Home / Animais / Pepino do Mar Está em Extinção?

Pepino do Mar Está em Extinção?

Os pepinos do mar são animais marinhos equinodermes, tal como as estrelas-do-mar, lírio-do-mar e ouriço do mar. Podem ser encontrados tanto em águas ras quanto no oceano profundo.

Recebem esse nome em razão de sua forma cilíndrica, aliás, o corpo delgado e alongado, aliado ao eixo-laboral são peculiaridades suas, não encontradas em outros equinodermes.

O pepino do mar é bastante empregado na culinária asiática, especialmente em países como a China, Malásia e Japão. Propriedades medicinais também favorecem que o mesmo seja empregado na Medicina Tradicional Chinesa para o tratamento de dores articulares e fadiga.

O pepino do mar não está extinto, porém ameaçado de extinção. Apesar da inúmera quantidade de espécies (cerca de 1.711), as redes ilegais de compra e venda do animal acabam contribuindo para a diminuição de sua população.

Neste artigo, você conhecerá outras importantes características sobre o pepino do mar.

Então venha conosco e boa leitura.

Pepino do Mar Características Físicas e Fisiologia dos Órgãos Internos

Esses animais são invertebrados, logo não possuem espinha dorsal. Em razão da diversidade de espécies, o comprimento do pepino do mar é muito variável, podendo ser encontrados pepinos que medem desde 2 centímetros até incrível 200 centímetros de comprimento. A espessura varia entre 1 a 20 centímetros.

Possuem uma epiderme simples revestindo o esqueleto, além disso possuem um endoesqueleto (ou esqueleto interno), composto por placas calcáreas articuladas.

A boca é rodeada por mais de 10 tentáculos, cuja função é comer e cavar. Em relação à alimentação, estes animais podem ingerir algas ou lama (com considerável presença de nutrientes).

Pepino do Mar Transparente

Ao ingerir areia do mar, este animal também consome matéria orgânica aderida à ela, permitindo a reciclagem e renovação das águas marinhas.

A abertura anal é utilizada para duas funções: respirar e eliminar dejetos. Outra função (no mínimo bastante curiosa) deste orifício é expelir os órgãos internos do pepino do mar, ato que ocorre ocasionalmente, resultando na consequente criação de novos órgãos.

O sistema circulatório não é típico, uma vez que não existe coração, apenas um pequeno sistema de canais, os quais recebem o nome de canais pseudohemais. Estes canais possuem disposição radial e, em seu interior, contém um líquido incolor que contém amebócitos.

A respiração ocorre ao nível do sistema ambulacrário, e através da modalidade difusão. As árvores respiratórias ou hidropulmões são túbulos ramificados localizados dentro da cloaca e responsáveis por armazenar água para realização das trocas gasosas.

O ‘sistema excretório’ não conta com nenhum órgão especializado. O mecanismo de excreção ocorre com os catabólitos sendo levados pelos amebócitos diretamente aos pés ambulacrais, hidropulmoes ou outra estrutura que esteja em contato com a água. A eliminação, tal como a respiração, também ocorre através de difusão.

Em relação ao sistema nervoso, esses animais não possuem gânglios, porém contam um anel neural próximo à boca. Deste anel, saem os nervos radiais. Outro componente deste ‘sistema’ são as células táteis dispostas na superfície do corpo.

Como o pepino do mar não sabe nadar, sua movimentação é lenta e sempre no fundo do mar (seja areia ou lama).

Pepino do Mar Comportamento Reprodutivo

Há duas formas de reprodução do pepino do mar. Este animal pode se reproduzir de forma assexuada (quando se divide em dois), ou de forma sexuada. Na reprodução sexuada, a fêmea libera milhões de ovos no oceano, e estes são fecundados pelas células sexuais do macho. Após a fecundação, os ovos se desenvolvem sozinhos.

Pepino do Mar Está em Extinção?

Muitas espécies de pepino do mar estão ameaçadas de extinção.

Além da aplicabilidade culinária, estes animais podem ser empregados na produção de medicamentos, xampus e creme dental. Um prato típico da China que utiliza o animal é o chamado “bêche-de-mer”, no qual a parede exterior da pele do animal é desidratada e fervida.

Os pepinos do mar são comercializados após desidratação prévia. Na China, são vendidos por uma média de 300 a 400 euros por quilo, no entanto, as espécies mais cobiçadas e de melhor qualidade podem ser comercializadas pelo valor de até 5000 doláres por quilo. Pesando de modo comercial, cada pepino do mar adulto e fresco pesa, em média, 500 gramas; no entanto, mesmo com o processo de secagem (no qual, ele perde de 80 a 90% do seu peso), ainda gera uma grande margem de lucro.

Apesar do alto preço do animal, é possível encontra-lo à venda por valores absurdamente mais acessíveis, no entanto, é importante ter consciência que esses casos são decorrentes de pesca ilegal. Nesse contexto, é possível encontrar pepinos do mar com preço de até 2 doláres.

No Brasil, também ocorre pesca predatória do pepino do mar. No ano de 2018, a Polícia Rodoviária Federal apreendeu cerca de 220 quilos do animal, em Paraty, mais precisamente na Rodovia Rio-Santos. Entre os integrantes do grupo estava um chinês. A china, segundo noticiários, está por trás das redes ilegais de comercialização do pepino do mar nas Americas, na Europa, e até mesmo em algumas localidades da África.

Nos Estados Unidos, foi descoberto um esquema de pesca ilegal avaliado em até U$ 1,5 milhões, no qual dezenas de mergulhadores estavam envolvidos.

Pepino do Mar na Medicina Tradicional Chinesa

No pepino do mar, é possível encontrar níveis elevados de sulfato de condroitina. Esta substância é nada mais nada menos do que o principal componente da cartilagem; logo, sua deficiência está associada à artrite.

Os benefícios medicinais trazidos por esse animal, se aplicam ao alívio das dores articulares, fadiga e impotência, além de importantes propriedades anti-inflamatórias.

Agora que você já conhece relevantes informações sobre o pepino do mar, incluindo suas características físicas, fisiologia dos órgãos internos, reprodução, aplicações culinárias e terapêuticas, além de um breve relato das ocorrências de pesca predatória (as quais contribuem para que o animal esteja ameaçado de extinção); o convite é para que continue conosco e visite também outros artigos do site.

Aqui há muito material de qualidade nos campo da zoologia, botânica e ecologia de um modo geral.

Até as próximas leituras.

REFERÊNCIAS

Britannica Escola. Pepino-do-mar. Disponível em: <https://escola.britannica.com.br/artigo/pepino-do-mar/605933>;

MESQUITA, L. J. Estadão. Pepinos do mar: tráfico internacional envolve até Yakuza. Disponível em: <https://marsemfim.com.br/pepinos-do-mar-escandalo-eua-e-china/>;

Super Interessante. O que é pepino-do-mar? Disponível em: <https://super.abril.com.br/mundo-estranho/o-que-e-o-pepino-do-mar/>;

Wikipédia. Pepino-do-mar. Disponível em: <https://pt.wikipedia.org/wiki/Pepino-do-mar>.

Veja também

Furão Tourão: Características, Filhotes, Nome Científico e Fotos

O furão tourão é um nome muito comum usado para se referir ao furão, um …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *