Home / Plantas / Cores de Alamanda: Quais São? Qual a Diferença Entre Elas?

Cores de Alamanda: Quais São? Qual a Diferença Entre Elas?

Acredito que você já tenha visto muito dessa flor, ela é linda para enfeitar vários tipos de ambientes, como jardins, muros, cercas e entre outras. É muito famosa em todo o Brasil, já que essa flor é facilmente adaptável e também é de fácil plantio. E caso tenha interesse em cultiva-la não precisa se preocupar, pois não é uma flor muito fresca, não vai exigir muitos cuidados como algumas espécies necessitam. Algumas pessoas ainda discutem a preferencia de sol ou sombra dessa planta. Mas, nesse artigo vou te explicar qual a é a melhor forma para uma linda e abundante florada. Ela é considerada uma planta perene, mas você não tem ideia do que seja isso, não é mesmo? São aquelas plantas que vive muito tempo, ou seja, podem viver longos anos se estiver sendo bem cuidada. Tem um crescimento bem lento e calmo no começo, após já grande, o desenvolvimento da flor vai começar a ficar um pouco mais rápido. Por isso, ela consegue resistir muitos anos. Seu nome científico é Allamanda cathartica da família Apocynaceae, a algumas histórias sobre a origem do nome desta flor. Tribos antigas também a chamavam de Orélia, por conta de sua cor amarela vibrante, os lembravam da cor do ouro. E se você traduzir a palavra Cathartica que veio do latim significa laxante. Essa mesma tribo, deu-lhe esse nome por conta de suas propriedades laxantes.

Alamanda Enfeitando a Frente de Uma Casa

Maneiras de Usa-la

A alamanda é uma planta trepadeira, essa espécie de planta como diz o nome “trepa” encima de algo. Ela normalmente é utilizada em muros, já que quando começa a crescer vai se desenvolvendo ao longo dele. Ela é muito usada no paisagismo e de diversas formas. Porém, essa flor não se sustenta sozinha, ela contém caules muito delicados e necessitam de tutoramentos para se desenvolver em volta deles. Tutoramentos são estacas de madeira utilizadas para dar mais estabilidade e reforçar em torno da planta. Agora que você já sabe um pouco sobre ela, vamos te dar algumas dicas para coloca-la em seu jardim de modo que receba bastante destaque! Essa espécie é muito usada em muros como já dito, porém, a algumas outras variações.

Ela fica linda em caramanchões, que é nada menos que uma mini galeria em seu jardim. Essa construção é aquele local onde ficam as mesas e cadeiras do jardim, e como não possui telhado a alamanda faz esse papel. Você só precisa manuseá-la bem para que quando ela começar a crescer consiga cobrir todo o espaço. Apesar de simples e muito comum, o resultado fica magnífico! Também temos os pergolados, que é muito parecido com os caramanchões. As pérgolas são muito utilizadas em bosques, jardins e parques. De modo mais explicativo, são algumas colunas paralelas entre si, que formam um espaço muito propício para a criação de trepadeiras. É uma planta muito duradoura se bem cuidada, pode chegar a viver uma vida inteira! Contudo, deve ser feita as podas após sua florada, quando o clima começa a esfriar e fica mais ameno. Pois, quando está no auge de sua florada, cresce muito e fica muito pesada. E isso deve ser levado em conta, tome cuidado com caramanchões e pergolados de madeira fraca.

Cuidados

Deve-se tomar todo cuidado possível! Essa trepadeira é tóxica para a nossa saúde e de nossos animais. Se cortada as suas folhas, pode-se perceber que um líquido pastoso e branco sai de dentro dela, em contado direto com a nossa pele pode causar irritação na área afetada. Contudo, não é só isso que ela pode provocar. Caso seja ingerida propositalmente ou acidentalmente pode causar dores abdominais, vômitos, náuseas, cólicas, diarreia e se o caso clínico evoluir pode ocasionar distúrbios gastrointestinais. Portanto, todo cuidado com crianças e animais é pouco. E se possível utilizar luvas quando for manuseá-la.

Cores

Essa espécie de trepadeira tem duas cores, a mais famosa de todas que é a Alamanda amarela, também chamada de Dedal de dama ou em poucos lugares conhecida como Carolina. E tem a cor rosa, que também às vezes pode ser chamada de Alamanda roxa ou Alamanda cor de carne. Os tons de roxo e rosa podem variar dependendo de onde ela está plantada e se está ou não recebendo bastante luz solar, mesmo com a variação de tom é considerada a mesma cor.

Alamandas de Todas as Cores Enfeitando Uma Grade

Diferenças entre Elas

A alamanda amarela contém as folhas maiores, lisas e brilhosas. É como se alguém tivesse literalmente polido folha por folha. E pode variar de 4 a 5 pétalas por flor. Já a Alamanda roxa difere no caule e nas folhas. Nessa, as folhas contém pelos, isso mesmo! Ela tem uma espécie de pelo por toda a planta, como se ela fosse aveludada. É mais macia e suave ao toque. Ainda na roxa, em suas folhas contém mais nervuras, pode-se dizer que é os nervos da flor. São aquelas linhas na folha, isso é denominado na botânica como nervuras. Elas servem para transportar água e seiva para toda a planta, isso que a mantém hidratada.

Alamanda Rosa, Amarela, Mesclada

Preferências da Flor

Lembre-se sempre que cada tipo específico de planta tem suas preferências e a alamanda não é muito diferente. Esta flor precisa estar em um ambiente que resista a sua sustentação, ou seja, precisa estar em um local seguro e principalmente firme. Como suas ramificações vai se prolongar ela precisar estar bem firme e em um local adequado para que isso aconteça. Agora vem a principal dúvida, a alamanda prefere sol ou sombra? Sem duvida alguma, essa espécie prefere o sol.

Mas não é qual quer sol, é o ápice solar, a temperatura mais quente da tarde! Apesar de conseguir sobreviver bem em climas mais frios, nunca deixe sua alamanda só na sombra. Essa flor em particular ama o sol, e fica o tempo todo nele sem problema algum! E não se esqueça da irrigação da planta, nos períodos da primavera pode-se rega-la duas vezes por semana. Mas, sempre espere o solo ficar seco! Ela adora solos mais secos do que úmidos. Já no período de calor do verão, pode irriga-la três vezes na semana.

Veja também

Tudo Sobre a Planta Cíclame: Características da Flor e Fotos

Cíclame, também conhecida como cyclamen ou cíclame-da-pérsia, é uma planta que tem origem nos continentes …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *