Home / Natureza / Como Induzir O Crescimento Da Pitaya?

Como Induzir O Crescimento Da Pitaya?

A Pitaya, também escrito como Pitaia, ou chamada de Fruta-Dragão ou Fruta-do-Dragão, é um fruta proveniente de um tipo de planta caracterizada como um cacto, isto é, a pitaia é fruto de uma espécie de cacto, do gênero Stenocereus e do gênero Hylocereus

A Pitaya é uma fruta comercializada internacionalmente, e por isso é possível encontra-la nos mercados brasileiros, mas não há uma comercialização interna significante da fruta, a não ser por pequenos agricultores que as distribuem por determinados comércios do Brasil.

O cultivo da pitaya é simples e pode ser feito como qualquer outro tipo de planta. No entanto, a origem da pitaya tem base sul-americana e asiática, estando presente de forma bastante relevante no Sul da Ásia, e mais ainda em regiões da América do Norte, América Central e América do Sul, como no México, na Guatemala, Nicarágua, Costa Rica, El Salvador e algumas regiões norte da América do Sul, como Guiana e Venezuela.

O consumo de pitaya se dá através da fruta em si, podendo ser comida de forma natural, como uma outra fruta qualquer, ou a pitaya é utilizada na composição de outros tipos de alimento, como sorvetes e doces de pitaya.

O pé de pitaya é uma planta única, não tão comum como qualquer outra planta, pois são cactos enormes com várias flores dos quais vem os frutos. Elas podem nascer distribuídas pelo chão ou em bases horizontais, formando o aspecto guarda-chuva.

O pé de pitaya cresce facilmente em diversos terrenos, apesar de ser da família dos cactos, fato esse que faz muitas pessoas acharem que as pitayas só se desenvolveram em climas secos.

Acompanhe o artigo para entender melhor sobre como a pitaya pode crescer e como induzir seu crescimento!

Cuidados Ideais Para O Crescimento Da Pitaya

A pitaya tem uma semelhança com as chamadas graviolas ou ariticuns, mas a pitaya, diferentemente das demais, nasce em um pé de cacto, que pode crescer a tamanhos enormes, ou ser podado corretamente e permanecer dentro de um vaso, por exemplo.

Quando se fala em cacto, a ideia é de que esse tipo de planta só pode crescer em lugares quentes, mas o pé de pitaya é diferente, e exige climas mais amenos, assim como quantidade de água relativamente normal.

Os cactos são plantas conhecidas por armazenarem a água de chuvas durante longos períodos de tempo, pois assim conseguem sobreviver nos tempos de seca, e é comum ver que nativos tomam água de cactos, pois por dentro eles são muito bem hidratados.

Mudas de Pitaya
Mudas de Pitaya

Porém, o cacto do pé de pitaya não possui essa função de armazenamento, e deixa-la seca por muito tempo fará com que a mesma desidrate e morra.

Ao mesmo tempo em que deixar a pitaya sem água pode fazer com que a planta morra, o excesso de água fará a mesma coisa.

Regar um cacto de pitaya precisa ser feito normalmente, sem exageros, pois a rega excessiva fará com que a planta fique sem oxigênio, além de fazer com que seus frutos fiquem encharcados e apodreçam ou caiam rapidamente do galho da planta.

Como Induzir O Crescimento Da Pitaya?

Se a intenção é que seu pé de pitaya cresça através da semente, é importante saber que levará cerca de 6 a 7 anos para que ela atinja sua plenitude, e por isso a dica é comprar um broto desenvolvido e plantá-lo, assim esse tempo reduz para meses ou um ano.

É imprescindível que haja um tronco no qual o pé de pitaya venha a se escorar, pois só dessa ela consegue crescer no seu tamanho ideal e florescer no tempo adequado, pois ela tem características de ser trepadeira. É indicado o uso de palanques fortes para a pitaya. Caso não haja nenhum tipo de suporte, ela irá crescer esparramada pelo chão.

O solo para a pitaya deve ser rico em minerais e não pode ser seco, e o mesmo deve ser adubado com bastante cálcio, pois dessa forma o tempo de crescimento da pitaya se reduz pela metade.

Portanto, ao invés de esperar anos e mais anos para a pitaya amadurecer, você pode começar pelo broto, induzir o solo ao crescimento com cálcio e outros nutrientes e dessa forma adquirir um pé de pitaya maduro dentro de um ano.

Aprenda A Cultivar A Pitaya

A pitaya é um tipo de planta que não exige muitos cuidados, pois é uma planta rústica, que cresce de forma selvagem, sem a necessidade de cuidados especiais.

A única interferência por parte do humano pode ser para que seus cachos cresçam mais altos e se distribuam melhor, possibilitando que a planta venha a dar mais frutos devido a sua exposição e capacidade mais ampla.

O local em que a pitaya deve ser plantada, precisa apresentar uma elevação maior ao resto do solo, para evitar acúmulos de água, que são fatais para o pé de pitaya.

Como dito anteriormente, a pitaya pode ser plantada através da semente ou de seus brotos, ou pedaços da planta, que precisam ter de 20 a 50 cm de comprimento.

Para que a pitaya cresça, basta colocar as sementes ou os pedaços em terra adubada ou substrato comercial (pinos ou carvão, por exemplo) e aguardar o desenvolvimento da planta.

Induzindo O Crescimento Da Pitaya Em Vaso

A pitaya cresce num pé de grande estatura, então o vaso deve ser grande o suficiente para comportar o tamanho da planta, que cresce muito em tamanho tanto para cima quanto para os lados.

Para que a pitaya cresça rapidamente em vaso, é necessário remover uma parte viçosa do cacto, que apresente estar bem saudável e verde, sem manchas ou marcas, e que seja exatamente na conexão com o caule.

Na parte removida, é necessário descascar a ponta da planta para encontrar seu caule, que parece um pedaço de madeira, pois esse pedaço de madeira precisa ir na terra do vaso.

É indicado criar um substrato de argila ou qualquer substrato natural ou comercial, e que a parte da planta da pitaya fique enterrada com cerca de 5 a 10 cm dentro da terra.

O substrato deve ser muito bem composto, e o vaso necessita de saídas (furos) para que haja uma boa filtração da água, que não pode ficar acumulada ao pé da planta.

Veja também

Camelo Australiano: Características, Nome Cientifico, Extinção e fotos

Você sabia que a Austrália possui um grupo de imigrantes que estão no país desde …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *