Home / Natureza / Como Cuidar da Planta Santolina, Fazer Mudas e Podar

Como Cuidar da Planta Santolina, Fazer Mudas e Podar

A santolina é uma planta que dá uma flor extremamente cativante, de coloração totalmente amarela e arredondada enquanto está fechada, e assim que a mesma desabrocha para que seu sistema de pólens fique exposto, ela demonstra ter pequenas pétalas também de coloração amarela.

Essa coloração da flor da planta santolina é um grande atrativo para insetos como as abelhas, borboletas e besouros, seus principais polinizadores na natureza.

A santolina é chamada de algodão-de-lavanda na América do Norte, onde foi introduzida perto do ano de 1952, e atualmente é uma das flores que representa o Estado da Califórnia, já que é uma planta que prefere climas temperados dos litorais, e por isso é amplamente difundida no Brasil também.

A santolina pode lembrar remotamente uma de suas parentes distantes, que é o Girassol, já que ambas fazem parte da família Asteraceae.

A santolina é uma planta adaptada a climas litorâneos, com bastante incidência de sol e épocas chuvosas, assim como bastante sol durante o dia e chuva no período da noite.

A santolina também é uma planta que demonstra ser extremamente resistente, já que é possível observar exemplares crescendo e se desenvolvendo em áreas remotas que apresentam bastante areia e solos inférteis, porém, els não duram por muito tempo.

Características Importantes da Planta Santolina

Para poder cultivar a santolina de forma ideal, é importante entender mais sobre a planta, pois quanto mais informações souber sobre a mesma, mais fácil fica de lidar com seu desenvolvimento.

A santolina é um tipo de planta que cresce até cerca de 70-90 centímetros, com ramos individuais que apresentam a sua linda flor amarela na ponta, em folhas finas com filamentos cerrados.

As folhas da planta santolina não possuem a mesma coloração verde das plantas mais convencionais, onde as mesmas apresentam um aspecto acinzentado, o que as torna perfeitas para contrastarem com as outras plantas em um jardim, onde elas não irão misturar suas cores e assim ressaltar tanto a beleza dela mesma quanto as cores mais fortes das outras plantas e folhagens por perto.

Características da Planta Santolina
Características da Planta Santolina

A santolina, além da beleza ímpar, apresenta um cheiro agradável que lembra lavanda em tons mais tênues, e é um tipo de planta altamente indicada para fazer partes de canteiros e vasos, já que é possível criar as mesmas em locais dentro de casa.

A santolina mistura sua beleza com sua fragrância e se torna uma verdadeira escolha absoluta quando se trata de ornamentação.

Aproveite e fique por dentro das melhores dicas de ornamentações que temos aqui em nosso site Mundo Ecologia:

Como Cuidar da Planta Santolina

Como já foi visto anteriormente, a santolina pode demonstrar ser uma planta altamente resistente à climas atípicos de plantas de seu gênero, mas as mesmas fenecem rapidamente.

Dessa forma, é importante lembrar que a santolina se adequa mais a lugares tropicais, por isso seu plantio no Brasil é amplamente divulgado, assim como na Califórnia e na Flórida.

No Brasil, a santolina está amplamente presente em todos os diversos biomas que possuímos em território nacional, tal como a Mata Atlântica, a Floresta Amazônica, o Cerrado e o Pantanal Matogrossense.

Quer aprender mais sobre os biomas do Brasil? Confira:

A santolina exige um solo em que o sol esteja o mais presente possível, isto é, não é indicado que ela seja plantada em locais com sombra, principalmente porque locais com muita sombra demonstram ser úmidos.

A santolina não pode ser plantada em um local úmido, caso contrário, morrerá, já que a mesma exige constante fluxo de oxigênio, e a água em excesso pode sufoca-la rapidamente.

A santolina pode ser plantada em uma grande variedade de solos, mas é preferível um solo rico em nutrientes e com uma área de fluxo livre para que não haja acúmulo de água, ou se for plantada em vasos, é necessário usar 3 dedos de areia e substratos de alta absorção.

É comum ver a planta santolina se fechar quando o clima está mais frio, ou seja, ela vive praticamente inerte no inverno, se expondo drasticamente no verão para compensar o tempo perdido, ficando aberta durante horas.

Como Fazer Mudas e Podar a Planta Santolina

A santolina é uma planta muito fácil de fazer mudas, já que elas crescem em um raio de 15 centímetros de largura e seus caules possuem folhagens finas e leves, assim como uma leveza simples, significando que suas raízes não formam aglomerados, e fazer uma muda da mesma se torna uma tarefa fácil.

Como foi visto anteriormente, a santolina apresenta um tamanho que pode alcançar de 70 até 90 centímetros, e muitas pessoas preferem realizar a poda de suas flores quando as mesmas começam a perder os tons amarelados e começam a ficar brancos ou marrons.

Muitas pessoas também preferem realizar a remoção da flor para que insetos não invadam as áreas em que a mesma está plantada, já que essas pessoas preferem ter a planta santolina apenas pelo fato de que suas folhas possuem um aspecto bonito e de coloração diferença, o que é um fator positivo quando se trata de ornamentação.

A realização da poda da santolina não é feita com tanto afinco já que as mesmas apresentam uma estimativa de vida relativamente curta, já que duram apenas cerca de 5 anos, onde suas flores e seu tamanho final é atingido dentro de meses que podem se tornar até mesmos anos, dependendo da qualidade do solo e do ambiente.

A poda da planta santolina também pode ser feita para manter uma formação mais apresentável da mesma, onde muitas pessoas podam as santolinas para que a mesma adquira um aspecto mais redondo de seu arbusto, formando um paisagismo muito criativo e bonito com a santolina.

Informações Adicionais Sobre a Planta Santolina

Curiosidades Sobre a Planta Santolina
Curiosidades Sobre a Planta Santolina

Gostaria de aprender mais sobre essa planta incrível que é a santolina? Então não deixe de conferir os links abaixo:

Veja também

Armillaria Ostoyae

Tipos De Fungos: Espécies Com Nomes, Fotos E Curiosidades

Os fungos são organismos eucarióticos, ou seja, possuem, em suas células, material genético (DNA e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *