Home / Animais / História do Dachshund, Personalidade e Origem da Raça

História do Dachshund, Personalidade e Origem da Raça

O cão da raça dachshund é o famoso cão salsicha. É uma raça bastante enérgica e que gosta de estar sempre envolvida em brincadeiras com o dono.

Além do nome “salsicha”, este cãozinho também pode ser conhecido como Cofap. Curiosamente, este nome alternativo faz alusão a um comercial de uma marca de amortecedores, o qual foi responsável por popularizar a raça no Brasil durante os anos 90.

No exterior, algumas das suas nomenclaturas alternativas são Teckel ou Dackel.

Neste artigo você conhecerá algumas informações e curiosidades sobre a raça, dentre elas informações sobre a sua história, personalidade e origem.

Então venha conosco e boa leitura.

Características Gerais do Dachshund

Este cão está disponível em 3 opções de tamanho: o padrão, o miniatura e o kaninchen.       Também é possível encontra-lo em 3 opções de pelagem, sendo elas o pelo curto, o pelo duro e o pelo longo. Geralmente, a variedade de pelo duro é menor em comprimento do que os outros dois.

O cão salsicha padrão possui um peso aproximado de 6 a 9 quilos, assim como uma altura de 37 centímetros ao nível da cernelha. No caso do dachshund miniatura, este pesa menor que 5 quilos.

Os cães tradicionais e modernos da raça apresentam pernas curtas, pele solta e eito do tipo barril. Curiosamente, estas características foram atribuídas à raça para que seus cães possuíssem habilidades para se entocar em espaços mais apertados.

Dachshund e Suas Características
Dachshund e Suas Características

Os olhos apresentam tamanho médio e formato oval. As cores mais frequentes são a castanho-escura brilhante, ou castanho-escuro avermelhado. Normalmente, possuem um olhar que pode ser descrito como esperto e amistoso.

Possui a expectativa de vida classificada como uma das mais altas do reino animal, uma vez que é superior a 12 anos- sendo que alguns indivíduos podem até mesmo ultrapassar a marca dos 20 anos de idade.

Coloração Típica dos Dachshund

Em relação à coloração, é importante considerar que , no mundo canino, existem 10 padronagens (ou seja, padrão de ‘estampa’). Os dachshund em particular possuem 6 padronagens, são elas o sólido; o sólido com marcações; o bicolor (também conhecido como “Piebald”); o Arlequim (também conhecido como “Merle”); o Tigrado (também conhecido como “Brindle”); e o Javali (também conhecido como “Wild Boar” ou “Sable”).

No caso da padronagem “sólido com marcações”, a mesma pode ser caracterizada pela coloração de base preta com presença de marcações em marrom claro; coloração de base chocolate com marcações em marrom claro; ou coloração de base cinza ou isabela com marcações em tom marrom claro.

Em relação à padronagem arlequim ou merle, esta corresponde a um albinismo causada pelo gene merle. Boa parte dos portadores deste gene possuem pelo completamente branco e olhos azuis, todavia, alguns indivíduos podem apresentar pintas negras ou cinzas na cabeça e dorso. O nascimento de um cão albino só é possível quando há cruzamento de 2 arlequins (prática que é desaconselhada).

Essas padronagens são formadas a partir de combinações de cores. É importante considerar que existem apenas 4 cores ‘padrão’, sendo que as demais cores são consideradas como variantes e o seu fenótipo pode ser afetado pela presença do chamado ‘gene da diluição’.

As 4 cores básicas são canela, preto, chocolate e javali. A presença do gene descrito acima pode influenciar para que a tonalidade varie entre o creme e o vermelho. No caso da cor preta, a variação pode ser para o cinza ou preto azulado.

História do Dachshund, Personalidade e Origem da Raça

Existe a teoria de que a raça teria surgido a mais de 4 mil anos atrás, todavia, evidências apontam que este cão é originário da Alemanha. Teria surgido durante a Idade Média (mais precisamente entre os séculos V e XV).

Foi resultante do cruzamento entre algumas raças europeias, dentre elas os hounds e terriers (de países como a Inglaterra, França e Alemanha). Nos primeiro anos após a sua criação, o cão possuía tamanho ideal para caça de texugos; embora eventualmente também tenha sido usada para caça de coelhos, raposas, localização de cervos e até mesmo caça de animais de grande porte (como é o caso dos  javalis). A caça de animais de grande porte era realizada em bandos.

Anos se passaram, e o dachshund começou a ganhar popularidade crescente nos Estados Unidos e Inglaterra. Essa popularidade só aumentou após a rainha Vitória declarar a sua paixão por cães da raça.

Tal popularidade decresceu durante a Primeira Guerra Mundial.  Como esses cães são de origem alemã, muitos americanos e ingleses começaram a exterminar a raça, iniciando até mesmo campanhas. Este cenário foi mais ou menos semelhante durante a Segunda Guerra Mundial.

A popularidade só foi reconquistada no Pós-Segunda Guerra. Neste período o dachshund foi novamente importado por americanos e até hoje persiste como uma das raças mais populares nos Estados Unidos.

Ok, agora em termos de personalidade, estes cães são descritos como brincalhões e possuem grande propensão em perseguir pássaros e pequenos animais. São muito leais e protetores para com seus donos e, por essa razão, também podem apresentar-se como cães muito ciumentos. Possui um temperamento equilibrado, dessa forma, não são nem nervosos nem equilibrados demais.

Apesar de serem cães, de certa forma, independentes gostam de ter a família sempre por perto. Mesmo com o senso de cães protetores, dificilmente irão avançar em visitas.

Como Cuidar de um Dachshund?

As consultas periódicas ao veterinário fazem parte da recomendação de cuidados essenciais. A raça dachshund é mais vulnerável a lesões do disco intervertebral (especialmente para cães com sobrepeso) e luxação da patela (especialmente para os cães de pequeno porte).

Em termos de saúde, a área dos olhos também requer uma atenção especial, pois, com o passar dos anos, pode ficar muito ressecada- implicando no aparecimento de irritações.

No caso de cuidados como escovação de pelos, esta prática não precisa ser realizada semanalmente em cães com pelo liso. Todavia, para cães com pelo curto é importante realizar essa escovação 1 vez por semana, ou sempre que julgar necessário. Já os cães de pelo longo demandam uma maior frequência de escovação de 2 vezes por semana, assim como tosas periódicas.

*

Este artigo foi útil para você?

Deixe sua opinião em nossa caixa de comentários abaixo. Você também pode aproveitar o espaço para deixar a sugestão de artigo que gostaria de ver por aqui.

Até as próximas leituras.

REFERÊNCIAS

Dog’s Time. Dachshund Teckel. Disponível em : < http://www.dogtimes.com.br/dach.htm>;

Guia de Raças. Dachshund. Disponível em: < http://www.guiaderacas.com.br/cachorros/racas/dachshund.shtml>;

Petz. Guia de raças Dachshund. Disponível em: < https://www.petz.com.br/cachorro/racas/dachshund/>;

Wikipédia. Dachshund. Disponível em: < https://pt.wikipedia.org/wiki/Dachshund>.

Veja também

Hábitat do Iaque

Hábitat do Iaque: Onde Eles Vivem?

Os iaques ou yaks (nome científico Bos grunniens) são bovídeos encontrados em áreas de levadíssima …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *