Home / Plantas / Como Plantar Vinca em Vaso em Casa?

Como Plantar Vinca em Vaso em Casa?

A vinca-de-madagascar ou simplesmente vinca (nome científico Caranthus roseus) é um vegetal de fácil propagação, conhecido pelas suas pequenas flores de coloração variada. Geralmente é cultivada em canteiros e jardins, todavia, também podem ser cultivada em vasos.

É considerada uma planta medicinal e ornamental (embora a primeira finalidade possa ser um pouco controversa). Também pode ser conhecida pelos nomes de lavadeira, flor-de-todo-o-ano, boa-noite, boa-tarde, vinca-rósea, beijo-da-mulata, maria-sem-vergonha e vinca-de-gato. No passado, já foi conhecida pelo nome de “violeta das bruxas”.

É importante não confundir a espécie Caranthus roseus com o gênero taxonômico Vinca– apesar dos nomes similares. Esta confusão pode ser encontrada muitas vezes até mesmo na literatura. O gênero Vinca é menos relevante botanicamente, apresentando apenas espécies subarbustivas. Logo, o foco deste artigo será a vinca-de-madasgacar (Caranthus roseus).

Adiante, você conhecerá algumas informações sobre o vegetal, assim como dicas para realizar o seu plantio em vasos.

Então venha conosco e boa leitura.

Vinca: Classificação Botânica

A classificação científica para a vinca-de-madagascar obedece à seguinte estruturação:

Reino: Plantae;

Divisão: Angiospermae;

Classe: Asterids;

Ordem: Gentianales;

Família: Apocynaceae;

Gênero: Catharanthus;

Espécie: Catharantus roseus.

Caranthus roseus

Na família botânica Apocynaceae estão presentes 5.000 espécies, as quais estão distribuídas em 450 gêneros. Algumas dessas espécies ainda podem enquadrar-se em subfamílias- ao todo, são 5 subfamílias. Das 5.000 espécies, apenas 750 estão presentes no Brasil.

O gênero Catharanthus é composto por 8 espécies, sendo a maioria nativa de Madagascar, e apenas uma nativa e endêmica da Índia.

Vinca: Características Físicas

O vegetal completo pode atingir uma altura média de 50 a 80 centímetros.

É um vegetal perene, isto é, com ciclo de vida mais longo do que a média- contudo, costuma perder sua beleza após o período de 2 anos. Possui floração anual.

As flores possuem 5 pétalas e cores variadas. Em relação à simetria floral, tais estruturas são classificadas como actinomorfas, ou seja, com simetria radial, permitindo que as flores possam ser divididas em várias partes iguais. A coloração mais frequente encontrada nas pétalas é o rosa, todavia, em outros casos, estas apresentam coloração vermelha, roxa ou branca. As flores frequentemente exudam um látex leitoso.

Em relação às folhas, estas são brilhantes e de formato ovalóide. Apresentam entre 2,5 a 9 centímetros de comprimento; sendo a largura possuindo valor médio de 3,5 centímetros.

No caso dos frutos, estes são folículos- ou seja, frutos secos e deiscentes. Estão dispostos em pares de folículos possuindo entre 2 a 4 centímetros de comprimento; assim como 3 milímetros de largura.

Curiosamente, apesar de a espécie ser oriunda de Madagascar, a mesma está em processo de extinção no país, em razão da queima do seu hábitat natural para expansão da agricultura.

Vinca: Benefícios Medicinais e Restrições Quanto ao Consumo Oral

Assim como ocorre para as outras plantas medicinais, é importante acompanhamento médico durante o consumo da vinca- de modo, a orientar sobre a frequência de consumo recomendada, bem como contra-indicações. Neste caso em particular, o consumo de suas folhas e flores sem preparo adequado poderá ser potencialmente perigoso. Dessa forma, não é recomendado deixar o vegetal acessível para crianças e animais.

Os benefícios da vinca são aproveitados mais maciçamente pelos africanos, antilhanos e indianos- povos que cultivam tal vegetal em escala industrial.

Mesmo sendo consumida por povos nativos de muitas civilizações, no mundo ocidental, seu consumo (principalmente por via oral) não é bem recebido. Dentre os prováveis efeitos colaterais, estão o poder alucinógeno. Por tal razão, o consumo da vinca foi proibido no estado norte-americano de Lousiana. Já no estado do Havaí, o vegetal é consumido- porém na forma de cataplasma (compressa morna sobre a pele) para controle de hemorragias.

Todavia, a indústria farmacêutica utiliza o vegetal como um dos ingredientes presentes na composição de milhares de medicamentos. Os alcaloides presentes no vegetal (quando isolados e associados a outros componentes) são essenciais para o tratamento do câncer.

De qualquer forma, o vegetal dentro das residências é muito mais útil dentro do quesito ornamental.

Dicas Básicas para o Plantio de Vinca

O vegetal requer um solo enriquecido com composto orgânico e presença de umidade contínua. A propagação pode ocorrer tanto através de mudas, quanto através de sementes. Possui uma grande taxa de germinação, e, por essa razão, pode ser considerada uma planta invasora em muitas circunstâncias.

A espécie adapta-se muito bem ao calor e á luz solar direta. Possui uma resistência natural até mesmo para períodos de seca- desde que estes não ultrapassem 1 ano.

Mesmo possuindo uma série de substâncias tóxicas naturais (as quais protegem o vegetal contra muitos parasitas), a vinca é vulnerável a fungos da família taxonômica Rhizoctonia. A infestação por esses fungos resulta no escurecimento e amolecimento das sementes. Logo, caso essas sementes sejam germinadas, o vegetal morre antes de sair do solo. Alguns ainda conseguem sair do solo, contudo apodrecem e morrem logo depois.

Como Plantar Vinca em Vaso em Casa?

Primeiramente, é importante escolher um vaso não muito pequeno e preencher o seu fundo com material para drenagem (o qual pode argila expandida ou brita). Acima do material para drenagem, pode ser colocada uma manta ou simplesmente areia.

O próximo passo é adicionar terra (com composição básica ou de algum substrato específico para plantio). A muda que será inserida deverá permanecer com o torrão intacto. A partir do torrão formado nos arredores da raiz, a muda deve ser acomodada ao vaso. Finalizado o processo, basta completar o espaço excedente com terra, pressionando devidamente de modo que a muda fique firmemente inserida. É importante que esta terra receba um acabamento, neste caso, lascas de madeira ou pedriscos são bem vindos.

Mesmo não demandando uma grande quantidade de regas, é importante regar a planta abundantemente após o seu plantio. Combinado?

Vinca em Vaso

Gostou das dicas?

Depois de conhecer um pouco mais sobre o vegetal, que tal visitar também outros artigos do site?

Pois bem, sinta-se em casa. Aqui há muito material de qualidade nos campos da botânica, zoologia e ecologia de um modo geral.

Contamos com você para sugerir algum tema de seu interesse também (caso não o encontre por aqui).

Até as próximas leituras.

REFERÊNCIAS

Floridata Plant Profile. Catharantus roseus. Disponível em: < https://floridata.com/plant/884>;

Minhas Plantas. Vinca. Disponível em: < https://minhasplantas.com.br/plantas/vinca/>;

Youtube. Vida no Jardim. Como plantar VINCA. Disponível em: < https://www.youtube.com/watch?v=26aaU8nhYGg>;

Wikipédia. Catharanthus roseus. Disponível em: < https://pt.wikipedia.org/wiki/Catharanthus_roseus >.

Veja também

Ficha Técnica da Folha da Fortuna Saião: Raiz, Folhas e Caules

O saião é um vegetal pertencente ao gênero botânico Kalanchoe, com diversas espécies correspondentes. Também …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *