Home / Animais / Qual o Tipo de Tilápia que Cresce Mais Rápido?

Qual o Tipo de Tilápia que Cresce Mais Rápido?

As tilápias são peixes de água doce correspondendo a cerca de 20 espécies da subfamília taxonômica Pseudocrenilabrinae. Apesar de serem peixes de água doce, algumas espécies possuem certa tolerância à leve salinidade.

O cultivo destes peixes no Brasil teria começado por volta da década de 50 e, atualmente, é muito forte em escala comercial. Estes peixes apresentam como vantagem um rápido crescimento e facilidade no manejo. A carne também é muito apreciada na culinária, por apresentar sabor agradável, poucos espinhos e excelente qualidade.

Mas, apesar de naturalmente já ser um peixe de rápido crescimento, será que existe algum tipo de tilápia em particular que cresce mais rápido?

Pois bem, venha conosco e descubra.

Boa leitura.

Dicas Básicas Para a Criação de Tilápias: Temperatura/ pH e Outros Fatores

Neste processo, alguns fatores básicos devem ser considerados, tais como a qualidade da água (considerando o nível de oxigênio dissolvido); o pH, o qual deve ser neutro (ou seja, compreendido entre 7 a 8); os níveis de salinidade da água (os quais devem estar baixos); e a temperatura.

Em relação à temperatura, a margem ideal de conforto está compreendida entre 30 a 26° C. Temperaturas muito acima (no caso, com mais de 38 °C) ou muito abaixo (no caso entre 14 a 10 °C) da faixa ideal podem ser até mesmo fatais. Ouras discrepâncias menos extremas podem acarretar perda de apetite, diminuição do crescimento e maior suscetibilidade a doenças.

Em termos de pH, as consequências de um ambiente com pH ácido na tilápia são morte por asfixia, através do acúmulo de muco no corpo e nas brânquias. No caso da água com pH alcalino, estas condições favorecem a formação de amônia- substância que pode intoxicar os peixes. Caso não sejam intoxicados com o pH alcalino, com certeza estarão mais suscetíveis a doenças, assim como mais fragilizados para o manuseio e transporte.

Em relação à qualidade da água, apesar das tilápias apresentarem certa resistência neste quesito (em comparação com outros peixes que alcançam mortalidade), o desempenho produtivo pode ser afetado.

A ração ofertada às tilápias deve passar por um processamento especial, uma vez que alguns nutrientes podem ser perdidos ao serem lançados no meio aquático. Para que a ração seja considerada balanceada, deverá apresentar fácil metabolismo, boa conversão alimentar, boa flutuabilidade, boa velocidade de imersão, entre outros requisitos.

Dicas Básicas Para a Criação de Tilápias: Aquisição/ Prevenção de Mortalidade e Regulamentação

Os criadores de tilápia tendem a adquirir os peixes ainda na fase de alevino (ou seja, ‘filhote’), geralmente com um peso médio de 30 gramas. Após 6 meses aproximadamente, essas tilápias são abatidas, apresentando um peso médio de 700 gramas a 1 quilo. É importante que tal pesagem seja realizada de forma estratégica, evitando causar estresse aos peixes por manipulação excessiva.

Calcula-se que a taxa de mortalidade para a criação de tilápias oscile entre 5 a 10%. Todavia, alguns cuidados básicos podem reduzir esta mortalidade, tais como o controle de resíduos no fundo do tanque, o uso de telas protetoras para pássaros, assim como a prevenção/eliminação de possíveis parasitas.

É importante ter em mente que, para alguns casos, a criação de tilápias demanda regulamentação. Esta regulamentação inclui licenciamento na Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Sema); autorização de uso da água pela Gerência Regional de Patrimônio da União (GRPU); bem como obtenção de registro do aquicultor através do Ministério de Agricultura.

Todavia, esta regulamentação acima é necessária apenas para casos específicos, tais como a criação destes peixes em tanques redes de águas da União.

Qual o Tipo de Tilápia que Cresce Mais Rápido?

Apesar da tilápia do Nilo ser a favorita dos piscicultores, acredita-se que a tilápia azul (nome científico Oreochromis aureus) seja a espécie que cresça mais rápido.

Além de alcançar uma grande velocidade de crescimento, também possui um porte físico grande para os padrões de tilápias. Também possui grande capacidade de adaptação a temperaturas um pouco mais baixas, assim como adaptação a águas bastante salinizadas.

Logicamente, possui uma coloração azul, todavia, tal coloração possui um tom mais próximo do cinza. Também possui pequenas manchas de cor branca na cauda; assim como listras verticais mais escuras ao longo do corpo. Visualmente, é bastante semelhante à tilapia do Nilo.

Quais as Espécies de Tilápias Mais Famosas no Brasil?

Existem 4 espécies de tilápias classificadas como as mais populares do Brasil, são elas: a tilápia do Nilo, a tilápia azul, a tilápia de Zamzibar e a tilápia Moçambique.

A tilápia do Nilo, como o próprio nome indica é proveniente do Rio Nilo, no Egito. Possui uma coloração azul-esverdeada ao longo do corpo; assim como listras escuras na lateral do corpo, nadadeiras e cauda. Geralmente, atinge a maturidade sexual entre os 4 a 5 meses de idade.

No caso da tilápia de Zanzibar, tal espécie é nativa de uma região localizada na porção oriental da África, próxima a belas praias da Tanzânia. Machos adultos costumam apresentam uma coloração muito escura, quase negra. Apesar desta tonalidade particular, estes peixes apresentam nadadeiras com tons sutis de vermelho, rosa ou laranja. Possui capacidade de tolerar águas com grande concentração salina. Atinge a maturidade sexual ao completar 3 a 4 meses de idade.

Tilápia Brasileira
Tilápia Brasileira

Em relação à tilápia Moçambique, esta possui uma coloração azulesverdeada, assim como listras verticais escuras. A área do ventre é mais clara, e pode ser descrita como azul, acinzentada ou, até mesmo, branca. Esta espécie alcança sua maturidade sexual aos 3 meses de idade e é descrita como uma das menores espécies de tilápias do Brasil.

*

Depois de conhecer um pouco mais sobre as tilápias, seu cultivo e crescimento; que tal continuar por aqui conosco para visitar também outros artigos do site ?

Aqui há muito material de qualidade nos campos da zoologia, botânica e ecologia de um modo geral.

Sinta-se à vontade para digitar um tema de sua escolha em nossa lupa de pesquisa no canto superior direito. Caso não encontre o tema desejado, você pode sugeri-lo abaixo em nossa caixa de comentários.

Sinta-se sempre bem-vindo por aqui.

Até as próximas leituras.

REFERÊNCIAS

CPT. Tilápias: Manual Prático de Criação. Disponível em: < http://cptstatic.s3.amazonaws.com/pdf/cpt/piscicultura/tilapias-cursos-cpt.pdf>;

MF Magazine. Conheça as diferentes espécies de tilápias criadas no Brasil. Disponível em: < https://blog.mfrural.com.br/especies-de-tilapias-criadas-no-brasil/>;

Nutrição & Saúde Animal. Como criar tilápia? Confira 6 dicas essenciais sobre como funciona. Disponível em: < https://nutricaoesaudeanimal.com.br/como-criar-tilapia/>;

Veja também

Por que os Equinodermos Tem Esse Nome?

O filo Echinodermata teria surgido no período pré-histórico Cambriano ou Câmbrico (o qual, na escala …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *