Home / Plantas / Pera d’Anjou: Calorias, Nome Científico, Benefícios e Fotos

Pera d’Anjou: Calorias, Nome Científico, Benefícios e Fotos

A Pera d’Anjou é uma das inúmeras variedades da Pyrus communis (seu nome científico), com características que se assemelham bastante às das demais (como vemos nessas fotos), inclusive no que diz respeito a alguns dos seus principais benefícios.

São benefícios como: uma grande quantidade de fibras, enzimas e demais substâncias altamente digestivas, baixo índice glicêmico, além de auxiliar na perda de peso, devido à oportuna sensação de saciedade que causa e às suas não mais do que 60 Kcal/100g.

Quanto aos seus aspectos físicos, cabe notar algumas diferenças com relação às variedades mais populares – as que conhecemos bem.

Ela, por exemplo, é mais arredondada, com um sabor meio amanteigado, sem aquelas tradicionais sardas escuras no exterior da casca; e por isso mesmo bastante apreciada como ingrediente de pratos salgados.

Já quanto aos seus aspectos biológicos e morfológicos, o que podemos dizer é que essa é uma variedade que chama também bastante a atenção pela sua resistência às variações de temperatura. Ela vai bem no clima tipicamente europeu da simpática província de d’Anjou, na França – seu local de origem – , mas pode muito bem adaptar-se ao clima temperado de algumas regiões do Brasil.

Ela pode resistir, bravamente, ao calor e umidade típicos das regiões Norte e Nordeste; e, acreditem, nem mesmo o ambiente seco e desolado do semiárido nordestino é capaz de intimidar essa espécie que, desde que foi introduzida na Europa, em 1841, não parou mais de arrebanhar admiradores no Velho Mundo.

A árvore da Pera d’Anjou, à parte outros detalhes que veremos mais à frente (como o seu nome científico, quantidade de calorias, fotos, imagens, benefícios, etc), é uma constituição bastante discreta, com características de uma árvore quase anã, que dificilmente ultrapassa os 5 m de altura – o que lhe confere a sua outra qualidade: a facilidade da colheita dos seus deliciosos frutos.

Pera D’anjou: Calorias, Nome Científico, Benefícios E Fotos

A Pera d’Anjou é uma espécie de “prima rica” das variedades tradicionais que conhecemos. As suas origens estão na bela e exuberante província de d’Anjou, cercada por outras singularidades arquitetônicas, como as de La Flèche, do cantão de Bourgueil e da comuna de Sarthe, entre outras singularidades tão ou mais singulares quanto essa fruta.

Não há controvérsias acerca das principais características da Pera d’Anjou (seu nome científico, quantidade de calorias, benefícios, características físicas, como vemos nessas fotos), mas há com relação às suas origens, pois há quem seja capaz de jurar que é na Bélgica que elas estão – o que apenas torna essa espécie ainda mais cheia de significados.

Mas o certo é que estamos falando de uma variedade única dentro desse gênero Pyrus. Estamos falando da “Beurre d’Anjou” (a “d’Anjou amanteigada”), apelido que recebeu devido às suas características – encorparda e cremosa, suculenta e macia – , e que até fazem pensar que estamos saboreando o próprio néctar dos deuses, ou uma divina ambrosia, a derreter levemente na boca.

Mas como se não bastassem tamanhos predicados, a fruta ainda pende em meio a uma folhagem vigorosa, que compete em extravagância e beleza com as suas delicadas inflorescências, pequenas, esbranquiçadas e perfumadas.

Elas surgem abundantemente na primavera, como um convite que faz a um conjunto de pássaros e abelhas, que vêm em bandos beber do seu delicioso néctar; e dessa forma realizar um importante trabalho de polinização, que é o que ajuda a espalhar essa espécie com facilidade em toda a região.

Além Da Quantidade De Calorias, Nome Científico, Benefícios, Fotos E Imagens, Ainda Há Algo De Curioso Acerca Da Pera D’anjou?

Além das diversas peculiaridades citadas até aqui, a Pera d’Anjou também pode ser considerada uma das inúmeras espécies ornamentais dessa excepcional família Rosaceae. Uma bela folhagem, flores pequenas com um aspecto leitoso, em conjunto com os seus frutos doces, suculentos e vigorosos, formam um todo bastante característico.

Isso sem contar o fato de que ela dificilmente ultrapassa os 5 metros de altura, configurando-se como uma típica variedade ornamental, que ajuda a tornar ainda mais bela e singular a região de Maine e Loire, na França; onde estão comunidades não menos singulares, como os departamentos de Sarthe, Vienne, Loire-Atlantique, Ille-et-Vilaine, entre várias outras comunas.

O curioso, como dissemos, é que a principal forma de cultivo da Pera d’Anjou, em seu habitat de origem, é a fantástica e oportuna polinização realizada por diversas espécies de vespas, abelhas, pássaros, entre outros.

Mas para um plantio adequado dessa espécie, recomenda-se um local amplo, com sol pleno, solo rico em matéria orgânica, arenoso/argiloso, bem drenado e com um pH que oscile entre 5,5 e 7.

Recomenda-se, também, realizar o plantio no início da primavera, a fim de que a Pyrus communis (o nome científico da Pera d”Anjou) possa desenvolver as suas principais características (como vemos nessas fotos) e nos oferecer os seus principais benefícios.

E entre esses benefícios podemos destacar as suas pouquíssimas calorias, grande quantidade de fibras, antioxidantes, enzimas responsáveis por quebrar as moléculas de gorduras, além de outras que diminuem essa transformação de moléculas de carboidratos em açúcares – o que a torna também uma excelente parceira dos diabéticos.

Os Principais Benefícios Da Pera D’anjou

A Pera d’Anjou é uma variedade da tradicional Pyrus communis (seu nome científico), como dissemos. E é por isso mesmo que ela traz em si todos os seus principais benefícios. A saber, poucas calorias por 100g (cerca de 60Kcal), grande quantidade de fibras, enzimas digestivas, entre outras características – como vemos nessas fotos e imagens.

Além disso, para os que sofrem com pressão alta, ela configura-se como uma grata novidade, graças à suas propriedades vasodilatadoras, capazes de proporcionar um oportuno relaxamento dos vasos e artérias, facilitando o fluxo sanguíneo e preservando o sistema circulatório.

A Pera d’Anjou, por ser mais rica e encorpada que as tradicionais, possui maiores quantidades de minerais, como magnésio, potássio, manganês, cálcio, entre outras substâncias que realizam um excelente trabalho de preservação da estrutura óssea, repondo com eficácia os minerais ósseos perdidos diariamente; e dessa forma previne contra um quadro de osteoporose futura, entre outros transtornos semelhantes.

Pera D'anjou Dentro de uma Cesta
Pera D’anjou Dentro de uma Cesta

E por fim, sabe-se que a Pera d’Anjou é extremamente rica em antioxidantes, em especial os flavonoides, antocianinas, vitamina C, entre outros.

Estes, como se sabe, contribuem para a preservação das células da oxidação provocada pelo excesso de radicais livres (eliminando-os), e com isso impedem a formação de exemplares defeituosos (tumores malignos), contribuem para a execução correta dos metabolismos celulares, entre outras ações que garantem o pleno funcionamento do organismo.

Caso queira, deixe a sua opinião sobre esse artigo. E continue compartilhando as nossas publicações.

Veja também

Como Fazer Muda de Amarílis? Como Cultivar? Como Reproduzir?

A amarílis é uma flor bastante alta, cuja haste, muito resistente e alongada, tem a …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *