Home / Animais / Ciclo de Vida do Lagarto: Quantos Anos Eles Vivem ?

Ciclo de Vida do Lagarto: Quantos Anos Eles Vivem ?

Amplamente presentes na natureza, os lagartos são répteis que correspondem a cerca de 3 mil espécies (dentre as quais, há representantes que medem desde alguns poucos centímetros de comprimento até quase 3 metros). No dia-a-dia, as lagartixas de parede (nome científico Hemidactylus mabouia) são sem dúvida a espécie mais popular. No entanto, existem espécies incrivelmente exóticas, que inclusive podem apresentam chifres, espinhos, ou ainda placas ósseas em torno do pescoço.

O dragão-de-Komodo (nome científico Varanus komodoensis) também é considerado uma espécie insular- em razão das grandes dimensões físicas (provavelmente relacionadas ao gigantismo insular); e alimentação à base principalmente de carniça (podendo também realizar emboscadas para aves, mamíferos e invertebrados).

Essas quase 3 mil espécies de lagartos estão distribuídas em 45 famílias. Além das lagartixas, outros representantes populares incluem as iguanas e os camaleões.

Neste artigo, você conhecerá algumas características sobre estes répteis, dentre elas informações relacionadas ao seu ciclo de vida e longevidade.

Então venha conosco e boa leitura.

Lagartos Características Gerais

A maioria das espécies de lagartos possui 4 pernas, no entanto, também existem aqueles que não possuem pernas e se assemelham bastante às cobras e serpentes. A cauda longa inclusive é uma característica comum. Em algumas espécies, tal cauda pode ser destacada (curiosamente em movimento) do corpo para distrair os predadores; sendo que a mesma se regenera algum tempo depois.

Com exceção das lagartixas e outras espécies de pele fina, a maioria dos lagartos conta com escamas secas revestindo o corpo. Estas escamas na realidade são placas que podem ser lisas ou rugosas. As cores mais frequentes destas placas são marrom, verde e cinza.

Os lagartos contam com pálpebras móveis e orifícios auriculares externos.

Em relação à locomoção, há uma curiosidade bastante interessante Os lagartos do gênero Basiliscus são conhecidos como “lagartos Jesus Cristo”, em razão da sua incomum capacidade de caminhar sobre a água (em curtas distâncias).

Ainda no quesito curiosidade, existe uma espécie de lagarto conhecida como diabo-espinhoso (nome científico Moloch horridus), o qual possui a incomum capacidade de “beber” (na verdade, absorver) água através da pele. Outra particularidade da espécie é a presença de uma cabeça falsa na parte de trás do pescoço, com a função de confundir predadores.

Ciclo de Vida do Lagarto: Quantos Anos Eles Vivem ?

A expectativa de vida destes animais depende diretamente da espécie em questão. Lagartixas possuem expectativa média de vida de anos. No caso do camaleão, existem espécies que vivem até 2 ou 3 anos; enquanto outras vivem de 5 a 7. Alguns camaleões também podem alcançar a marca de 10 anos de idade.

Iguanas criadas em cativeiro podem viver até 15 anos.

Em relação ao maior lagarto da natureza, o famigerado dragão-de-Komodo, este pode viver até 50 anos. Todavia, grande parte dos filhotes não alcança a fase adulta.

Os lagartos criados em  cativeiro tendem a alcançar uma expectativa de vida superior em relação aos lagartos presentes na natureza, uma vez que não estão vulneráveis ao ataque dos predadores, bem como não precisam competir por recursos considerados básicos. No caso do dragão de Komodo, o raciocínio do ataque de predadores só é válido para indivíduos mais jovens, uma vez que os adultos não possuem predadores. Curiosamente, um dos predadores destes lagartos juvenis são, inclusive, adultos canibais.

Alimentação do Lagarto e Período de Maior Atividade

Grande parte dos lagartos costuma ser ativa durante o dia, repousando à noite. A exceção ficaria à cargo das lagartixas.

Durante o período de atividade, a maior parte do tempo é destinada à procura de alimentos. Como há uma grande diversidade de espécies de lagarto, também existe uma grande diversidade de hábitos alimentares.

A maioria dos lagartos é insetívora. Os camaleões chamam a atenção neste quesito por apresentarem uma língua longa e pegajosa, capaz de capturar tais insetos.

Lagarto Alimentação

Tal como as hienas, abutres e diabos da tasmânia, o dragão-de-komodo é classificado como um lagarto dentritívoro Todavia, também pode manifestar estratégias de um predador carnívoro (tais como emboscada) para captura de aves, mamíferos e invertebrados. O olfato apuradíssimo da espécie permite a detecção de carcaças localizadas entre 4 a 10 Km. Já na emboscada de presas vivas, há ataques furtivos, geralmente envolvendo a parte de baixo da garganta.

Outra famosa espécie de lagarto é o lagarto teiú (nome científico Tupinambis merianae), o qual também é caracterizado por grandes dimensões físicas. Tal lagarto apresenta um padrão alimentar onívoro, com ampla diversidade alimentar. No seu cardápio estão inclusos répteis, anfíbios, insetos, pequenos mamíferos, pássaros (e seus ovos), vermes, crustáceos, folhas, flores e frutos. Esta espécie é famosa por invadir galinheiros para atacar ovos e pintinhos.

Reprodução do Lagarto e Quantidade de Ovos

A maioria dos lagartos é ovípara. A casca desses ovos costuma ser resistente, assemelhando-se a couro. A maioria das espécies abandona os ovos após a postura, contudo, em algumas poucas espécies, a fêmea pode ficar vigiando estes ovos até eclodirem.

No caso do lagarto teiú, cada postura conta com um quantitativo de 12 a 35 ovos, os quais são abrigados em tocas ou cupinzeiros.

A postura média do dragão de Komodo conta com o quantitativo de 20 ovos A fêmea da espécie deita sobre eles para realizar incubação. Geralmente, a eclosão destes ovos ocorre no período chuvoso- período no qual há abundância de insetos.

Para as lagartixas, a quantidade de ovos é consideravelmente menor- uma vez que é de aproximadamente 2 ovos por ninhada. No geral, é possível mais de uma ninhada por ano.

Em relação às iguanas, a iguana verde (nome científico Iguana iguana) pode botar de 20 a 71 ovos de uma única vez. A iguana marinha (nome científico Amblyrhynchus cristatus) costuma botar de 1 a 6 ovos por vez; enquanto, a iguana azul (nome científico Cyclura lewisi) bota de 1 a 21 ovos em cada ninhada.

A quantidade de ovos do camaleão também varia de acordo com a espécie, mas, em linhas gerais, pode oscilar de 10 a até 85 ovos por ninhada.

*

Depois de conhecer um pouco mais sobre os lagartos, que tal continuar conosco para visitar também outros artigos do site.

Aqui há muito material nos campos da zoologia, botânica e ecologia e um modo geral.

Até as próximas leituras.

REFERÊNCIAS

FERREIRA, R. Eco. Teiú: um nome curto para um lagarto grande. Disponível em: < https://www.oeco.org.br/blogs/fauna-e-flora/27828-teiu-um-nome-curto-para-um-lagarto-grande/>;

RINCÓN, M. L. Mega Curioso. 10 curiosidades interessantes e aleatórias relacionadas com lagartos. Disponível em: <https://www.megacurioso.com.br/educacao/108899-10-curiosidades-interessantes-e-aleatorias-relacionadas-com-lagartos.htm>;

Wikipédia. Lagarto. Disponível em: < https://pt.wikipedia.org/wiki/Lagarto>;

Veja também

Hábitat do Iaque

Hábitat do Iaque: Onde Eles Vivem?

Os iaques ou yaks (nome científico Bos grunniens) são bovídeos encontrados em áreas de levadíssima …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *