Home / Animais / Como Apertar a Sela do Cavalo? Quais as Partes da Sela?

Como Apertar a Sela do Cavalo? Quais as Partes da Sela?

O cavalo é o animal de montaria mais famoso do mundo, sem dúvidas. Sua proximidade aos seres humanos deve-se principalmente ao processo de domesticação, iniciado a 4.000 anos atrás. Durante muitos anos, até a invenção do motor, este animal foi o único meio de transporte existente. Hoje em dia, pode ser empregado para trabalhos agrícolas, assim como para competições esportivas e abordagens terapêuticas (tais como a equiterapia). Há raças específicas para cada uma dessas finalidades, uma vez que é importante considerar fatores como o porte físico e as habilidades do animal.

Para os criadores de cavalo e cavaleiros, uma informação que pode ser de grande utilidade é como apertar a sela do cavalo? Quais as partes da sela?

Neste artigo, você conhecerá as respostas para essas e outras perguntas.

Então fique conosco e boa leitura.

Cavalo de Sela

O cavalo de sela é o famoso cavalo adequado para montaria.

Essa expressão também pode ser utilizada para se referir a cavalos de sangue quente (ou seja, raças vívidas e rápidas como o cavalo árabe e o puro sangue inglês). Contudo, o uso dessa terminologia varia bastante de um país para o outro e está muito ligada ao tradicionalismo. Alguns cavalos tipicamente de sangue frio também podem ser considerados oficialmente como cavalos de sela.

Ao longo dos anos, houve mudanças na concepção das qualidades de um cavalo considerado bom para montaria. No século XVIII, alguns critérios incluíam ombros, alisados e móveis; sendo que características como membros anteriores para trás, assim como peito avançado, eram consideradas como defeitos.

Cavalo de Sela
Cavalo de Sela

Já no século XIX, a descrição para um cavalo de montaria constava de animais enérgicos, fortes e resistentes; estáveis sobre os seus membros, contudo, com um trote suave (possibilitando tanto serem montados, quanto carregarem um grande peso sem apresentar fadiga) e certa velocidade.

A primeira utilização ‘oficial’ de um cavalo de sela foi no século XIX e para fins militares.

A partir do século XX, a categoria ‘cavalo de sela’ se subdividiu em cavalo de esporte, assim como em cavalo de lazer e recreação.

O que é a Sela?

Sela de Cavalo
Sela de Cavalo

A sela é um objeto que funciona como estrutura de suporte e fica atrelada ao dorso do cavalo. Nesta estrutura é que o condutor se senta.

A invenção da sela remonta a períodos históricos anteriores à Era Comum (ou Era Cristã). No século III a. C., os cavalos ibéricos utilizavam selas feitas de linho, lã e cabedal.

Basicamente, existem três tipos principais de sela: a sela portuguesa, a sela americana e a sela inglesa.

A sela portuguesa é confeccionada a partir do couro suíno, na qual se dispõem tiras de metal, responsáveis por aumentar a elasticidade da estrutura. Esse tipo é utilizado em modalidades como a equitação de trabalho, tourada e passeio.

Apesar do nome, a sela americana é originária do México. Passou por diversas adaptações até chegar no modelo atual. Ela pesa o dobro das selas comuns de equitação, contudo se adapta com facilidade a todos os tipos de cavalos. É uma sela bastante cômoda e até mesmo confortável para viagens longas. Possui espaços para os cavaleiros guardarem os seus objetos.

Sela Inglesa
Sela Inglesa

A sela inglesa é a mais famosa o mundo. Esse tipo, assim como as suas variações, é soberano nos esportes equestres. Pode ser confeccionada com couro legítimo ou sintético. A armação interna é rígida e leve. A sela inglesa pode ser vista no policiamento das ruas à cavalo.

Outros tipos incluem a sela australiana e sela modelo Western.

Quais São as Outras Estruturas Acessórias à Sela?

Além da sela, outras estruturas acessórias incluem o arção, bridão, cangalha, cabresto, estribos e rédea.

O bridão é uma estrutura que deve ser posicionada próximo à boca de potros no início de seu processo de adestramento. Também pode ser conhecida como “doma” ou “professora”. O material geralmente é ferro, estruturas emborrachadas ou aço inoxidável.

As rédeas (ou arreios) são itens utilizados para direcionar o cavalo. Podem ser feitas de couro, metal, nylon, entre outros materiais.

O cabresto é um tipo de arreio de corda ou de couro. Sua função é controlar a marcha do animal.

Os estribos são estruturas pares presas às laterais da sela por uma tira de couro (chamada loro). A função do estribo é apoiar e dar impulso para montar no cavalo.

Como Colocar a Sela?

Antes de selar o cavalo, é importante amarrá-lo para evitar qualquer fuga, assim como verificar se não há feridas, caroços ou inchaço no qual em que a sela será inserida.

Recomenda-se colocar um pelego embaixo da sela de modo a tornar o assento do cavaleiro mais confortável, assim como oferecer uma proteção às costas do cavalo mediante à dura estrutura de couro da sela.

Como Apertar a Sela do Cavalo? Quais as Partes da Sela?

Há uma faixa que prende a sela do cavalo e evita que a mesma saia do lugar, chama-se barrigueira ou cincha. Algumas selas possuem duas barrigueiras, outras apenas uma. Na hora de apertar as barrigueiras, e, consequentemente, a sela é importante não apertar demais para não lesionar o animal; assim como, não apertar de menos, de modo que a sela fique muito frouxa e escorregue.

O passo a passo pode parecer um pouco confuso (uma vez que envolve algumas voltas e puxões entre a cincha e o loro), logo, é importante consultar um seleiro experiente.

Conhecendo as Partes da Sela

Cavalo Marrom de Sela
Cavalo Marrom de Sela

A sela é composta pelo assento ou estofado (o qual deve o mais anatômico possível). Na porção posterior do assento, está a cabeça, na qual se encontra outra estrutura chamada pito.

O pito, na verdade, é uma barra de ferro que serve como ponto de apoio aos condutores, assim como base para as cordas.

Existem três abas na sela: a aba do suador (parte inferior da sela), aba traseira e aba do assento (contato direto com o cavaleiro).

O paralama é uma estrutura que cobre desde a armação até o estribo (citado em tópicos acima), o qual na parte de baixo possui a pedaleira.

O louro (também já foi citado acima, assim como a barrigueira) consiste em uma tira que prende o estribo à sela.

Outras partes envolvem a virola, suporte de látego, manta, margaridas, argolas dianteira e traseira, cabeçada, rédea e peitoral.

*

Então ficamos por aqui, caro leitor.

Até as próximas leituras.

REFERÊNCIAS

Se7e. MBoots. Você sabe mesmo como selar um cavalo? Confira! Disponível em: < https://blog.7mboots.com.br/2019/04/12/voce-sabe-mesmo-como-selar-um-cavalo-confira/>;

Team Roping Brasil. Anatomia das selas. Disponível em: < https://teamroping.com.br/anatomia-das-selas/>;

Wikihow. Como Selar um Cavalo. Disponível em: < https://pt.wikihow.com/Selar-um-Cavalo>;

Wikipédia. Cavalo de sela. Disponível em: < https://pt.wikipedia.org/wiki/Cavalo_de_sela>;

Wikipédia. Sela. Disponível em: < https://pt.wikipedia.org/wiki/Sela>;

Veja também

Como Cuidar de um Bull Terrier Filhote: Cuidados e Doenças

Os primeiros exemplares do Bull Terrier eram todos brancos e se originaram na Grã-Bretanha por …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *