Home / Animais / Para que Serve o Calango?

Para que Serve o Calango?

A terminologia “calango” é utilizada para referir-se a uma diversidade de espécies de lagartos com pequeno porte, uma vez que estes animais não ultrapassam os 30 centímetros de comprimento.

Os calangos são bastante confundidos às lagartixas, e, até mesmo, mencionados como sinônimos destas em algumas literaturas, todavia, são ligeiramente maiores que as famosas lagartixas encontradas em nossas residências.

Neste artigo, você conhecerá um pouco mais sobre esses pequenos reptéis, quais as suas características, comportamento e até mesmo qual seu papel na natureza.

Afinal, para que serve um calango ?

Venha conosco e descubra.

Boa leitura.

Lagartos/ Ordem Squamata

Os calangos são classificados mais genericamente como lagartos. Os lagartos representam um quantitativo de mais de 3 mil espécies (número que pode ser de 5 mil em algumas literaturas).

Os lagartos pertencem à ordem Squamata, porém não são os únicos animais neste grupamento, que também conta com a presença de serpentes.

Diferentemente dos mamíferos, os repteis (incluindo os lagartos) não conseguem manter a sua temperatura constante, dessa forma são classificados como “animais de sangue frio” ou pecilotérmicos.

Considerando que há uma grande diversidade de espécies, existem também grande diversidade no comprimento dos lagartos, uma vez que é possível encontrar espécies com alguns poucos centímetros e espécies com alguns metros, sendo o maior ranking ocupado pela exótica espécie dragão-de-Komodo ( o qual possui quase 3 metros de comprimento).

Características em comum entre os lagartos incluem a presença de 4 pernas, uma cauda longa, bem como escamas secas recobrindo o corpo (estas escamas, na verdade, são placas que podem ser lisas ou rugosas).Alguns lagartos, como as lagartixas são desprovidos de escamas.

Existem poucas espécies que possuem 2 pernas e outras que não possui nenhuma perna (locomovendo-se de modo muito semelhante às serpentes).

Em relação à cauda, muitos lagartos desenvolvem um mecanismo de defesa chamado autotomia, isto é, desprendimento da cauda para distrair o predador. A cauda, após desprendida, continua movendo-se, enquanto o lagarto foge. Uma nova cauda ‘cresce’ no local meses depois.

Existem espécies específicas de lagartos que contam com características incomuns, tais como presença de chifres, espinhos e placas ósseas em torno do pescoço (as quais inflam, de modo que o animal pareça maior). Tais estruturas também são utilizadas como mecanismo de defesa para intimidar o predador. Outras poucas espécies possuem pregas de pele nas laterais do corpo e, dessa forma, conseguem planar de uma árvore para outra.

Grande parte dos lagartos alimentam-se de insetos, porém também existem lagartos onívoros (como é o caso do lagarto teiú), lagartos carnívoros e lagartos dentritívoros (isto é, que alimentam-se de carniça).

Os lagartos mais famosos são as lagartixas (ou calangos), iguanas e camaleões.

Conhecendo Algumas Espécies de Calangos

Alguns dos lagartos pertencentes à família os teídeos e à família Tropiduridae são classificados como calangos. Dentre eles, os pertencentes ao gênero Tropidurus e ao gênero Cnemidophorus.

A espécie Tropidurus oreadicus, em particular, é endêmica no Brasil e pode ser encontrada nas regiões Nordeste, Centro-Oeste, Sudeste e Norte- não ocorrendo na região Sul.

No caso da espécie Tropidurus torquatus, a distribuição envolve tanto o Brasil quanto outros países da América Latina. Esses países são o Suriname, Guiana, Guinana Francesa, Uruguai, Colômbia e Paraguai. Em terras nacionais, está presente nos estados da Bahia, Goiás, Distrito Federal, Mato Grosso, Rio de janeiro, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Tocantins e São Paulo.

Tropidurus Torquatus
Tropidurus Torquatus

O T. torquatus possui uma dobra contendo duas bolsas na lateral do pescoço. A espécie é dotada de dimorfismo sexual, uma vez que machos possuem corpos e cabeças maiores que as fêmeas, bem como corpos mais alongados (e estreitos). Essa diferenciação também pode estender-se à coloração. A reprodução inicia durante a estação seca e se prolonga até a metade da estação chuvosa.

As espécies pertencentes ao gênero Cnemidophorus são mais prevalentes nos Estados Unidos e México e muitas delas abrigam os famosos “lagartos rabo-de-chicote”.

Calango Comportamento

Os calangos alimentam-se de pequenos insetos.

Caso sintam-se ameaçados, podem se esconder em pequenas fendas ou buracos. Caso sejam capturados, tendem a permanecer imóveis, de modo a transmitir a ilusão de que estão mortos.

É comum que apareça em áreas com pouca circulação de pessoas e que também permitam a camuflagem (como é o caso de rochas, concreto e outros materiais). Também podem posicionar-se próximo a vegetais, lâmpadas ou outros locais com maior presença de insetos.

Para que Serve o Calango? Qual Sua Função na Natureza

Como animal insetívoro, o calango atua como importante controlador de possíveis pragas. Este controle pode ser benéfico, sobretudo para os vegetais.

Tal ‘controle’ também é exercido por outros animais, a exemplo dos pássaros, sapos e até mesmo aracnídeos.

Ao agir sobre a população de insetos, os calangos (assim como os demais lagartos) também beneficiam, mesmo que indiretamente, o homem e a sociedade como um todo, diminuindo (talvez ainda não significativamente) a quantidade de insetos transmissores de doenças, dentre as quais famosos mosquitos estão envolvidos (como é o caso do Aedes aegypti, Anopheles e Culex quinquefasciatus).

Os ‘Primos’ dos Calangos: As Lagartixas

As lagartixas são muito semelhantes ao calangos, todavia, consideravelmente menores. Também podem ser encontradas com maior frequência dentro dos ambientes domésticos.

Dentre as espécies de lagartixas, a mais famosa e prevalente é a lagartixa doméstica tropical, também conhecida como lagartixa de parede (nome científico Hemidactylus mabouia). Este espécie possui 6,79 centímetros de comprimento do focinho em direção à coacla- sendo que, o peso está compreendido entre 4,6 a 5 gramas. A coloração base pode variar entre o marrom claro e o branco acinzentado, quase sempre há listras pretas ou marrons no dorso.

Possuem quase que ventosas ou adesivos nas pontas dos dedos, de modo a aderir em superfícies, permitindo que sejam capazes de escalar paredes.

Não possuem pálpebras, mas contam com uma pequena membrana protetora. A hidratação dos lábios é, curiosamente, realizada pela língua. 

*

Gostou do artigo ? Esse tema foi útil para você ?

Há muito mais material neste site, esperando por você.

Sinta-se à vontade para navegar por aqui.

Até as próximas leituras.

REFERÊNCIAS

Animal Diversity Web. Tropidurus oreadicus. Disponível em: < https://animaldiversity.org/accounts/Tropidurus_oreadicus/classification/>;

Blog do Nurof-UFC. A importância dos lagartos para a natureza (inclusive para o homem). Disponível em: < https://blogdonurof.wordpress.com/2011/03/27/a-importancia-dos-lagartos-para-a-natureza-inclusive-para-o-homem/>;

Portal dos Animais. A Lagartixa Doméstica Tropical. Disponível em: < https://www.portaldosanimais.com.br/informacoes/a-lagartixa-domestica-tropical/>;

Wikipédia. Tropidurus torquatus. Disponível em: < https://pt.wikipedia.org/wiki/Tropidurus_torquatus>;

Veja também

Hábitat do Iaque

Hábitat do Iaque: Onde Eles Vivem?

Os iaques ou yaks (nome científico Bos grunniens) são bovídeos encontrados em áreas de levadíssima …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *