Home / Animais / O que Fazer para a Galinha Não Voar?

O que Fazer para a Galinha Não Voar?

A galinha é uma ave galiforme e fasianídea de nome científico Gallus gallus domesticus. O macho da espécie é conhecido como galo, e os filhotes como pintinhos.

Estas aves vêm sendo uma importante fonte de alimento a séculos. Há registros de domesticação de galinhas remetendo ao século VII a. C. Acredita-se que esse processo de domesticação teria iniciado na Ásia (provavelmente na Índia). Inicialmente, esta domesticação estava mais voltada para a participação em brigas de galos.

Atualmente, é considerada uma das fontes de proteínas mais baratas, tanto em relação à carne quanto em relação aos  ovos.

Quem inicia o processo de criação de galinhas, pode ter algumas dúvidas frequentes, entre elas qual a alimentação adequada, como devem ser as instalações e o que fazer para a galinha não voar (evitando, assim, algumas fugas).

Bem, se você tem alguma dessas duvidas, está no lugar certo.

Venha conosco e boa leitura.

Galinha Características Gerais

Fisicamente, as galinhas apresentam crista carnuda, bico pequeno, asas curtas e largas; e pernas em textura ‘escamosa’. Há dimorfismo sexual entre galinhas e galos, uma vez que os machos são maiores, mais alongados e apresentam crista mais proeminente. Galinhas costumam sem mais entroncadas e rechonchudas.

As galinhas são aves gregárias e, por essa razão, são frequentemente vistas em bandos. Existem galinhas que adotam comportamento de dominação em relação a outras, estabelecendo uma hierarquia- dentro da qual obtém prioridade no acesso à comida e à nidificação.

Infelizmente, adicionar galinhas mais jovens a um bando não é uma boa idéia. Tal prática pode resultar em brigas e ferimentos.

Também é possível encontrar um macho dominante no galinheiro, todavia, as galinhas possuem um sistema hierárquico independente e não seguem a ‘dominação’ do galo. Apesar disso, quando o galo encontra comida, pode chamar algumas galinhas para comer primeiro. Esse chamado é feito através de um cacarejado alto, ou do movimento de pegar e soltar a comida. Tal postura também pode ser observado em mães para que os filhotes comam.

O famoso canto do galo é alto e muito representativo, funcionando como um sinal territorial. Às vezes, o galo também pode cantar em resposta a distúrbios nos seus arredores. No caso das galinhas, estas podem cacarejar após postura de um ovo ou para chamar os seus filhotes.

Em relação ao comportamento reprodutivo, curiosamente, quando a galinha nasce já possui todos os óvulos que vai utilizar durante a vida armazenados no ovário. Todavia, estes óvulos estão em tamanho microscópico. A maturação e ovulação ocorre durante a fase adulta.

O período reprodutivo ocorre durante a Primavera e início do Verão.

O ritual de acasalamento pode parecer bastante divertido, uma vez que ocorre com o macho dançando e arrastando as asas em torno da fêmea..

Algumas Dicas Básicas Para Criação de Galinhas

As galinhas podem ser criadas tanto em quintais quanto em galinheiros fechados, no entanto, demandam uma série de cuidados básicos.

A alimentação é fator essencial para garantir um bom potencial reprodutivo. O ideal é oferecer ração de postura e pouco milho. Os grãos podem engordar muito a ave, formando uma camada de banha em torno de sua coacla (dificultando, assim a fertilização dos ovos).

Quando as galinhas são criadas soltas, é importante que pensar em um canto abrigado do sol e da chuva.

No caso dos viveiros, é fundamental que sejam devidamente desinfetados. Aves doentes não devem ser mantidas no mesmo ambiente.

Mas, Afinal, Galinha Voa ou Não Voa?

Há literaturas que consideram que as galinhas domésticas não são capazes de voar, ao passo que galinhas selvagens podem percorrer distâncias curtas.

Mesmo sendo capazes de voar, não conseguem cruzar os céus, como ocorre com pombos, águias ou urubus. Essa incapacidade de percorrer longas distâncias está associada a adaptações anatômicas inerentes, além de outros fatores como o hábito terrícola. As galinhas são capazes de obter o seu alimento do chão (tais como minhocas, sementes, insetos e até ração); dessa forma, não precisam alcançar lugares muito altos para obter comida.

O voo da galinha pode ser descrito como um voo batido, com movimento rápido de asas e volta rápida ao chão. Por vezes, essa modalidade de voo pode assemelhar-se a um grande pulo.

O que Fazer para a Galinha Não Voar?

Uma boa alternativa para criar galinhas sem a preocupação de que elas possam levantar pequenos voos (e até fugir pelo muro) é aparando as suas asas. Esse procedimento é simples e indolor, logo não há porque se preocupar.

Caso a galinha esteja em uma galinheiro, é preciso ser ágil para encurralá-la (uma vez que são animais muito ágeis). Sugere-se utilizar uma caixa para fechar a galinha.

Caso a galinha encurralada comece a bater as asas, basta pressionar as mãos gentilmente contra as asas do animal. É importante ter cuidado com as unhas e com o bico.

Pode ser necessário o auxílio de uma segunda pessoa nessa ‘imobilização’. Uma dica para deixar a galinha mais dócil é utilizar as duas mãos para segurá-la pelo bico, mantendo as pernas para trás e as asa seguras.

Após a imobilização, basta esticar as asas, expondo as penas que serão cortadas. É fundamental cortar as 10 primeiras penas, uma vez que são as mais compridas e utilizadas para o voo.

As penas mais compridas devem ser cortadas até a metade, pois esta é a distância ideal tanto para não machucar a galinha quanto para impedir o voo. Em alguns casos, galinhas podem levantar voo mesmo com penas aparadas (quando o corte não é feito na distância correta).

Não é aconselhável aparar as penas mais curtas, mas caso este procedimento seja realizado, sugere-se segurar a asa contra a luz- de modo a tomar cuidado com a presença de vasos sanguíneos.

Após o procedimento, recomenda-se estar atento ao modo como a galinha recolhe as penas. É comum que penas aparadas possam não recolher com facilidade. Neste caso, o cuidador pode ajeitar as penas com o dedo.

Homem Cortando Asa da Galinha
Homem Cortando Asa da Galinha

Observação: as penas crescem, logo é importante apará-las periodicamente.

*

Gostou das dicas? Elas foram úteis?

Pois bem, não precisa ir embora. Pode continuar por aqui para conhecer também outros artigos.

Até as próximas leituras.

REFERÊNCIAS

Redação Globo Rural. 5 cuidados para criar galinhas saudáveis. Disponível em: < https://revistagloborural.globo.com/Noticias/Criacao/Aves/noticia/2014/09/5-cuidados-para-criar-galinhas-saudaveis.html>;

SETPUBAL, J. L. Instituto Pensi. Por que a galinha não voa ? Disponível em: < https://institutopensi.org.br/blog-saude-infantil/por-que-galinha-nao-voa-3/>;

WikiHow. Como Cortar as Asas de uma Galinha. Disponível em: < https://pt.wikihow.com/Cortar-as-Asas-de-uma-Galinha>;

Wikipédia. Gallus gallus domesticus. Disponível em: < https://pt.wikipedia.org/wiki/Gallus_gallus_domesticus>;

Veja também

Tudo Sobre a Raposa Prateada: Características e Nome Científico

A raposa-prateada é um animal extremamente raro e até mesmo associado à crenças místicas. Na …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *