Guiana Francesa, Panamá, Costa Rica, Nicarágua, Honduras, Guatemala e México.

 

Veja também

Camelo Australiano: Características, Nome Cientifico, Extinção e fotos

Você sabia que a Austrália possui um grupo de imigrantes que estão no país desde …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *