Home / Animais / Lagarto Come Cobra? O que Comem na Natureza?

Lagarto Come Cobra? O que Comem na Natureza?

Os lagartos são répteis extremamente numerosos na natureza, correspondendo a um quantitativo de mais de 5 mil espécies. Pertencem à ordem Squamata (juntamente com as serpentes) e suas espécies estão distribuídas em 14 famílias.

As lagartixas de parede são lagartos conhecidos de todos nós. Outros exemplos de lagartos famosos são as iguanas e camaleões.

A maioria das espécies conta com a presença de escamas secas (lisas ou rugosas) revestindo o corpo. Características gerais de anatomia externa são semelhantes para a maior parte das espécies, tal como cabeça em formato triangular, cauda longa e 4 membros nas laterais do corpo (embora algumas espécies possuem 2 membros e outras, nenhum).

Neste artigo, você conhecerá um pouco mais sobre esses animais tão abundantes na natureza, em especial sobre os seus hábitos alimentares.

Afinal, o que o lagarto come na natureza? Será que as espécies maiores seriam capazes de comer uma cobra?

Venha conosco e descubra.

Lagarto Variação de Tamanho Entre as Espécies

A maioria das espécies de lagarto (no caso, cerca de 80%) é pequena, possuindo poucos centímetros de comprimento. Todavia, também há espécies um pouco maiores como as iguanas e camaleões, e espécies cuja grandiosidade aproxima-se dos 3 metros de comprimento (como é o caso do Dragão de Komodo). Esta última espécie em particular pode estar relacionada a um mecanismo de gigantismo insular.

No período pré-histórico, era possível encontrar uma espécie com mais de 7 metros de comprimento, assim como peso superior a 1000 quilos.

O extremo oposto do dragão de Komodo atual (nome científico Varanus komodoensis) é a espécie Sphaerodactylus ariasae, considerada uma das menores do mundo, uma vez que possui apenas 2 centímetros de comprimento.

Lagarto Conhecendo Particularidades

Além das características físicas gerais apresentadas na introdução do artigo, a maioria dos lagartos também conta com a presença de pálpebras móveis e orifícios auriculares externos. Apesar de pontos de similaridade, as espécies são incrivelmente diversificadas.

Certas espécies mais raras, e até mesmo exóticas, contam com características diferenciadas, tais como presença de chifres ou espinhos. Outras espécies contam com uma placa óssea em torno doo pescoço. Estas estruturas adicionais estariam relacionadas à função de amedrontar o inimigo.

Outras características diferenciadas são pregas de pele nas laterais do corpo. Tais pregas, quando abertas, assemelham-se à asas e possibilitam, inclusive que o lagarto possa planar de uma árvore para outra.

Existem muitas espécies de camaleão com capacidade de modificar a sua coloração em cores mais vivas. Esta mudança de cor pode estar relacionada á necessidade de assustar outro animal, de atrair a fêmea ou mesmo de comunicar-se com outros lagartos. A mudança de cor também é influenciada por fatores como a temperatura e a luz.

Existem Espécies de Lagartos Venenosos ?

Sim. Existem 3 espécies lagartos considerados venenosos, cujo veneno é forte o suficiente para matar uma pessoa, são eles o monstro-de-Gila, o lagarto-de-contas e o dragão de Komodo.

O monstro de Gila (nome científico Heloderma suspectum) é encontrado no sudoeste da América do Norte, compreendendo os Estados Unidos e México. Seu hábitat é formado pelas regiões desérticas. Possui cerca de 60 centímetros de comprimento, logo é o maior lagarto norte-americano. A peçonha ou veneno é inoculado através de dois incisivos bastante afiados presentes na mandíbula.

O lagarto-de-contas (nome científico Heloderma horridum), juntamente com o monstro de Gila é um dos únicos lagartos capazes de matar um ser humano com seu veneno. Está presente no México e Sul da Guatemala. É uma espécie extremamente rara e ameaçada (com quantitativo estimado de 200 indivíduos). Curiosamente, o seu veneno está sendo submetido a diversas pesquisas científicas, desde que no mesmo foram descobertas diversas enzimas com potencial farmacêutico. Seu comprimento pode variar entre 24 a 91 centímetros.

Lagarto Come Cobra? O que Comem na Natureza?

Grande parte dos lagartos é insetívora, ou seja, alimenta-se de insetos, embora poucas espécies comam sementes e plantas. Outras poucas espécies alimentam-se tanto de animais como vegetais, como é o caso do lagarto teiú.

O lagarto teiú, inclusive, come cobra, sapo, insetos grandes, ovos, frutos e carne em decomposição.

Lagarto comendo Cobra
Lagarto comendo Cobra

A espécie dragão de Komodo é famosa por alimentar-se de carniça de animais. Sendo capaz de farejá-las a quilômetros de distância. No entanto, a espécie também pode alimentar-se de animais vivos.. Geralmente, derruba a vítima com a cauda, cortando-a com seus dentes em seguida. No caso de animais muito grandes, como é o caso do búfalo, o ataque é feito de forma sorrateira com apenas 1 mordida. Após essa mordida, o dragão de Komodo aguarda que sua presa morra por infecção induzida por essas bactérias.

Sim, o Lagarto Teiú Come Cobra – Conhecendo Mais Sobre a Espécie

O lagarto teiú (nome científico Tupinambas merinaea) ou lagarto de apo amarelo é considerado uma das maiores espécies de lagartos do Brasil. Possui cerca de 1,5 metros de comprimento. Pode ser encontrado em vários ambientes, dentre eles florestas, zonas rurais e até mesmo na cidade.

A espécie apresenta dimorfismo sexual, uma vez que os machos são maiores e mais robustos do que as fêmeas.

O lagarto teiú dificilmente é encontrado ao ar livre durante os meses de Maio a Agosto (considerados os meses mais frios). A justificativa seria a própria dificuldade em ajustar a temperatura. Nesses meses, permanecem mais no interior de abrigos. Estes abrigos recebem o nome de hibernáculos.

Na chegada da Primavera e do Verão, o lagarto teiú sai de sua toca para buscar alimento e preparar-se para os rituais de acasalamento.

A postura de ovos ocorre entre Abril e Setembro, sendo que cada ninhada conta com o quantitativo de 20 a 50 ovos.

Tupinambas Merinaea
Tupinambas Merinaea

Se em algum momento o lagarto teiú sentir-se ameaçado, de imediato pode inflar-se e levantar o corpo- de modo que pareça maior. Outros métodos mais extremos de defesa consistem em morder e golpear com a cauda. Dizem que a mordida é extremamente dolorosa (embora o lagarto não seja venenoso).

*

Depois de conhecer um pouco mais sobre os lagartos, que tal continuar por aqui conosco para visitar também outros artigos do site?

Aqui há muito material de qualidade nos campos da zoologia, botânica e ecologia de um modo geral.

Até as próximas leituras.

REFERÊNCIAS

Portal Veneza. É época de lagarto. Disponível em: <https://www.portalveneza.com.br/e-epoca-de-lagarto/>;

RIBEIRO, P.H. P. Infoescola. Lagartos. Disponível em: <https://www.infoescola.com/biologia/lagartos/>;

RINCÓN, M. L. Mega Curioso. 10 curiosidades interessantes e aleatórias sobre lagartos. Disponível em: <https://www.megacurioso.com.br/educacao/108899-10-curiosidades-interessantes-e-aleatorias-relacionadas-com-lagartos.htm>;

Wikipédia. Lagarto. Disponível em: <https://pt.wikipedia.org/wiki/Lagarto>.

Veja também

História da Harpia e Origem do Animal

Você já ouviu falar da harpia ? Pois bem, essa ave é o mesmo conhecido …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *