Home / Animais / Tudo Sobre a Raça Dachshund: Características e Fotos

Tudo Sobre a Raça Dachshund: Características e Fotos

As características que podemos observar nessas fotos e imagens fazem da raça de cães Dachshund uma variedade à parte, até mesmo para a Federação Cinológica Internacional, devido à suas inúmeras peculiaridades, especialmente no que diz respeito à sua aparência física e tipos de pelagens.

O Dachshund é uma raça oriunda da Alemanha, onde também pode ser conhecido como “Teckel” ou “Dackel”.

Eles apresentam-se como cães miniatura, Kaninchen ou Standard; e são bastante famosos por terem desenvolvido um olfato dos mais poderosos; o que os torna excelentes farejadores, capazes de identificar e rastrear uma presa nos mais diferentes tipos de tocas, buracos e escavações.

Com essas características eles tornam-se o terror de diversas espécies de raposas, texugos, doninhas, castores, lebres, coelhos, e do que quer que se mova a uma distância confortável do seu faro – talvez a ferramenta mais poderosa entre os canídeos.

Acredita-se que essa raça seja uma das mais antigas dentre as que se tem registro; e é possível que eles já tenham sido cães de caça dos lendários faraós egípcios há mais de 3.000 anos a.C.!

Mas foi somente a partir dos diversos trabalhos de cruzamentos realizados por criadores alemães, com vistas a produzir uma raça pequena, robusta, veloz e capaz de enveredar-se com facilidade pelas tocas de pequenos mamíferos, que o “cão salsicha” (como ele também é conhecido) deu finalmente o ar de sua graça em meio a essa comunidade dos canídeos.

E tudo o mais que se sabe sobre essa raça Dachshund é que ela acabou caindo de imediato nas graças das classes mais abastadas do continente europeu, tal a singularidade e exoticidade das suas formas, não comparadas às de nenhuma outra raça conhecida no planeta.

Tudo Sobre a Raça Dachshund: Características, Peculiariades, Fotos e Imagens

Mas a popularidade dos “cães salsichas” começa mesmo é quando eles passam a ser exportados da Alemanha e recebidos pela corte inglesa no início do séc. XIX, muito por causa das suas qualidades de caçadores (força, coragem e agilidade), mas também pelas de cães de companhia (esperteza, disposição e inteligência).

Um cão Dachshund costuma pesar em média 9 ou 10 kg e possui uma altura que dificilmente ultrapassa os 20 cm. Mas o curioso é que ele costuma ser medido, para fins de padronização, pela circunferência do seu tórax (que geralmente oscila entre 30 e 35 cm).

E dentre as principais curiosidades acerca dessa raça, podemos destacar a sua longevidade. Os Dachshund estão entre as raças que possuem a maior expectativa de vida entre os cães; sempre com médias superiores a 12 ou 13 anos, e com alguns casos de animais que viveram até os inacreditáveis 19 anos de idade!

Outra curiosidade acerca dessa raça diz respeito ao prestígio que ela acabou conquistando no seio das antigas cortes europeias.

O que se diz é que Alemanha, Inglaterra e França a tinha como uma das raças de cães de companhia mais apreciadas; a ponto de um deles tornar-se uma espécie de “xodó” da rainha Vitória, que o tratava como parte da própria corte inglesa.

E, como dissemos, apesar de haver registros de cães semelhantes aos Daschshunds há milhares e milhares de anos no território quase fantástico do Egito, convencionou-se apontar as origens dessa raça a partir de cruzamentos realizados com a participação de cães europeus, como os Terriers, Spaniels e os Hounds, por exemplo.

E tudo isso a partir de algum período dentro da Idade Média, quando os alemães começaram a fazer os experimentos que resultaram na criação da raça de cães Dachshund com as características que conhecemos atualmente.

Uma Origem Bastante Controversa

Tudo o que pudemos perceber até aqui sobre as origens dessa raça de cães Daschshund nos revelam a personalidade de uma variedade exótica e singular como poucas.

E toda essa singularidade acabou resultando na criação de espécies de “sub-raças”,  como o Dachshund de Pelo Duro, o de Pelo Curto, o de Pelo Longo, entre outras variedades criadas a partir do cruzamento com os Schnauzers, Spaniels, Terriers, Dinmont Terriers, entre outras que contribuíram para a consolidação das suas características.

Mas essas variações só foram mesmo possíveis a partir dos originais cães Daschshunds utilizados como matrizes a partir do séc. XVIII.

Origem da Raça Dachshund
Origem da Raça Dachshund

Foram esses os animais utilizados para o início de um processo de cruzamentos com o objetivo de produzir “cães de tocas”, “cães de buraco” ou “cães de texugo” ainda mais competentes para esse fim.

Também consta que os primeiros cães dessa raça eram bem maiores. O exemplar de um Dachshund poderia atingir facilmente os 16 ou 17 kg; com pernas bem mais longas, pelagem densa; porém já com as características de caçadores natos; como verdadeiros flagelos na vida de coelhos, lebres, texugos, raposas, e até mesmo dos assustadores javalis (por mais incrível que isso possa parecer!).

Apesar das singulares pinturas ou gravuras de cães semelhantes aos “salsichas” encontradas em cavernas e construções egípcias há 3.000 a.C., os registros mais antigos de uma raça já com essas características dos Dachshunds foram anotados mais recentemente, no período medieval, entre os sécs. VI e XV na Alemanha.

Por isso mesmo eles são considerados cães tipicamente alemães; e que acabaram pagando um alto preço por essa condição; em especial durante a 1ª Guerra Mundial, quando até acabaram sendo sacrificados por esse único e exclusivo motivo.

Mas, felizmente, para a alegria de crianças, adultos e idosos, os Dachshunds conseguiram sobreviver a tal assédio.

E acabaram sendo incorporados às sociedades inglesa e norte-americana como um dos favoritos das classes média e alta desses países; como símbolos de esperteza, agilidade e desenvoltura que em nada deixavam a desejar aos mais apreciados cães de companhia do mundo.

Além, obviamente, do fato de serem hábeis caçadores e capazes de manter uma residência totalmente livre dos mais diversos tipos de pragas urbanas, como uma espécie de reminiscência da época em que eram imbatíveis quando se tratava da caça de uma boa presa.

Tudo Sobre as Características dos Processos de Cruzamentos da Raça Dachshund

Antes da sua popularidade, o Dachcshund (ou “cão salsicha”) era considerado apenas e tão somente uma “raça pequena e de pernas tortas”.

Eram os “cães de texugos” ou “cães escavadores”; e foi justamente como “cão texugo” (ou “Dach hund”, em alemão) que ele foi definitivamente batizado; muito por conta da observação da sua habilidade em farejar e retirar da sua zona de conforto um texugo onde quer que eles estivesse enterrado.

E sobre essa habilidade dos Dachshunds, o que se sabe é que ele ocorre muito por conta de um faro dos mais apurados entre as espécies de canídeos existentes.

E que tornou-se ainda mais apurado a partir dos cruzamentos efetuados com raças como o Pinschers e os Brackes – o que ainda resultou em variações de Dachshunds com pelos longos.

Filhote de Dachshund Adulto
Filhote de Dachshund Adulto

Mas também contribuíram para isso os cruzamentos efetuados com os Spaniels e os Stoberhund alemães; assim como a raça de pelo duro surgiu ao final do séc. XIX como o resultado do cruzamento entre o Pinscher Alemão, o Dachshund de pelo liso e o Dandie Dinmont Terrier.

E todos eles com as características de caçadores natos. Alguns mais eficientes em terrenos planos, outros nos mais acidentados. Enquanto outros apresentavam uma desenvoltura sem igual em meio a uma bosque ou floresta arbustiva; em áreas abertas, campos e prados…

Mas sempre com as características de força, valentia, esperteza, agilidade e resistência, em um cão de porte discreto e diminuto; como uma das principais singularidades que podem ser observadas nessa não menos singular e original família Canidae.

Dachshund: Um Cão de Companhia sem Igual Dentro Dessa Comunidade

Como podemos observar por essas fotos, a raça Dachshund é, sem dúvida, uma das mais originais dentre todas as que são atualmente conhecidas no planeta.

Mas o curioso é que só a partir do séc. XX esses animais foram produzidos com o objetivo de tornarem-se cada vez menores e aptos a saírem à caça de espécies ainda menores que eles.

Foram os Toy Terriers e os Pinschers as raças escolhidas para esse processo com vistas a produzir menores e mais ágeis raças de Dachshunds. E quando, finalmente, adentramos no ano de 1910, os selecionadores passaram a adotar critérios mais rígidos para definir o que poderia ser verdadeiramente considerado como uma raça original.

Dentre os critérios adotados, convencionou-se que um deles seria a comprovação de uma seleção a partir do Dachshund, do Pinscher miniatura, do Papillon e do Schnauzer miniatura, para a criação de cães Dachshunds de pelos lisos, longos e curtos – as três variedades que definem a raça.

A Raça Dachshund
A Raça Dachshund

Agora, finalmente, temos a raça como a conhecemos atualmente; no Brasil bastante popular a partir dos anos 90 muito por conta de uma famosa propaganda que nos trouxe uma raça praticamente desconhecida até então.

Assim como também ocorreu nos Estados Unidos, onde a partir do início do séc. XX tornou-se uma das raças de companhia mais apreciadas pelas classes média e alta do país.

Especialmente pela sua fama de conseguir, como poucas, equilibrar as características de singeleza, valentia, esperteza e facilidade de convivência; além de ser um brincalhão nato – o que, nesse caso, os torna companhias inigualáveis para crianças, idosos e pessoas com algum tipo de deficiência.

Um Cão de Caça e uma Excelente Companhia

Tudo o que foi dito até aqui sobre a raça Dachshund naturalmente nos revelam as características de um típico cão de caça. Mas isso depende muito do país onde eles tenham se popularizado.

Sabe-se que na Alemanha e na Inglaterra, por exemplo, eles continuam sendo apreciados mesmo é pelas suas habilidades de caçadores; com coragem, valentia e força suficientes para cumprir qualquer missão que diga respeito à perseguição e caça de uma boa presa.

O que se diz é que o odor de sangue de um animal ferido pode ser tudo de que eles precisam para atingir o alvo em cheio!

E a partir daí, escavar, escavar e escavar vigorosamente! Até que o infeliz seja finalmente encontrado e tenha a sua sentença de morte decretada! independentemente de ser ele um texugo, um castor, ou até mesmo uma raposa, uma lontra, um javali ou qualquer outro mamífero de pequeno porte que ouse cruzar o seu caminho!

Mas os Dachshunds tornam-se insuperáveis mesmo é quando são adequadamente adestrados; um expediente que ainda ajuda a controlar o seu gênio reconhecidamente forte e que exige firmeza e paciência por parte de um bom adestrador.

E como já havíamos dito anteriormente, os Dachshunds também podem ser apreciados simplesmente como cães de companhia.

É como eles são apreciados na França, no Brasil, na Itália, no Japão, e em outros lugares onde os de pelos longos e os curtos são apreciadíssimos, especialmente por serem mais carinhosos, esportivos e menos temperamentais.

Enquanto isso, o de pelo curto, por sua vez, fica com o troféu de mais genioso e mal-humorado; com um gênio forte que exige ainda mais habilidade por parte dos seus donos.

Esses são os que tornaram-se os melhores caçadores; e se não encontram presas em ambiente selvagem, tratam de dar fim a toda e qualquer espécie de praga urbana que possa ser encontrada numa residência, como típicos exterminadores naturais de pragas urbanas que são.

Eles simplesmente fazem um verdadeiro extermínio de toda espécie de ratos, baratas e demais insetos que configuram-se como verdadeiros pesadelos na vida de qualquer dona de casa.

E por essas e outras, desde meados dos anos 50, essa raça vem crescendo e cada vez mais assumindo o posto de uma das mais apreciadas como companhia em todo o mundo. Com a sua estrutura física das mais originais, e que não os deixa passar despercebidos onde quer que estejam.

São presenças garantidas em concursos de beleza e ventos, onde as suas formas, digamos, cilíndricas, fazem sucesso imediato; e fazem também com que qualquer um se renda a tamanha singularidade e exoticidade não encontradas em nenhuma outra raça de cães.

A Personalidade da Raça de Cães Dachshunds

Sem dúvida, uma das principais características (como podemos observar nessas fotos) da raça de cães Dachshunds, é a sua inteligência e disposição para executar tarefas.

Quem tem um “cão salsicha” em casa sabe que na verdade tem um grande companheiro, que não terá a menor dificuldade em pegar-lhe um objeto, tirar os seus sapatos após uma exaustiva jornada de trabalho, ou mesmo executar algumas peripécias típicas dos cães adestrados.

Mas o seu gênio forte também chama a atenção logo de cara! Na verdade essa sua característica acabou tornando-se um critério para a certificação de uma raça Dachshund original. Assim como também a sua valentia, disposição para o trabalho, coragem, uma certa dose de teimosia, extroversão, entre outras características que, ausentes, logo levam à suposição de que a raça talvez não seja tão autêntica assim.

Personalidade da Raça Dachshund
Personalidade da Raça Dachshund

Os cães Dachshunds são trabalhadores por natureza! E não importa se são convocados para um trabalho na superfície ou nos subterrâneos. Independentemente de onde seja, eles cumprirão a missão a contento; muitas vezes até com um certo exagero em cumpri-la; como uma das principais curiosidades acerca dessa original variedade de cães.

Fisicamente, eles também chamam a atenção por um par de pulmões dos mais vigorosos (para um cão tão pequeno), um coração não menos robusto; e tudo isso em um tórax de fazer inveja às raças mais robustas dentro dessa comunidade dos canídeos.

Características que às vezes dão a impressão de que estamos diante de um animal bem maior (especialmente quando estão latindo) do que verdadeiramente são. O que também lança uma série de especulações acerca dos critérios envolvidos nos processos de cruzamentos pelos quais eles passaram ao longo dos séculos.

Uma Raça de Cães Única

Como dissemos, nesse nosso esforço para tratar de tudo o que puder ser dito sobre a raça de cães Daschshunds, concluímos que estamos falando aqui de uma raça que caracteriza-se pela personalidade forte e geniosa.

Sim, estes animais fazem parte daquela comunidade que muitas vezes costuma eleger um membro da família como o seu preferido; e por isso mesmo, não raro, acabam tornando-se extremamente ciumentos e também bastante arredios e mal-humorados, a depender da situação.

Outra coisa importante a saber sobre esses animais, é que eles possuem uma energia que dificilmente um ser humano consegue acompanhar.

E por isso mesmo, apesar de poderem ser criados tranquilamente no espaço restrito de um apartamento, os passeios ao ar livre deverão ser eventos obrigatórios nas suas rotinas diárias caso queira manter o seu companheiro física e mentalmente saudável.

Características da Raça Dachshund
Características da Raça Dachshund

E nem pensar em fazer uma viagem em família e deixá-los sozinhos por longos períodos!

Isso porque os cães Daschshunds também são daqueles que não toleram longos períodos de solidão; o que eles gostam mesmo é de uma casa cheia e animada; do contrário, pode até acontecer do cão acabar falecendo de tristeza, como uma das principais curiosidades que podem ser observadas no seio dessa comunidade dos animais de estimação.

Mas, apesar disso, eles podem, sim, ser considerados típicos cães de companhia. E ainda são daqueles tipos bastante higiênicos, não tão afeitos a longas jornadas de latidos insuportáveis e que não possuem aquele terrível hábito de morder e destruir tudo o que veem pela frente.

Se tiver crianças em casa, terá uma excelente companhia para elas! E se precisar de um cão vigia, não tem problema, o Dachshund se comportará bem diante dessa missão, já que são sensíveis ao menor sinal da presença de pessoas estranhas dentro e no entorno da casa.

Companheirismo do Dachshund
Companheirismo do Dachshund

E tudo isso sem gerar conflitos com outros animais; comportando-se muito bem na presença de outros cães e demais espécies domésticas; como um típico companheiro para as horas difíceis.

Daqueles que quando as coisas ficam complicadas estão sempre prontos a dar um “latido de confiança”; ou simplesmente um abanar de cauda, que é o sinal de que eles estão ali para qualquer situação.

Como uma companhia sem igual para homens e mulheres solteiros e solitários! Parceiros inseparáveis de indivíduos com os mais diversos tipos de perfis e características pessoais.

Outras Características dos Cães Dachshunds

Os cães Dachshunds modernos, como já dissemos, dificilmente ultrapassam um peso entre 6 e 10 kg (o padrão), e não mais do que 5 kg (os miniaturas).

E eles ainda chamam a atenção pelas suas pernas atarracadas, pele pouco firme, um tórax cilíndrico, entre outras características produzidas intencionalmente para torná-los caçadores de primeira linha.

Outras características desse animais são os seus diferentes tipos de pelagem. Um cão Dachshund pode ser encontrado com uma textura lisa, longa e dura. E para cada tipo de pelagem atribui-se uma personalidade diferente para esses animais.

Os de pelagem dura costumam ter um porte menor; só que nas demais características eles concordam bastante: possuem olhos medianos e ovalados, uma expressão facial amigável, coloração entre o castanho-escuro e o castanho reluzente (e ainda meio avermelhada), altura entre 20 e 23 cm, circunferência do tórax entre 30 e 35 cm, entre outras características não menos marcantes.

Mas essa pelagem do Dachshund pode variar bastante. É possível encontrá-los em uma rústica coloração entre o creme e o avermelhado, e com alguns frisos escuros em intervalos regulares. É possível, também, encontrá-los em uma inusitada combinação de castanho, preto, amarelo tostado e cinza-azulado.

Um Dachshund muitas vezes apresenta-se com algumas marcas meios acastanhadas, faixas escurecidas, um aspecto meio malhado, ou mesmo com alguns fios em uma extravagante mistura de ferrugem, chocolate, marrom, preto, além de outras variações sempre em tonalidades mais sóbrias.

Pelagem dos Cães Dachshunds
Pelagem dos Cães Dachshunds

Mas como um padrão de pelagem para esses cães, podemos determinar as variações curtas (ou lisas), longas e duras. E, destas três, os de pelos longos e duros são os mais facilmente encontrados na Alemanha (ou mesmo na Europa).

Enquanto os de pelos curtos são os que tornaram-se populares nas regiões mais tropicais do planeta (em especial no Brasil), devido à facilidade de limpeza, por não soltarem pelos e por suportarem melhor as altas temperaturas abaixo da linha do Equador.

Um Cão com Características Bastante Particulares

E tudo o mais que se sabe sobre os aspectos físicos da raça de cães Daschshunds, à parte as demais características que podem ser observadas por meio dessas fotos, é que o seu padrão de pelagem varia bem mais dos que os tradicionais padrões em castanho, canela e preto, que tornaram-se tão populares no Brasil.

Eles apresentam variações genéticas que podem fazer com que essa padronagem que vai do canela ao preto, por exemplo, varie sobremaneira, até alcançar tons de creme ao ferruginoso.

Mas é possível, também, que essa composição genética, que resultaria em um preto bastante chamativo, faça com que surja um cão com variados tons de cinza e de azul, ou mesmo com um vigoroso tom acastanhado.

Agora, sobre o temperamento dessa raça, o que se diz é que eles são a própria expressão do equilíbrio.

Um cão Dachshund costuma apresentar coragem, esperteza, vivacidade, disposição e mansidão em igual medida. E por isso mesmo pode ser indicado como cão de companhia para indivíduos dos 8 aos 80 anos, com todo o tipo de personalidade e estilo de vida; independentemente de se gosta de um pouco mais de agito ou se prefere paz e tranquilidade.

Para todos esses perfis eles se adequarão a contento! E ainda mais se forem adequadamente adestrados desde filhotes, a fim de que sejam domados nos seus excessos, especialmente no que diz respeito à teimosia e à disposição para brincar e alegrar a casa como poucos.

O que se diz também é que de um cão pequeno ou miniatura eles só têm mesmo é o tamanho! Pois, na verdade, quem quer que adquira um “cão salsicha” terá em casa, na verdade, um cão robusto disfarçado em um cão de pequeno porte!

E ainda com a vantagem de guardar bem vivas as suas características, digamos, ancestrais; especialmente as que dizem respeito ao seu gosto por caçar tudo o que se mova; o que faz deles excelentes exterminadores naturais de todo o tipo de praga urbana e residencial.

Temperamento

A CBKC, “Confederação Brasileira de Cinofilia”, define a raça de cães Dachshund como “amáveis”, “equilibrados”, “protetores”, “geniosos”, “valentes” e “brincalhões”. – Como se vê, são os típicos cães de companhia que todo mundo sonha ter um dia.

E uma curiosidade a respeito das características dessa raça é que os inúmeros processos de cruzamentos pelos quais ela passou ao longo de séculos contribuíram até mesmo para definir as suas características psicológicas.

Basta saber, por exemplo, que a introdução da raça Cocker nesse processo resultou em uma variedade de pelos longos mais sóbria e menos agitada.

Por outro lado, a presença de alguma porcentagem de DNA de raças como a dos Pinschers contribuiu para a criação de uma variedade com pelos mais curtos, além de agitados, brincalhões e geniosos.

E tudo o mais que se sabe sobre o temperamento da raça Dachshund, à parte as suas características e singularidades, como essas que podemos observar nessas fotos, nos dão conta de que o adestramento deve ser parte fundamental da criação desse animal.

Isso porque eles trazem ainda bem forte as marcas da sua ancestralidade; especialmente no que se refere à necessidade de fuçar, caçar, farejar…o que muitas vezes os torna animais teimosos, geniosos e difíceis de entender a hora de parar e obedecer.

Mas, à parte a característica de tranquilidade das variedades de pelo longo, do gênio difícil dos de pelo duro, e do equilíbrio entre essas características dos de pelo liso, o que se sabe é que essa raça de cães Dachshund é uma das mais apreciadas quando o assunto são animais de caça e de companhia.

É um tipo dos mais extravagantes dentro dessa comunidade dos canídeos; não parecido com nada que se conheça nesse imensa e original família – uma comunidade que não se cansa de surpreender pelas características dos seus exemplares, que estão entre os mais admirados quando se trata de animais de estimação.

Tudo Sobre os Cuidados com a Raça Dachshund

De um modo geral, podemos dizer que os “cães salsichas” são animais fortes e resistentes por natureza. Mas é preciso tomar cuidado com o excesso de peso nesses animais, já que essa é uma das principais causas dos problemas na coluna que eles costumam apresentar com o avançar da idade.

Agora, com relação à pelagem, os cuidados devem variar de acordo com cada tipo de cão: os de pelo longo, por exemplo, são mais exigentes; eles exigem pelo menos 1 escovação a cada 4 dias e uma tosa sempre que houver necessidade.

Já os de pelo liso são os que dão menos trabalho. Eles quase não exigem escovações (e nem tosas); por outro lado, os de pelo duro irão necessitar de uma escovação por semana e uma tosa também sempre que houver necessidade.

Cuidados com a Raça Dachshund
Cuidados com a Raça Dachshund

E não é necessário nem lembrar que os produtos utilizados durante os banhos e demais cuidados com o animal deverão ser próprios para cães, pois eles possuem substâncias com ações específicas sobre diversos tipos de fungos, vírus e bactérias só encontrados nesse tipo de animal.

Além disso, esses produtos evitam o desencadeamento de processos alérgicos bastante comuns em cães que utilizam composições próprias para humanos, como a amônia, o peróxido de hidrogênio, o hidróxido de sódio, entre outras substâncias capazes de causar sérios danos à pelagem e ao organismo do animal.

Outras complicações que podem surgir com a idade nos cães Dachshunds são: luxação na patela, ressecamento dos olhos, problemas de audição, sobrepeso, entre outros transtornos que costumam ser típicos das raças de cães de pequeno porte, e que precisam ser observados a tempo caso deseje manter a saúde do seu animal nas melhores condições possíveis.

Uma Raça e as suas Peculiaridades

Como podemos perceber por essas fotos e imagens, a raça Daschshund possui as características de ser esportiva e bastante afeita a uma boa jornada de caminhadas ao ar livre, capazes de mantê-los dentro do peso, e, com isso, evitar a maioria das complicações de saúde que os acometem.

Outra coisa importante a saber sobre a rotina desses animais, é que a sua conformação física (semelhante a uma salsicha) faz com que eles apresentem facilidade de lesionar a coluna durante saltos, pulos ou movimentações extravagantes.

Uma peculiaridade que exige que se tenha bastante atenção à sua estrutura corporal na hora das brincadeiras, pois uma movimentação inadequada poderá ser extremamente danosa para a integridade física do animal.

Os cães Dachshund também não requerem uma rotina tão rigorosa de banhos. A não ser quando eles encontram uma convidativa poça de lama – que curiosamente apreciam – , ou mesmo quando têm a oportunidade de fazer uma boa investida no ambiente de matas e florestas, onde possam deleitar-se no ambiente que os seus antepassados tanto apreciavam.

A não ser nesses casos, os banhos podem ser bastante espaçados, especialmente quando se tratar das raças de pelo curto e liso (as menos exigentes); ao contrário das de pelo longo, que nesse caso exigem banhos quinzenais ou até mesmo mensais.

Atenção às suas Exigências

E tudo o que sabemos sobre as raças Dachshund (relativas aos seus cuidados) é fruto da experiência com as mais diversas variedades adaptadas a quase todos os continentes, com todas as suas características e peculiaridades.

A experiência cotidiana com esses animais nos ensina, por exemplo, que eles são bastante propensos a desenvolverem fungos e bactérias na região do ouvido, como o resultado do grande volume das suas orelhas, que descaem sobre as laterais do rosto e transformam o canal auditivo num ambiente acolhedor para esses tipos de micro-organismos patológicos.

Como um método de prevenção, a dica é sempre proteger (com uma gaze ou pedaço de algodão) ambos os canais auditivos durante o banho. Logo após, proceda a uma limpeza do ouvido do animal a cada 8 dias com uma solução ceruminolítica (para retirada do excesso de cera) adquirida em lojas pets de confiança. E a solução geralmente apresenta-se em gotas, que deverão ser aplicadas da forma como recomendado pelo fabricante.

Agora, no caso de uma otite já instalada, o procedimento deverá ser mais especializado.

Cães Dachshund - Cuidados
Cães Dachshund – Cuidados

O profissional em veterinária geralmente prescreve o uso de antibióticos, anti-inflamatórios e analgésicos, como forma de combater uma infecção por fungos e bactéria que já esteja bastante avançada, e cuja negligência costuma provocar a surdez do cão na maioria dos casos.

Saiba também que essa raça Dachshund é bastante sensível ao frio. Temperaturas abaixo de 10°C costumam ser terríveis para esse animal! E aqui o aconselhável é mantê-los suficientemente agasalhados, ou até mesmo na região interna da casa – a depender das condições da moradia, obviamente.

Por fim, mais uma vez, não custa lembrar da necessidade de manter uma rotina de exercícios para esses cães.

Os Dachshunds precisam de pelo menos 1 ou 2 km de caminhadas diárias; que ainda podem contemplar uma sequência de treinos e jogos estimulantes capazes de mantê-los sempre dentro do peso.

São atividades que contribuem para mantê-los sempre dispostos, felizes e mentalmente satisfeitos; e com todas as características físicas e psicológicas que são tão admiradas nessa raça.

Algumas Curiosidades Sobre a Raça de Cães Daschshund

Tudo o que dissemos até aqui sobre a raça Dachshund ainda não é suficiente para expor adequadamente as peculiaridades típicas de uma raça que passou por séculos e mais séculos de cruzamentos e manipulações genéticas para que se produzissem às características que hoje conhecemos nesse animal.

E dentre as suas principais curiosidades, sabemos que eles são espécies de símbolos da Alemanha; e que até pagaram um preço consideravelmente alto por essa sua origem, especialmente durante a 1ª Guerra Mundial, quando acabaram servindo de modelos para charges, cartazes, panfletos e tudo o mais que pudesse ridicularizar a Alemanha.

Mas sabe-se, também, que muitos desses cães foram sacrificados pelo simples fato de serem alemães; em um dos momentos mais tristes da história dessa raça – mas que, felizmente, foi superado ao longo das décadas posteriores.

Curiosidades dos Cães Dachshund
Curiosidades dos Cães Dachshund

Outra coisa interessante a respeito desses “cães salsichas” é o destino que sempre os coloca na posição de celebridades.

Já em 1972 um Daschshund era escolhido para ser o primeiro mascote oficial de um dos Jogos Olímpicos – o de Munique, em 1972.

Foi o “Waldi”; uma criação que, como não poderia ser diferente, ficou a cargo de um dos maiores designer alemães do último século, Otto Aicher; encarregado de criar um mascote tendo como modelo um animal alemão que trouxesse em si algumas das principais qualidades apreciadas num atleta olímpico: resistência, agilidade e perseverança.

E que animal poderia ter sido escolhido senão um Dachshund! Os “cães salsichas!” Que a partir de então tornaram-se imortais dentro da cultura alemã contemporânea.

As Extravagâncias de uma Raça

Mas engana-se quem pensa que tudo o que pode ser dito sobre as características da raça Dachshund resumem-se a tudo o que vimos até aqui. Longe disso!

O animal é uma singularidade!

Basta lembrar que eles já foram eternizados como um dos principais protagonistas do universo publicitário brasileiro na inesquecível campanha dos amortecedores Cofap no início dos anos 90, ganhadora de prêmios em Cannes e diversos outros ao redor do mundo.

Os Dachshunds
Os Dachshunds

Os Dachshunds também deram nome a diversas corridas de rua realizadas com esses cães, como a “Wiener Nationals”; sucesso absoluto nos Estados Unidos; onde reúnem-se todos os anos milhares de pessoas somente interessadas em torcer pelo seu cão favorito durante a corrida.

O que se diz é que as cidade de Milwaukee, Phoenix, Kansas City, Pittsburgh, entre outras localidades norte-americanas, simplesmente “param” para acompanhar uma das corridas mais incomuns e inusitadas que se tem notícia dentro do universo dessa família Canídea.

O Cão Mais Feroz do Mundo

Sim, aqui temos uma curiosidade e tanto acerca dessa raça! Como se não bastassem tamanhos predicados e singularidades consideradas únicas nessa comunidade, agora já se sabe (pelo menos de acordo com alguns cientistas da Universidade da Pensilvânia) que os Dachshunds, juntamente com os Chihuahua e os Jack Russells, são os cães mais ferozes do mundo!

Isso mesmo que vocês acabaram de ler! Eles não são apenas exóticos e incomuns dentro dessa comunidade canina; eles também são os mais agressivos! Consta que 1 em cada 5 Dachshunds já tentou atacar um humano ao logo de suas vidas e 1 em cada 12 já tentou alguma investida contra os seus próprios donos!

O estudo, publicado pela Applied Animal Behavior, foi o resultado de uma pesquisa feita com cerca de 6 mil cães de cerca de 30 raças diferentes, com base nos depoimentos dos seus donos. E o resultado foi que os Dachshunds e Chihuahuas foram considerados imbatíveis quando o assunto é agressividade!

Segundo os especialistas, as causas da surpresa sobre essa característica dos Dachshunds está no fato de que as estatísticas de ataques com cães só registram os mais violentos; aqueles que resultaram em algum tipo de atendimento médico para a vítima.

No entanto, uma infinidade de outros ataques feitos por cães menores (como os Dachshunds) praticamente não possuem registros. Só que eles servem, sim, para determinar o potencial de agressividade desses animais considerados tão meigos, singelos e carinhosos.

Uma raça verdadeiramente única quando o assunto são cães de companhia; mas que, no entanto, acaba deixando Pitbulls, Rottweilers, Dobermans e Pastores-alemães totalmente envergonhados diante da fúria incontrolável desses Dachshunds quando provocados.

Pois é quando, então, transformam-se nos cães mais ferozes do mundo! Verdadeiras máquinas de atacar e morder incontrolavelmente! E que se não fazem grandes estragos durante essas investidas, ao menos dão uma bela dor de cabeça para os seus donos e para quem quer que ouse tirá-los do sério.

Fontes:

https://pt.wikipedia.org/wiki/Dachshund

https://love.doghero.com.br/racas/dachshund/

https://www.petz.com.br/cachorro/racas/dachshund/

https://www.portaldodog.com.br/cachorros/racas-cachorros/dachshund/

https://tudosobrecachorros.com.br/daschund/

https://www.petz.com.br/cachorro/racas/dachshund/

https://canaldopet.ig.com.br/guia-bichos/cachorros/dachshund/57a23d435ac14f092055b28e.html

https://www.petlove.com.br/dachshund/r

Veja também

Tudo Sobre a Raça de Cachorro Pug: Características e Fotos

Tudo o que podemos falar sobre a raça de cachorro pug é que ela é …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *