Home / Animais / Morcego Marrom de Pequeno Porte: Características, Fotos e Nome Científico

Morcego Marrom de Pequeno Porte: Características, Fotos e Nome Científico

Os morcegos são animais mamíferos pertencentes à ordem Chiroptera, na qual estão distribuídas 17 famílias, 177 gêneros e 1.116 espécies, com muitas características em comum, dentre elas a presença de uma fina membrana entre os dedos, a qual se estende até as patas, lateralmente ao corpo, formando as asas.

Características variáveis encontradas entre os morcegos incluem a coloração, peso, tamanho e diferenciações sutis no formato do corpo.

Uma das espécies inclusas na ordem Quiroptera é o morcego marrom de pequeno porte. Na verdade, existem duas espécies que abrangem este caracterização: o Myotis lucifugus e o Eptesicus furinalis, visto que ambos são de cor marrom ou castanho, e apresentam tamanho reduzido.

Neste artigo, você conhecerá um pouco mais sobre essas espécies.

Então venha conosco e boa leitura.

Classificação Taxonômica dos Morcegos

A classificação científica para as 1.116 espécies de morcego obedece à seguinte estruturação inicial:

Reino: Animalia;

Filo: Chordata;

Classe: Mammalia;

Infraclasse: Placentalia

Ordem: Chiroptera (a qual foi descoberta pelo pesquisador Blumenbach, no ano de 1779).

Morcegos Subordens Taxonômicas

Dentro da ordem Chiroptera, há duas subordens, são elas: a subordem Megachiroptera, na qual estão inclusas as chamadas raposa-voadoras, com prevalência nos continentes da Ásia, Oceania e África; e a subordem Microchiroptera, na qual estão inclusos espécies conhecidas como os ‘verdadeiros morcegos’, com enorme diferenciação de hábitos alimentares entre si.

Por muito tempo acreditou-se que estas duas subordens evoluíram de modo independente e adquiriram características em comum, em razão de um processo convergente de evolução; no entanto, análises filogenéticas demonstraram o contrário ao revelarem um ancestral em comum.

Morcegos Características Gerais

Os morcegos são animais de hábitos noturnos. Durante os voos à noite, utilizam um sistema de percepção espacial denominado de ecolocalização ou biossonar, no qual se orientam através da emissão de ondas sonoras.

Morcegos frugívoros e que se alimentam de néctar são extremamente importantes para um ecossistema, uma vez que atuam polinizando as flores e distribuindo as sementes pelas florestas.

Possuem uma correlação à transmissão de raiva em seres humanos.

Morcego Marrom de Pequeno Porte: Características, Fotos e Nome Científico

Myotis lucifugus

Esse morcego marrom é encontrado na América do Norte. Suas características físicas se assemelham bastante a outras espécies de morcegos ‘orelhudos’.

Possui uma expectativa de vida estimada em 6,5 anos (embora já tenha sido encontrado um indivíduo com 34 anos de idade).

Possui dimensões corporais muito pequenas, uma vez que o peso médio está compreendido entre 5,5 a 12,5 gramas; ao passo que o comprimento está entre 8 e 9,5 centímetros. Mesmo com o peso reduzido, este valor pode ser ainda menor durante a primavera, período no qual saem da hibernação.

O comprimento do antebraço é incrivelmente pequeno, e estimado entre 36 a 40 milímetros, valor que atinge um patamar consideravelmente superior ao considerar a sua envergadura, a qual pode atingir de 22,2 a 26, 9 centímetros.

O dimorfismo sexual está presente nesta espécie, uma vez que as fêmeas são maiores que o machos.

Casal de Morcego Marrom de Porte Pequeno
Casal de Morcego Marrom de Porte Pequeno

A coloração marrom é padrão, no entanto pode variar entre tons e subtons. A variação transita entre o marrom pálido, marrom avermelhado e marrom escuro. Essa coloração costuma ser mais clara no ventre do que nas costas. A pele é brilhante em todo o corpo, com exceção da barriga.

Algumas desordens pigmentares da espécie incluem o albinismo, leucismo e melanismo. Como o termo leucismo não é tão usual, é importante esclarecer que o mesmo refere-se a uma perda parcial de pigmentação.

Durante a vida, sua dentição se alterna entre dentes de leite e dentes adultos. Os recém nascidos nascem com 20 dentes de leite. Na fase adulta, é possível encontrar 38 dentes maduros.

Em relação à estruturação da face, o focinho é relativamente curto, ao passo que a testa possui uma sutil inclinação. O crânio mede de 14 a 16 milímetros de comprimento.

A estrutura da caixa craniana pode parecer ser circular, no entanto, quando vista de costas aparenta ser um pouco achatada.

Possui uma visão dicromática e visão sensível às luzes vermelha e ultravioleta, característica especialmente útil durante a captura de insetos, uma vez que as asas das mariposas noturnas são capazes de refletir luz ultravioleta.

Esta espécie possui poucos predadores naturais, no entanto, pode ser morto por predadores terrestres (a exemplo do guaxinim), assim como por aves de rapina (a exemplo das corujas).

Eptesicus Furinalis

Esses morcegos possuem o padrão comportamental de formar pequenas colônias, razão pela qual são encontrados em grupamentos contendo de 10 a 20 indivíduos.

A cor é predominantemente marrom, pode pode variar de acordo com a subespécie em questão, assim como de acordo com outras condições, a exemplo da estação do ano e do hábitat.

O peso corporal da espécie é estimado entre 3 a 8 gramas.

É um animal insetívoro aéreo, e se alimenta principalmente de besouros, mariposas e borboletas.

Pode ser encontrado em uma grande diversidade de hábitats, desde os mais úmidos até os mais secos. Gostam de abrigar-se em árvores e casas.

Este espécie pode ser encontrada desde o México (mais precisamente em Jalisco e Tamaulipas), até os sul da América Central e da América do Sul.

Na América Latina, é encontrado nos países do Paraguai, Bolívia, norte da Argentina e sul do Brasil.

Pertence à família taxonômica Vespertilionidae, tal como a espécie Myotis lucifugus citada acima.

 

*

Agora que você já conhece importantes características sobre o morcego marrom (com destaque para as duas espécies mais conhecidas com essa descrição), o convite é para que continue conosco e visite também outros artigos do site.

Aqui há muito material de qualidade nos campos da zoologia, botânica e ecologia de um modo geral, especialmente produzidos pela nossa equipe de redatores.

Até as próximas leituras.

REFERÊNCIAS

COSTA, Y. D. Infoescola. Morcego. Disponível em: < https://www.infoescola.com/animais/morcego/>;

Fauna Digital do Rio Grande do Sul. Morcego Marrom (Eptesicus furinalis). Disponível em: < https://www.ufrgs.br/faunadigitalrs/mamiferos/ordem-chiroptera/familia-vespetilionidae/morcego-borboleta-eptesicus-furinalis/>;

Todo Biologia. Morcego. Disponível em: < https://www.todabiologia.com/zoologia/morcego.htm>;

Wikipédia in English. Little brown bat. Disponível em: < https://en.wikipedia.org/wiki/Little_brown_bat>;

Wisconsin Department of Natural Resources (2013). Wisconsin Little Brown Bat Species Guidance (PDF) (Report). Madison, Wisconsin: Bureau of Natural Heritage Conservation, Wisconsin Department of Natural Resources. PUB-ER-705.

Veja também

É Verdade que a Orca é um Golfinho? Quais as Suas Diferenças?

Se você foi criança ou jovem nos anos noventa, ou mesmo se gosta de assistir …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *