Home / Animais / Curiosidades Sobre os Morcegos e Fatos Interessantes

Curiosidades Sobre os Morcegos e Fatos Interessantes

Talvez a principal curiosidade ou fato interessante relacionado aos morcegos seja a sua singular afeição a uma dieta à base de sangue. E não se sabe se pelo motivo de eles gostarem de sangue, serem potenciais transmissores da raiva, não serem nada simpáticos fisicamente, gostarem de atacar o gado…

…Ou mesmo pelo risco de, inadvertidamente, estarem na verdade cruzando com o famigerado conde drácula em uma das suas misteriosas incursões noturnas, a verdade é que 10 entre 10 indivíduos “normais” têm verdadeiro pavor desse gênero de mamífero da ordem Chiroptera, e bastante famoso por ser, ao que tudo indica, o único mamífero voador.

O curioso é que, apesar da fama, os morcegos podem ser enquadrados na categoria de animais onívoros, com mais de 2/3 das espécies identificadas como insetivoras e o restante quase todos ele afeito a uma alimentação à base de frutas, sementes, pólen, néctar e artrópodes.

Apenas uma minoria quase insignificante é composta por indivíduos essencialmente hematófagos (que alimentam-se de sangue de forma exclusiva).

Mas o objetivo desse artigo é fazer uma lista com alguns dos fatos mais curiosos e interessantes acerca das diversas espécies de morcegos. E alguns desses fatos, de tão significativos, são capazes de fazer com que você mude a sua opinião sobre esse misterioso e horripilante gênero de animais.

1.Estão Entre Os Maiores Parceiros Do Meio Ambiente!

Calcula-se que haja cerca de 360 mil variedades de plantas. E desse total, cerca de 250 mil são angiospermas. Pois bem, acreditem, pelo menos 60% desses angiospermas só existem na natureza graças à contribuição providencial da polinização levada a cabo por espécies como os morcegos.

E se levarmos em conta que, desse total, milhares de espécies só são polinizadas por eles, chegamos à conclusão de que o melhor mesmo é revermos os nossos conceitos em relação a esse animal, e na verdade rezar para que nenhum mal lhes ocorra, para o bem da natureza e do meio ambiente de um modo geral.

2.Eles Não São Sugadores, São Lambedores!

Uma outra curiosidade ou fato interessante acerca dos morcegos é que, diferentemente do que se imagina, eles não sugam o sangue do animal atacado: eles o lambem!

Com a ajuda das suas presas extremamente afiadas, esses animais fazem uma pequena incisão numa parte do animal e, avidamente, começam a lamber o delicioso conteúdo, até estarem suficientemente saciados – o que geralmente ocorre com a ingestão de não mais do que 15 ml de sangue, diferentemente do que seria de imaginar.

3.Utilizam a Tecnologia De Localização Biossonar

Biossonar dos Morcegos
Biossonar dos Morcegos

Eles realmente são espécies únicas! Enquanto nós, simples mortais, precisamos desenvolver tecnologias de localização, como as do sonar, radar, entre outros aparelhos, os morcegos simplesmente nascem com ela; e por meio dela, conseguem se orientar mesmo com 100% da sua visão comprometida.

O sistema é conhecido como Ecolocalização, e cnosiste num dom da natureza, que os permite emitir ondas ultrassônicas, que atingem determinado obstáculo e são refletidas (voltam para eles) na forma de eco.

Com o cálculo do tempo gasto para que esse eco retorne, os morcegos conseguem também calcular, com precisão impressionante, a distância que estão de qualquer objeto.

4.Um Super Morcego!

Não se assuste se, em uma incursão pelas exóticas e extravagantes florestas da Índia, Nepal, Sri-Lanka, Myanmar, entre outros países do Sudeste Asiático, de repente perceba voando sobre as sua cabeça uma raposa-voadora!

Calma! Esse é o Pteropus giganteus! Uma espécie quase rara, capaz de atingir até 1,22 m de uma ponta a outra das asas e medir cerca de 32 cm de comprimento!

Mas a sensação é essa mesmo! É a de que um mamífero voa sobre a sua cabeça! Um animal fabuloso, só encontrado mesmo nesse trecho do continente asiático, e que, para a nossa sorte, alimenta-se essencialmente de frutas e de pólen.

5.As Fêmeas Decidem Quando Vão Dar À Luz

Pode parecer loucura, mas essa é uma das inúmeras curiosidades e fatos interessantes sobre os morcegos, como se não bastasse o fato de voarem, representarem cerca de 1/5 de todos os mamíferos do planeta e poderem ser considerados alguns dos mais eficientes controladores de pragas da natureza.

Essa façanha é realizada por meio de um complexo mecanismo reprodutor de algumas espécies, que faz com que, por exemplo, após a cópula, o esperma do macho permaneça comodamente guardado em seu interior e só no momento certo passe a fecundar os ovos, em um dos mecanismos mais singulares do reino selvagem.

6.Matar Morcego É Crime!

E como se não bastasse serem assustadores, de acordo com a lei 9.605/98, em seu art. 32, é crime “ Praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos:

Pena – detenção, de três meses a um ano, e multa.

§ 1º Incorre nas mesmas penas quem realiza experiência dolorosa ou cruel em animal vivo, ainda que para fins didáticos ou científicos, quando existirem recursos alternativos.

Morcegos Voando
Morcegos Voando

§ 2º A pena é aumentada de um sexto a um terço, se ocorre morte do animal.”

Logo, o mais recomendável mesmo é evitar, ao máximo, o contato com esse tipo de animal. E a tática de simplesmente enxotá-los de dentro de casa ainda é a forma mais segura de se ver livre deles.

7.Porque Eles Dormem De Ponta-Cabeça?

Morcego Dormindo de Ponta Cabeça
Morcego Dormindo de Ponta Cabeça

Acredita-se que esse seu curioso hábito seja o resultado de milhões de anos de evolução, que lhes dotaram com uma estranha capacidade de bombear sangue para todo o corpo, de preferência nessa posição.

E mais: na hora do voo, essa posição é considerada ideal, já que, com isso, eles podem utilizar-se da força da gravidade; não necessitando, portanto, gastar energia com o impulso inicial antes do voo.

Pode até soar engraçado o fato de uma espécie inteira adotar um comportamento apenas por questões de comodidade. Mas o que parece é que a coisa é bem mais complicada.

Nesse complexo e curioso processo de evolução das espécies, acredita-se que os morcegos evoluíram de animais de quatro patas.

Logo, durante o processo, eles naturalmente foram desenvolvendo membros superiores mais vigorosos, enquanto os inferiores foram atrofiando. E é justamente isso que faz com que o impulso inicial para o voo, nos morcegos, seja tão desgastante.

 

 

 

Deixe a sua opinião sobre esse artigo e continue acompanhando as nossas publicações.

Veja também

História da Ariranha e Origem do Animal

Os cientistas descobriram lontras gigantes do tamanho de lobos que viviam em águas pré-históricas há …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *