Home / Animais / Marreco Mandarim Branco Canela: Características e Fotos

Marreco Mandarim Branco Canela: Características e Fotos

Os marrecos são aves pertencentes à família taxonômica Anatidae, a mesma que abriga os patos, cisnes e gansos. Marrecos são geralmente muito semelhantes ao patos, e, em alguns casos, até mesmo classificados como tal.

O marreco-mandarim (nome científico Aix galericulata), por exemplo, é muitas vezes chamado pelo nome de pato-mandarim. Tal espécie possui grande simbologia, sendo muito utilizado nos casamentos chineses, de modo a trazer felicidade e fidelidade conjugal- associação decorrente do fato de que os machos permanecem com a fêmea e auxiliam no cuidado com os filhotes. Na cultura coreana, tais aves possuem o simbolismo de paz, fidelidade e filhos abundantes.

Infelizmente as populações desta espécie estão sofrendo redução na China e na Rússia, em razão das exportações em larga escala, assim como da destruição das florestas.

A espécie possui como padrão de cor uma plumagem predominantemente canela, cinza, marrom e branco.

Neste artigo, você conhecerá outras informações adicionais sobre a espécie.

Então venha conosco e boa leitura.

Marreco Mandarim Classificação Taxonômica

A classificação científica para o marreco mandarim obedece à seguinte estruturação:

Reino: Animalia;

Filo: Chordata;

Classe: Aves;

Ordem: Anseriformes;

Família: Anatidae;

Gênero: Aix;

Espécie: Aix galericulata.

Marreco Mandarim

Família Taxonômica Anatidae

Esta família compreende as aves aquáticas, tais como as variadas espécies de patos, gansos e cisnes. Tais aves possuem adaptações anatômicas tanto para flutuar na superfície das águas, quanto para nadar- sendo que, em alguns casos, até mesmo flutuar em águas rasas.

Nesta família estão compreendidas aproximadamente (dependendo da literatura) 143 espécies e 43 gêneros.

Em razão da diversidade de espécies, há uma grande variação em relação ao tamanho (ou dimensões corporais), o qual está compreendido entre 26,5 centímetros e 1,83 metros.

Algumas características em comum incluem asas curtas e pontiagudas, que recebem o suporte dos músculos responsáveis pelas batidas rápidas de voo. Dependendo da espécie, o pescoço pode ser longo. Os pés geralmente são palmados.

O formato corporal das aves desta família permite que a movimentação em terra seja um pouco desengonçada.

As penas recebem óleo produzido pelas glândulas uropiginais, logo possuem a qualidade impermeabilizante, não permitindo a absorção de água.

Estas aves possuem uma forte relação cultural e econômica com os seres humanos, desde o ano de 1600. Penas e plumas de ganso são bastante utilizadas para a confecção de casacos, travesseiros, sacos de dormir e colchas. Ovos e carne, especialmente de pato, possuem um valor comercial importante.

Marreco Mandarim Branco Canela: Características e Fotos

A espécie possui entre 41 a 249 centímetros de comprimento, sendo que a envergadura está compreendida entre 65 a 75 centímetros.

Há dimorfismo sexual bastante acentuado entre machos e fêmeas.

O macho possui o bico vermelho, faixas brancas na plumagem acima dos olhos, assim como uma plumagem de cor vermelha no restante da face. Seu peitoral é predominantemente roxo, porém também apresenta duas barras verticais brancas, assim como flanco de cor vermelha.

 

Aix Galericulata

Em relação à fêmea, esta apresenta uma tonalidade predominantemente cinzenta ao longo do corpo. Ao redor dos seus olhos, conta com um pequeno anel de cor branca, assim como uma fina faixa da mesma cor saindo do mesmo.

Machos e fêmeas possuem crista, porém esta estrutura é mais pronunciada nos machos.

Após o período de acasalamento, o macho pode sofrer uma mudança em sua plumagem, ficando inclusive semelhante a fêmea. Neste período, características pontuais permitem que o mesmo seja distinguido da fêmea, tais como uma faixa ao redor dos olhos mais discreta e o destacado bico de cor vermelho brilhante ou amarelo-alaranjado.

Marreco Mandarim Branco Existe de Fato?

Bem, o branco não é a cor predominante na espécie, embora também esteja presente na sua paleta. Contudo, algumas mutações podem ser encontradas, especialmente nos indivíduos em cativeiro. Uma dessas mutações mais comuns é a do marreco mandarim branco.

Tal mutação não possui uma origem conhecida, porém acredita-se que esteja relacionada à criação seletiva, a qual contribui para o aparecimento de combinações genéticas recessivas- manifestando o leucismo.

O leucismo é uma condição diferenciada em relação ao albinismo, uma vez que há certa perda de pigmentação, mas os olhos não são afetados- sendo que e, alguns casos, os indivíduos apresentam apenas presença de manchas brancas em maior ou menor extensão.

No reino animal, o leucismo pode ser determinado obviamente por fatores genéticos, mas também por fatores metabólicos, assim como decorrente de uma alimentação inadequada.

O marreco mandarim branco é considerado uma mutação do marreco mandarim tradicional, e bastante encontrado para venda em sites de aves decorativas.

Marreco Mandarim Branco/ Canela: Hábitat e Distribuição Geográfica

O hábitat favorito para reprodução são as áreas densas e arbustivas às margens de rios e lagos, geralmente em baixas altitudes (embora a espécie também seja capaz de se reproduzir em altitudes de até 1.500 metros).

Marreco Mandarim Branco

No inverno, esta ave pode ser encontrada em pântanos, rios abertos e campos alagados. A preferência é por água doce, embora alguns indivíduos sejam encontrados em estuários de costa.

Marreco Mandarim Branco/ Canela: Alimentação

Estas aves se alimentam principalmente de plantas e sementes, sendo o gênero vegetal Fagus um dos itens preferidos da dieta. No entanto, peixes, insetos e caracóis também podem estar inclusos no cardápio.

É importante considerar que a alimentação do marreco mandarim muda de forma sazonal. No outono e inverno, a alimentação é à base de bolotas e grãos; já na primavera, o cardápio é composto por plantas aquáticas, peixes, caracóis e, principalmente insetos. Durante o verão, estas aves comem pequenas cobras, moluscos, sapos, peixes pequenos e vermes.

Praticamente dedicam um período do dia específico para a alimentação, no caso, próximo ao amanhecer ou anoitecer. Este ‘ritual’ pode acontecer no chão ou nas árvores.

Agora que você já conhece algumas características do marreco mandarim e sua variação na cor branca; nossa equipe o convida para continuar conosco para visitar também outros artigos do site.

Aqui há muito material de qualidade nos campos da zoologia, botânica e ecologia de um modo geral.

Sinta-se à vontade para digitar um tema de sua escolha em nossa lupa de pesquisa no canto superior direito. Caso não encontre o tema escolhido, você pode sugeri-lo abaixo em nossa caixa de comentários.

Até as próximas leituras.

REFERÊNCIAS

Aves Decorativas. Marreco Mandarim Branco. Disponível em: < https://www.avesdecorativas.com.br/marreco-mandarim-branco>;

Internet Archive Wayback Machine. Mandarin Duck. Disponível em: < https://web.archive.org/web/20120531001257/http://www.honoluluzoo.org/mandarin_duck.htm>;

Madge, Steve; Burn, Hilary (1987). Wildfowl: An identification guide to the ducks, geese and swans of the world. London: Christopher Helm. pp. 188–189;

Wikipédia. Aix galericulata. Disponível em: < https://pt.wikipedia.org/wiki/Aix_galericulata>;

Wikipédia in English. Mandarin duck. Disponível em: < https://en.wikipedia.org/wiki/Mandarin_duck>.

Veja também

Lagarto Chicote- de- Garganta- Alaranjada: Características e Fotos

O lagarto chicote de garganta alaranjada (nome científico Aspidoscelis hyperythrus) é uma espécie nativa do …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *