Home / Animais / Ciclo de Vida do Marisco: Quantos Anos Eles Vivem?

Ciclo de Vida do Marisco: Quantos Anos Eles Vivem?

Por definição, mariscos são crustáceos e moluscos de água doce ou salgada, (popularmente conhecidos como frutos-do-mar) amplamente empregados na culinária.

Em relação aos crustáceos, há aproximadamente 67.000 espécies descritas, porém estima-se que a quantidade real (ainda não descoberta) seja de 5 a 10 vezes maior. Os crustáceos mais famosos são os caranguejos, lagostas, camarões, cracas, tatuzinhos-de-jardim e siris.

Em relação aos moluscos, o numero de espécies viventes confirmadas é de aproximadamente 93.000, embora estima-se que a quantidade real seja de 200.000. O filo conta com um quantitativo de 70.000 espécies fósseis descobertas. Os moluscos mais populares são os polvos, lulas, caramujos, ostras e até mesmo caracóis (os quais, curiosamente, são animais terrestres).

Levando em consideração esse enorme quantitativo e diversidade em formas, tamanhos e hábitos, conclui-se que também haja diversidade em termos de ciclo de vida e expectativa de vida- informações que você conhecerá melhor ao longo deste artigo.

Então venha conosco e boa leitura.

Ciclo de Vida do Marisco: Quantos Anos Eles Vivem? – Bivalves/ Artica Islandica

A classe taxonômica Bivalvia contém uma grande diversidade de espécies (atualmente 15.000), cuja concha é formada por duas valvas. A união entre estas valvas é realizada por meio de ligamentos e músculos- entre as mesmas, estão presentes o pé muscular, assim como os sifões inalantes e exalantes. Os bivalves mais famosos são os mexilhões, ostras, conquilhas e amêijoas.

Acredite se quiser, mas esta classe taxonômica abriga o animal com maior expectativa de vida do mundo. O Artica islandica pode atingir até 400 anos de idade, graças ao seu metabolismo lento. Inclusive um indivíduo em particular (‘batizado’ pelo nome “Ming”) atingiu a incrível marca de 507 anos, sendo registrado pelo Guiness Book como o animal mais antigo encontrado vivo no mundo. Infelizmente, Ming morreu no ano de 2006. Sua idade e longevidade foi estimada através de uma série de estudos e testes.

Artica Islandica
Artica Islandica

Em relação à reprodução e ciclo de vida dos bivalves de modo geral, estes possuem sexos separados (embora, acredite-se que poucas espécies possuam hermafroditismo).

A fecundação é externa, para a maioria dos casos. Geralmente, os ovos transformam-se em larvas dentro de alguns dias. Estas larvas passam por um segundo estágio larval e depois se transformam em juvenis. Algumas espécies contam com fecundação interna, na qual a fêmea puxa a água que contém os espermas. Neste caso, os filhotes são criados dentro do manto e liberados para o meio exterior quando estão no seu segundo estágio larval ou na forma de juvenis.

No caso dos bivalves pertencentes à ordem Unionidae há fertilização interna, mas também outras diferenças em relação ao ciclo de vida dos demais bivalves. Quando as larvas são liberadas do interior da fêmea, se fixam às guelras ou nadadeiras de um peixe hospedeiro. Depois de muitas semanas, tais larvas abandonam o hospedeiro e, no substrato, se transformam em juvenis.

Ciclo de Vida do Marisco: Quantos Anos Eles Vivem? – Polvos

Os polvos são moluscos pertencentes à ordem taxonômica Octopoda. Apresentam 8 braços dispostos ao redor da boca, sendo que tais estruturas também contam com a presença de ventosas.

Não possuem nem esqueleto interno e nem externo.

Os principais mecanismos de defesa são a liberação de tinta, a mudança de cor e até a autotomia dos braços (para algumas espécies). A autotomia é o mesmo mecanismo que ocorre com a cauda das lagartixas domésticas, a qual se desprende e depois é regenerada.

Ok, mas, em relação ao ciclo de vida, a reprodução é sexuada e o acasalamento pode durar várias horas ou até mesmo dias. Durante o seu período fértil, a fêmea pode ser fecundada por um ou por vários parceiros sexuais. Após a fecundação, esses ovos são depositados em um ninho, o qual pode abrigar até 200 mil ovos. A fêmea cuida dos ovos durante a maturação, certificando-se que não sejam atacados por algas e outros organismos. A fêmea também garante boa oxigenação desses ovos ao favorecer correntes de água. É curioso saber que a fêmea morre após a eclosão dos ovos, possivelmente porque não se alimenta durante o período de incubação.

Os filhotes recém-nascidos recebem o nome de Mini-tentacloids. Inicialmente, alimentam-se de plânctons, estrelas-do-mar e larvas de caranguejo; e podem ser predados por baleias e águas-vivas. A fase inicial de desenvolvimento chama-se paralarvare, após esse período, os filhotes se tornam maiores.

Octopus Vulgaris
Octopus Vulgaris

A expectativa de vida depende da espécie. Ao todo, existem mais de 300 espécies de polvos. O polvo comum (nome científico Octopus vulgaris) possui distribuição mundial, porém, sua longevidade é bastante reduzida. Machos podem alcançar até 20 meses de idade, sendo este número ainda inferior para as fêmeas (17 meses).

O polvo-de-anéis-azuis (nome científico Hapalochlaena maculosa) pode viver até 2 anos. O polvo-gigante-do-Pacífico (nome científico Enteroctopus dofleini) possui uma expectativa de vida compreendida entre 3 a 5 anos.

Conhecendo Algumas Espécies de Bivalves

A espécie conhecida como amêijoa-japonesa (nome científico Ruditapes philippinarum) possui a presença de linhas bem marcadas na concha, cuja coloração pode variar entre cinza, preto e torrado.

A amêijoa-vermelha ou molusco vermelho (nome científico Venerupis rhomboides) possui uma coloração avermelhada que pode variar do creme ao marrom. Também possui faixas quebradas (às vezes, em zigue-zague), manchas e estrias mais escuras do que a coloração de base.

A Maior e Mais Curiosa Espécie de Bivalve: Amêijoa Gigante-Ciclo de Vida e Longevidade

Esta espécie, de nome científico Panopea generosa, é nativa do noroeste dos Estados Unidos e oeste do Canadá.

Possui um formato fálico extremamente peculiar, além de grandes dimensões (podendo pesar até 5 quilos).

São animais extremamente longevos, cuja maior expectativa de vida registrada alcançou 168 anos. Todavia, é um pouco raro encontrar indivíduos com mais de um século de vida.

Receita com Panopea Generosa
Receita com Panopea Generosa

Ao longo da vida, a fêmea é capaz de produzir aproximadamente 5.000 milhões de ovos. Porém, há uma grande taxa de não-eclosão destes ovos, bem como alta mortalidade de juvenis.

*

Depois de conhecer um pouco mais sobre os mariscos, em especial sobre o ciclo de vida e expectativa de vida de algumas espécies; nosso convite é para que continue conosco para visitar também outros artigos do site.

Aqui há muito material de qualidade nos campos da zoologia, botânica e ecologia de um modo geral.

Até as próximas leituras.

REFERÊNCIAS

Forbes. 10 animais com maior longevidade do mundo. Disponível em: < https://forbes.com.br/listas/2015/03/10-animais-com-maior-longevidade-mundo/#>;

Meus animais. Como é o modo de vida do molusco ? Disponível em: <https://meusanimais.com.br/como-e-o-modo-de-vida-do-molusco/>;

Wikipédia. Polvo. Disponível em: <https://pt.wikipedia.org/wiki/Polvo>;

Wikipedia in English. Bivalvia. Disponível em: < https://en.wikipedia.org/wiki/Bivalvia>;

Veja também

Por que os Equinodermos Tem Esse Nome?

O filo Echinodermata teria surgido no período pré-histórico Cambriano ou Câmbrico (o qual, na escala …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *