Home / Animais / O que Não Dar para um Cachorro Comer?

O que Não Dar para um Cachorro Comer?

Zelar por uma boa alimentação canina é fundamental para a saúde e qualidade de vida do animal. O ideal é que a alimentação seja equilibrada e atenda às necessidades nutricionais, as quais são específicas para cada fase da vida. Dessa forma, é importante considerar que cães filhotes, adultos e idosos possuem necessidades específicas. O mesmo raciocínio é válido para cães com determinado problema de saúde ou porte físico particular (pequeno, médio ou grande).

A ração é a opção mais prática. Este alimento também conta com a descrição de sua informação nutricional, além de enunciar a qual grupo está indicado (considerando os fatores de idade, porte físico e outros).

Todavia, às vezes, o cão pode enjoar da ração. Nestes casos, recomenda-se recorrer à comida caseira. Mas, é importante considerar que nem todos os alimentos e temperos utilizados na comida humana são recomendados para o cãozinho- alguns deles, inclusive, podem resultar em graves problemas de saúde, com consequências até mesmo fatais.

Neste artigo, você descobrirá o que não dar para um cachorro comer?

Então venha conosco e boa leitura.

O que Não Dar para um Cachorro Comer? Chocolate/ Doces/ Doces Dietéticos

Às vezes, o dono de um cão pode cair na tentação de dar um pequeno bombom ao animal. Todavia, a ingestão de chocolate é expressamente proibida para cães, isto ocorre devido à presença de uma toxina chamada teobromina, cujas complicações iniciam após a ingestão de 100 a 150 miligramas por peso corporal. Caso o cão tenha comido chocolate, o ideal é não tentar deduzir quanto o cão ingeriu, mas leva-lo ao veterinário imediatamente.

Os principais sinais clínicos decorrentes do consumo de chocolate que relatados em consultório veterinário são os tremores; fraqueza; hiperatividade; respiração ofegante; vômitos e diarreia; assim como aumento da frequência cardíaca.

Cachorro Comendo Doce
Cachorro Comendo Doce

No caso de outros doces, a grande concentração de açúcar também torna o ‘alimento’ prejudicial. O efeito da açúcar no organismo canino pode resultar em obesidade, problemas dentais e até diabetes.

Neste contexto, há quem acredite que os doce dietéticos podem minimizar o problema. No entanto, eles podem intensifica-lo. Isto ocorre em decorrência da presença de oxilitol- substância que causa intoxicação canina imediata. Dentre os sintomas desta intoxicação estão a letargia, vômitos e perda de coordenação motora. Casos mais graves podem resultar até mesmo em convulsões.

O que Não Dar para um Cachorro Comer? Alho e Cebola

Estes dois componentes alimentares são bastante frequentes em nossa rotina alimentar. Todavia, não devem ser utilizados como tempero, quando o assunto é alimentação canina.

Cachorro Comendo Alho e Cebola
Cachorro Comendo Alho e Cebola

No caso do alho, ele pode resultar em irritação no estomago e intestino dos cães. Em casos mais graves, seu consumo pode desencadear até mesmo danos às células vermelhas do sangue (quadro clínico denominado anemia).

Em relação à cebola, a mesma também pode causar anemia- independentemente se for consumida crua, cozida ou desidratada.

O que Não Dar para um Cachorro Comer? Comidas Gordurosas/ Massa/ Bebidas Alcoolicas/ Ossos Pontudos

Frituras, queijos ou pizzas podem causar desarranjo intestinal no cãozinho. Em casos mais graves, há manifestação de pancreatite.

Alimentos que contenham massa, tais como bolos e outros também são desaconselhados. O fermento da massa pode expandir-se dentro do estômago, resultando em cólicas e gazes. Essa condição clínica pode avançar para ruptura intestinal.

Mesmo que pareça bastante óbvio, é importante lembrar que é proibido oferecer bebidas alcoolicas aos cães. Os efeitos no organismo canino incluem respiração lenta, ataque cardíaco, descoordenação; assim como depressão ou excitação. Dependendo da dosagem, as consequências podem ser fatais.

Cães adoram roer ossos, todavia, é preciso ter muito cuidado e não oferecer ossos pontudos- os quais podem, até mesmo, ferir o trato digestivo do animal.

O que Não Dar para um Cachorro Comer? Existe Proibição Quanto às Frutas?

Algumas frutas não deve ser oferecidas ao cão de jeito nenhum. O abacate, por exemplo, possui a substância persina, a qual é nociva no organismo canino e resulta em desarranjos intestinais.

As uvas e uvas passas são perigosíssimas. Apenas 6 uvas são capazes de causar insuficiência renal.

A macadâmia contém uma toxina que pode afetar os músculos do animal, assim como o sistema nervoso e digestivo. Casos mais graves resultam até mesmo em paralisia. É possível obter esses efeitos indesejados tanto pela ingestão da fruta in natura, quanto pela ingestão de biscoitos ou outros produtos derivados.

Também não é recomendável eu o cão consuma caqui, ameixa ou pêssego. A proibição está mais concentrada no risco de engolir as sementes, uma vez que o ato pode resultar em inflamações e até mesmo obstruções do intestino delgado.

O que Não Dar para um Cachorro Comer? Café e Derivados de Leite

O café, assim como o chá preto e outras bebidas ricas em cafeína, é proibido aos cães. A presença de substâncias denominadas xantinas pode causar danos ao sistema nervoso, sistema urinário e circulação sanguínea.

Cachorro e Café
Cachorro e Café

No caso do leite, o organismo canino não é capaz de digerir a lactose- logo, seu consumo pode resultar em diarreia e outras complicações intestinais.

Cachorro Pode Comer Carne Crua?

Esse tópico pode ser um pouco polêmico, uma vez que é possível encontrar opiniões contrárias de uma literatura para outra.

O caso é que, como descendentes dos lobos, o organismo dos cães é capaz de digerir carne crua, a qual ainda contém maior concentração de nutrientes e proteínas. Todavia, o grande problema é que as carnes cruas são mais suscetíveis à contaminação por Escherichi coli e Salmonela, as quais são eliminadas no processo de cozimento. Tais bactérias podem resultar em intoxicação grave que, em alguns casos, é fatal.

Ovo cru também é extremamente desaconselhado. A enzima natural do ovo interfere na absorção de vitaminas do complexo B. As consequências são problemas na pele e pelagem.

*

Depois de conhecer um pouco mais sobre as contraindicações dentro da alimentação canina, que tal continuar aqui conosco para visitar também outros artigos do site ?

Por aqui, você vai encontrar um amplo acervo nas áreas da zoologia, botânica e outros tópicos.

Até as próximas leituras.

REFERÊNCIAS

Atende Pet. Meu cachorro comeu chocolate e agora ? Disponível em: < https://www.atendepet.com/meu-cachorro-comeu-chocolate-e-agora/>;

Cão Cidadão. Alimentação para cachorros: tudo o que você precisa saber. Disponível em: < https://caocidadao.com.br/alimentacao-para-cachorros-tudo-o-que-voce-precisa-saber/>;

FERNANDES, T. Segredos do Mundo R7. 15 alimentos proibidos para cachorros e que as pessoas não sabem. Disponível em: < https://segredosdomundo.r7.com/15-alimentos-proibidos-para-cachorros-e-que-as-pessoas-nao-sabem/>.

Veja também

Por que os Equinodermos Tem Esse Nome?

O filo Echinodermata teria surgido no período pré-histórico Cambriano ou Câmbrico (o qual, na escala …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *