Home / Natureza / Cultivo de Pitaya e Dicas de Como Plantar

Cultivo de Pitaya e Dicas de Como Plantar

O consumo de frutas é extremamente importante para a nossa saúde, já que elas possuem muitas fibras e minerais que são essenciais para o bom funcionamento do nosso corpo e para a reposição correta de nutrientes. Com a quantidade de frutas que existem no nosso país, algumas delas acabam passando despercebidas por algumas pessoas, e esse pode ser o caso da pitaya.

Por estar se tornando cada vez mais famosa e não ser uma fruta tão barata, muitas pessoas decidem cultivar a pitaya por conta própria e não sabem muito bem para começar. Caso essa seja sua situação agora, não se preocupe! Vamos te dar algumas dicas de como plantar e também te explicaremos como funciona o cultivo dessa fruta tão exótica e saborosa.

A Pitaya

A pitaya (espécie: Hylocereus undatus) é uma fruta conhecida em diversas regiões do mundo, como por exemplo diversos países da América Central, e outros como México, China, Israel e Brasil. Em espanhol, a palavra pitaya significa “fruta escamosa”, característica bem percebida na fruta, que na maioria dos casos apresenta uma coloração rosa e é toda dividida em escamas. No Brasil, ela é encontrada principalmente nas regiões do Cerrado, na Bahia e no Rio de Janeiro.

O Cultivo Da Pitaya

A pitaya começou a ser plantada no Brasil principalmente durante os anos 90, sendo que a pitaya vermelha é a espécie mais plantada em nosso país. A expectativa de produção dessa fruta é de mais ou menos 15 anos, por isso é importante que você planeje bem sua plantação para que a condução dela seja um sucesso ao longo de todos os anos.

Antes de começar o cultivo, é importante que você defina quantos pomares cabem no espaço disponível, por isso analise bem o seu terreno e não coloque os pomares tão grudados uns nos outros, isso fará com que a pitaya se desenvolva de forma mais saudável e livre. Na hora de preparar o solo, o recomendado é que você faça duas arações e depois duas gradagens (esse é também o momento de colocar o calcário – sendo metade da quantidade antes da aração e a outra metade na hora da gradagem), tudo isso fará com que sua planta se desenvolva muita bem.

Quando falamos de temperatura, a pitaya deve ser cultivada entre os 17° e os 26°C para que os frutos maturem cerca de 40 dias após o nascimento da primeira flor. Além disso, a pitaya necessita de chuva para se desenvolver, mas por fazer parte da mesma família dos cactos ela também se adapta bem aos climas secos brasileiros.

Seguindo essas condições de cultivo, com certeza sua plantação de pitayas será um sucesso; porém, é importante que você saiba as técnicas certas para utilizar na hora de plantar sua fruta. Por isso, vamos agora te dar algumas dicas de como plantar sua pitaya da maneira correta!

Plantar Pitaya Por Meio De Sementes – Dicas

Sementes Da Pitaya
Sementes Da Pitaya

Utilizar sementes para plantar pode ser uma maneira simples de iniciar o seu cultivo e acompanhar o crescimento e desenvolvimento de sua plantação. Porém, ao utilizar as técnicas certas e seguir dicas de quem entende do assunto você estará potencializando o crescimento das suas frutas. Por isso, vamos ver algumas dicas de como plantar pitayas utilizando sementes!

  • Retire as sementes de pitayas maduras, lave com água corrente e semeie – é importante que você semeie imediatamente após lavar, assim o processo dará certo;
  • A semente deve ser plantada em areia lavada ou algum outro substrato que você escolher;
  • Regue diariamente de forma moderada, já que o substrato não pode ficar encharcado;
  • Quando as primeiras mudas começarem a aparecer, aumente o tempo entre uma rega e outra, já que as mudas tendem a apodrecer de maneira mais fácil;
  • Após uns 5 meses, é hora de mudar o vaso para que a planta possa se desenvolver cada vez mais.

Caso você queira plantar sua pitaya por meio de sementes, essas dicas são suficientes para você começar agora mesmo uma plantação de respeito!

Plantar Pitaya Por Meio De Estacas

Esse é um método muito utilizado na hora de plantar pitayas e pode ser um pouco menos simples do que o método das sementes, mas também é extremamente eficaz e faz crescer frutas bonitas e saudáveis, o que com certeza é o seu objetivo ao cultivar suas próprias pitayas. Para colocar esse método em prática, siga nossas dicas a seguir:

  • Retire as estacas de pitayas maduras e ainda em fase reprodutiva (isso irá potencializar o processo e fazer com que as pitayas cultivadas cresçam mais rápido);
  • Na hora de escolher a pitaya para retirar a estaca, prefira uma planta-mãe que dê excelentes frutos e seja muito saudável;
  • Respeite a articulação da planta no processo de retirada da estaca, já que é desse corte que uma nova planta nascerá;
  • Escolha um ambiente com baixa luminosidade e um solo fértil e plante a estaca nesse local;
  • Da mesma forma como é feito com as sementes, regue diariamente até o período correto (nesse caso, regar diariamente nos primeiros 30 dias);
  • Após os 30 dias já é hora de transplantar; ou seja, colocar a muda em um vaso maior para que ela possa se desenvolver de maneira mais livre, rápida e saudável.

Todas essas dicas com certeza te ajudarão na hora de plantar sua pitaya e darão uma luz para quem não fazia ideia de como fazer o plantio da fruta da maneira correta. Basta seguir o passo a passo e ter boa vontade, pois com o tempo suas pitayas crescerão saudáveis, bonitas e o melhor: feitas por você mesmo!

Portanto, você pode escolher qualquer um dos dois métodos de cultivo de pitaya; pois seguindo as nossas dicas suas frutas crescerão saudáveis, bonitas e muito rápido! Assim você poderá economizar na hora de comprar frutas, não consumirá agrotóxicos e pode até mesmo vender as suas pitayas dependendo da quantidade que decidiu plantar e do espaço disponível para cultivo.

Quer saber mais sobre como cultivar a pitaya da maneira correta e como ter um plantio saudável? Leia também em nosso site: como induzir o crescimento da pitaya!

Veja também

Como Plantar Alfazema, Cuidar e Fazer Mudas

O hábito de ter plantas e cuidar delas está se tornando cada vez mais comum …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *