Home / Animais / Quais São os Predadores do Lagarto e Seus Inimigos Naturais?

Quais São os Predadores do Lagarto e Seus Inimigos Naturais?

Os lagartos são reptéis que correspondem ao incrível quantitativo de 3.000 espécies, distribuídas em 45 famílias. Como qualquer outro ‘grupamento’ de reptéis, eles variam no tamanho e na forma (principalmente considerando o grande quantitativo de espécies existente). No quesito tamanho, há espécies medindo desde alguns centímetros até 3 metros de comprimento (como é o caso do dragão de Komodo).

Os lagartos são considerados ectotérmicos ou animais de sangue frio. A idéia é a mesma e a denominação varia a critério da literatura. Outros termos igualmente empregados são os de animais pecilotérmicos ou poiquilotérmicos.

Mesmo que essas denominações sejam genéricas e envolvam um amplo número de espécies, as iguanas, camaleões e lagartixas são considerados os lagartos mais famosos.

Neste artigo, você conhecerá algumas informações sobre esses animais, em especial a informação mencionada no título deste artigo.

Afinal, quais são os predadores do lagarto e seus inimigos naturais?

Venha conosco e descubra.

Boa leitura.

Lagarto: Família Taxonômica Iguanidae/ Gênero Iguana

A família Iguanidae é composta por 10 gêneros, sendo 3 deles considerados extintos.

O gênero Ctenossaura abriga as famosas “iguanas de cauda espinhosa”, nativas do México e outras áreas da América Central. Ao todo, são 13 espécies reconhecidas, cujo comprimento pode variar de 12,5 centímetros para mais de 1 metro.

O gênero Amblyrhynchus abriga uma única espécie (Amblyrhynchus cristatus), a qual é conhecida como iguana-marinha. Esta espécie habita as ilhas do arquipélago de Galápagos e curiosamente podem apresentar sutil mudança em certas características físicas ou coloração de acordo com a ilha em que estão inseridas. Todavia, de modo geral, machos possuem o comprimento médio de 1,3 metros; ao passo que, para as fêmeas, este comprimento é 0,6 metros (ou seja, praticamente a metade). Uma característica anatômica significativa nestes animais é a presença de escamas e cristas na costa, sendo estas maiores na região da cabeça.

No gênero Brachylopus, estão presentes 3 espécies, sendo todas elas nativas das Ilhas Fiji no Oceano Pacífico.

Amblyrhynchus

O gênero Conolophus abriga 3 espécies encontradas no arquipélago de Galápagos e que recebem o nome de iguana-terrestre.

No gênero Sauromalus estão inclusas espécies de lagartos grandes nativos da América do Norte, os quais são um pouco menores do que as chamadas “iguanas gigantes”.

O gênero mais relevante desta família, sem dúvidas é o gênero Iguana, que abriga espécies encontradas nas porções tropicais da América Central, América Latina e Caribe. Neste gênero, estão presentes apenas 2 espécies a iguana-verde (nome científico Iguana iguana) e a iguana-do-caribe (nome científico Iguana delicadissima). Ambas as espécies podem atingir até 180 centímetros de comprimento e pesar até 9 quilos.

 Lagarto: Família Taxonômica Chamaeleonidae

A família Chamaeleonidae é considerada uma das mais conhecidas entre os insetos. Abriga cerca de 80 espécies, sendo a maioria delas encontrada na África (mais precisamente ao Sul do Saara), no entanto, também há exemplares em Portugal e na Espanha.

Nesta família, estão distribuídas as espécies de camaleão. Estes animais se diferenciam de outros lagartos pela sua capacidade de trocar de cor; sua língua longa e rápida; sua cauda preênsil; e sua curiosa capacidade de movimentar os olhos, de modo a proporcionar um campo de visão de até 360 graus. O comprimento corporal máximo geralmente é de 60 centímetros. Na pele, há grande distribuição de queratina, a qual fornece resistência, mas, de certa forma, obriga o processo de troca de pele durante o crescimento.

Todas as espécies de camaleão possuem hábitos diurnos. O período de maior atividade geralmente é no início da manhã e final do entardecer. No processo de caça, costumam ficar horas imóveis, aguardando a aproximação de uma presa.

Dentro do mecanismo de troca de cor, é possível que o animal apresente uma combinação de tons como vermelho, laranja, verde, preto, rosa, marrom, amarelo, azul claro, púrpura, entre outros. Este mecanismo é utilizado principalmente para camuflagem, mas também pode sinalizar um comportamento ou interação social, assim como expressar reações a mudanças no ambiente (frequentemente mudanças climáticas).

Lagarto: Lagartixas

As lagartixas ou calangos são nomes populares utilizados muitas vezes para se referir às espécies das famílias Gekkonidae e Lacertidae, assim como aos indivíduos do gênero Tropidurus.

A família Gekkonidae é originária da África, e, atualmente, pode ser encontrada em praticamente todas as zonas temperadas e quentes do planeta. As espécies são insetívoras, e podem contribuir inclusive no controle às pragas domésticas. Uma famosa espécie desta família é a osga doméstica (nome científico Hemidactylus frenatus), a qual se alimenta frequentemente aranhas, formigas, cupins, baratas, carapanãs, mariposas e grilos (sendo a maioria desses insetos encontrados em ambientes residenciais).

Hemidactylus mabouia

A espécie lagartixa-doméstica-tropical (nome científico Hemidactylus mabouia) também está inclusa na família Gekkonidae. Possui dimensões físicas muito pequenas (no caso, de 20 a 110 milímetros). Mesmo a espécie sendo oriunda da África, pode ser encontrada em quase toda a América. Também é considerada uma espécie comum em ambientes domésticos. Curiosamente, aqui no Brasil, recebe nomes específicos de acordo com o local. No Noroeste Paulista e em santa Catarina, pode ser chamada de crocodilinho de parede, por exemplo.

Já a família Lacertidae, envolve espécies nativas da África, Europa e Ásia. Conta com um total de 26 gêneros. O gênero Gallotia, em particular, teria evoluído desde que as primeiras ilhas emergiram do mar (no caso, a 20 milhões de anos atrás).

Quais São os Predadores do Lagarto e Seus Inimigos Naturais?

Como a definição de lagarto envolve uma grande quantidade de espécies distintas, é importante considerar que os predadores podem ser bastante específicos.

No caso das lagartixas, seus principais predadores são as cobras e gatos domésticos.

Camaleões também podem ser alvo de serpentes e, no caso, aves de rapina. Pequenos felinos também podem representar perigo.

Uma espécie não mencionada neste artigo é o dragão de Komodo (nome científico Varanus comodoensis), espécie que possui dimensões completamente exageradas e incomuns aos demais lagartos. Podem atingir até 166 quilos, 40 centimetros de altura e comprimento de 2 a 3 metros. Detém uma aparência, de certa forma, assustadora e um método de caça que consiste em morder as presas em pontos estratégicos para que estas morram de hemorragia, embora se alimentem principalmente de carniça. Dagrões de Komodo adultos não possuem predadores conhecidos, porém os indivíduos recém-nascidos da espécie podem ser predados por adultos canibais.

Depois de conhecer muitas características sobre os lagartos, nossa equipe o convida a continuar conosco para visitar também outros artigos do site.

Até as próximas leituras.

REFERÊNCIAS

Brittanica Escola. Lagarto. Disponível em: < https://escola.britannica.com.br/artigo/lagarto/481760>;

COSTA, Y. D. Infoescola. Camaleão. Disponível em: < https://www.infoescola.com/repteis/camaleao/>;

HARRIS, T. How stuff works. How Animal Camouflage Works. Disponível em: < https://animals.howstuffworks.com/animal-facts/animal-camouflage2.htm>;

Sua Pesquisa. Camaleão. Disponível em: < https://www.suapesquisa.com/mundoanimal/camaleao.htm>;

Wikipédia. Lagarto. Disponível em: < https://pt.wikipedia.org/wiki/Lagarto>.

Veja também

Alimentação do Castor: O que Eles Comem?

Os castores são mamíferos, roedores, de hábitos semi-aquáticos, conhecidos pela curiosa habilidade para construção, inclusive …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *