Home / Animais / Arara Canindé: Nome Científico, Curiosidades e Fotos

Arara Canindé: Nome Científico, Curiosidades e Fotos

Alguns animais já são tão conhecidos por nós brasileiros, que nem sempre damos os seus determinados valores. Um dos animais que temos, e até mesmo se tornou um símbolo brasileiro, é a arara.

São muitas as espécies de araras que existem, e no nosso país temos todas. Cada uma dessas espécies tem uma importância e características bem diferentes uma da outra. Uma delas é a arara Canindé, muito emblemática para o nosso Cerrado e também para diversas comunidades indígenas aqui no Brasil.

E é sobre elas que iremos falar no post de hoje, mostrando um pouco mais sobre suas características gerais e algumas curiosidades sobre esse pequeno e adorável animal.

Características Gerais da Arara Canindé

A Arara grarauna, ou como é mais conhecida Arara caníndé, arara amarela ou arara barriga amarela, é uma espécie emblemática do nosso cerrado. Só pode ser achada no Brasil, Bolívia, Paraguai e alguns países da América Central. Ficam desde savanas até florestas tropicais, possuindo uma ótima adaptação ao clima da região.

São animais de porte pequeno/médio para uma ave, pode chegar a medir no máximo noventa centímetros de comprimento, incluindo seu rabo. A cauda desse animal é bem longa e triangular. Seu peso fica em torno de 1 quilograma.

A coloração da Canindé tem algumas cores. Na parte de cima, são azuis, enquanto que a parte de baixo é amarela. Bem no alto de sua cabeça, a cor das penas é verde, e algumas penas negras se destacam no rosto branco. Os olhos são bem amarelos, e algo estranho é a sua goela, que tem a cor preta. Deu para perceber o quão colorido é esse animal.

Assim como suas outras primas araras, possuem bicos fortes e dois pares de dedos em cada pé. Sendo dois virados para frente e dois para trás. Essa característica permite que eles consigam escalar as árvores de forma mais eficiente e pegar os alimentos.

Parceiros inclusive que são únicos. As araras são completamente monogâmicas, e após formarem casal, nunca mais se separam. Após a morte de algum dos dois, o outro pode até mesmo entrar em depressão e raramente escolhe outro parceiro.

O maior inimigo das araras são as famosas aves de rapina, que normalmente possuem um porte grande. Logo quando nascem, são muito pequenas e frágeis, e podem acabar morrendo nos primeiros 45 dias por baratas ou até formigas. Na natureza podem chegar até 60 anos, enquanto que no cativeiro até os 70 anos. Entretanto, para quem já cuida desses animais em cativeiro, não é uma tarefa difícil e requer muito espaço e tempo para deixa-las confortáveis.

Estado de Conservação das Araras Canindé

Casal de Arara Canindé
Casal de Arara Canindé

Por terem uma distribuição bem ampla, essa espécie não está em nenhuma lista de perigo de extinção. Entretanto, sua população vem diminuindo por diversos fatores, e todos eles podemos ligar com ações humanas.

A primeira é a questão do comércio ilegal desses animais, pois é procurada no mundo inteiro para ser domesticada. E a segunda, que vem sido mais presente é a destruição de seu habitat natural. Queimadas, desmatamento e utilização das áreas para criação de agropecuária são só o começo.

Algumas medidas para sua conservação já existem. Como por exemplo leis que proíbem o comércio e o cativeiro dessas araras, que são consideradas animais silvestres. Outras partes existem também reservas ecológicas, onde são bem cuidadas e ninguém pode tocar nelas.

Vivem em grupos pequenos ou muito numerosos e são bastante barulhentas. Dá para ouvi-las de longe e reconhecer pelo seu som. Apesar de gostarem de voar, preferem ficar no chão e passam vários e vários dias em “repouso”. No qual ficam nos galhos fazendo acrobacias, ou se relacionando com seus parceiros.

O ideal é mantê-las longe dos seres humanos, o mais protegidas o possível. Não compre de forma algum esse ou qualquer outro animal silvestre, e denuncie caso perceba que esse comércio está sendo realizado. Hoje em dia, os seres humanos conseguiram destruir cerca de 60% da vida da natureza. Não vamos aumentar esse porcentual.

Curiosidades da Arara Canindé

  • Durante o Brasil Colônia, quem possuía uma arara ou papagaio era dado como rico e com bastante importância e poder.
  • Seu grito é bem alto e podem ser reconhecidos de longe. É semelhante a um RRAAAK bem áspero, mas são capazes de realizar outros sons, imitando outros animais e até mesmo sons mais musicais e anasalados.
  • O seu hábito alimentar acaba ajudando a vida da natureza. Pois, a partir dela, elas saem espalhando sementes de diferentes espécies. E também acabam largando frutos abertos, servindo de comida para outros animais.
  • A arara Canindé ficou muito conhecida por ser bastante dócil e serem boas em imitar a fala dos humanos.
  • Elas sempre foram adoradas pelos indígenas aqui no Brasil. Eles tinham canções para falar de sua beleza. Tanto é que um dos que comandavam uma tribo se denominou Kanindé, pela sua beleza. Haviam diversos rituais em que as araras eram adoradas por eles.
  • Um dos conquistadores que chegou ao Novo Mundo (Américas), ficou impressionado com a beleza da Canindé, e comparou sua plumagem com o ouro. Em suas carta para seus países de origem, diziam que a arara tinha a plumagem mais bonita de todo o mundo.

Esperamos que o post tenha te ensinado um pouco mais sobre essa criaturinha adorável que é a arara Canindé. Não esqueça de deixar seu comentário nos contando o que achou e também deixar suas dúvidas. Ficaremos felizes em ajuda-los. Leia mais sobre outras espécies de araras e outros assuntos de biologia aqui no site!

Veja também

Lula-de-Humboldt: Tamanho, Bico, Características e Fotos

Os animais marinhos por muito tempo causaram uma certa adoração e medo para os seres …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *