Home / Natureza / Bioma Floresta Amazônica Resumo

Bioma Floresta Amazônica Resumo

O Brasil é um país conhecido pela sua ampla biodiversidade, e extensão territorial oceânica. Ao todo são 8.516.000 Km², responsáveis por colocar o nosso país no ranking dos 5 maiores países do mundo, estando atrás apenas da Rússia, Canadá, Estados Unidos e China. O Brasil possui quase o mesmo tamanho da Oceania.

92 % do território nacional está distribuído entre os trópicos, e isso é válido também para a região Sul, pois a mesma é cortada pelo Trópico de Capricórnio. Para a região Norte, há a famosa linha do equador.

A grande variação e diferenciação climática no sentido norte-sul do país é decorrente das amplas distâncias de latitude. Fatores como a vegetação também influenciam neste processo. No Norte do país, além do calor, também há a umidade, fator decorrente da presença da Floresta Amazônica.

A diferenciação dos fusos-horários é resultante pela diferença de longitude, ou seja, extensão no sentido leste-oeste. Há atualmente quatro horários oficiais no país, dependendo da localização geográfica.

Essa diversidade também se estende aos biomas. Atualmente há 6 biomas em território nacional. Destes, a Amazônia abrange 40 % do território nacional.

Neste artigo, você conhecerá algumas importantes características sobre o bioma da floresta amazônica.

Então venha conosco, e boa leitura.

O Que é Um Bioma?

Biomas são espaços geográficos considerados unidades biológicas, ou seja, que possuem características específicas que o individualizam a exemplo do clima em sua generalidade (fator chamado de macroclima), características da vegetação (fitofisionomia), solo, altitude, entre outros itens.

Os ecossistemas dos biomas são considerados estáveis e homogêneos.

É comum encontrar uma relativa diversidade de definições referentes ao termo bioma. Segundo o IBGE, é atribuída a idéia de “província biogegráfica”; segundo o geógrafo brasileiro Ab’Sáber, também pode ser empregada a definição de “domínio morfoclimático e fitogeográfico”.

Ambos os conceitos são aplicáveis aos biomas brasileiros.

Biomas Brasileiros

Atualmente, há seis biomas em território nacional, são eles a Amazônia, Caatinga, Cerrado, Mata Atlântica, Pampa e Pantanal.

Dentre esses biomas, a Caatinga é o único exclusivamente brasileiro, logo é um patrimônio biológico único no planeta. A vegetação predominante é seca e ligeiramente esbranquiçada. A definição correta para a Caatinga seria de savana-estépica. A maioria das árvores perdem suas folhagens durante o período de seca, embora nesse bioma também haja diferenciações de paisagens, diferenciações de nível de fertilidade do solo e diferenciações de índices pluviométricos.

Em relação ao Cerrado, este bioma é composto por savana, floresta estacional e campo, ou seja, contém elementos de 3 biomas em seu interior. É o segundo maior bioma do Brasil e é interceptado pelas 3 maiores bacias hidrográficas da América do Sul. A vegetação, em geral, se assemelha bastante às savanas africanas, nas quais há algumas gramíneas e árvores esparsas. A biodiversidade e a extensão territorial do cerrado vêm sendo ameaçados pela construção de cidades e rodovias, assim como pelo desenvolvimento crescente de monoculturas no local.

Em 1999, a Mata Atlântica foi registrada como patrimônio mundial pela UNESCO. Este bioma corresponde a 15 % do território nacional. A vegetação atual é formada por árvores de médio e grande porte, correspondendo a apenas 7 % da sua formação vegetal original. Mesmo assim, concentra 20.000 espécies vegetais, sendo que destas, 117 estão ameaçadas de extinção. Acredita-se que a Mata Atlântica possua a maior diversidade de árvores por área do mundo.

O bioma Pampa é caracterizado como planícies e campos pastoris. Aqui no Brasil, é considerado o bioma de menor extensão territorial, e é o único presente em apenas uma unidade federativa, no caso o Rio Grande do Sul. O clima é caracterizado como subtropical e as estações do ano são bem definidas. Na vegetação, há plantas rasteiras, gramíneas, arbustos e árvores de pequeno porte. É um bioma no qual frequentemente se desenvolve a pecuária, embora tal prática, assim como a agricultura, contribua para o aumento do desmatamento.

O Pantanal, em sua generalidade, é um bioma caracterizado por savana estépica com algumas áreas alagadiças. Possui fauna e flora extremamente abundantes, embora a sua vegetação não seja homogênea e varie de acordo com as condições de solo e de altitude. A principal atividade econômica desenvolvida nesta área é a pecuária, no entanto, o seu aumento representa elevação do desmatamento e da caça predatória.

Extensão Territorial Amazônica

A Amazônia é considerada a floresta tropical e úmida do planeta com maior biodiversidade animal e vegetal. Ao todo são 5,5 milhões de Km² distribuídos entre 9 países, dentre eles o Brasil, o Suriname, a Guiana, a Guiana Francesa, a Colômbia, o Peru, a Bolívia, o Equador e a Venezuela.

Amazônia Brasileira

Extensão Territorial Amazônica
Extensão Territorial Amazônica

60 % da extensão territorial da Amazônia estão concentradas no Brasil. A Amazônia Legal Brasileira abrange estados como o Amapá, Amazonas, Acre, Pará, Rondônia, Roraima, Mato Grosso; além de porções do Maranhão, Tocantins e Goiás.

Ao longo da Amazônia Brasileira, há 400 áreas indígenas identificadas e demarcadas. 43 % da Amazônia fica dentro de áreas protegidas e/ ou reservas ambientais; ao passo que 21 % é considerada área pública federal ou estadual.

Mesmo como o contínuo problema do desmatamento, dados apontam estatísticas otimistas. De 2004 a 2011, o desmatamento foi reduzido em 76,9 %.

Bioma Floresta Amazônica Resumo: Clima

Em razão da localização ao nível da linha do Equador, o clima é considerado quente e úmido. A temperatura anual pode oscilar entre 21 e 42 °C, com temperatura média de 28 °C.

É um bioma no qual as chuvas estão muito presentes, muitas vezes resultando em enchentes e inundações. Essas chuvas contribuem para a cheia dos rios. O índice pluviométrico varia entre 3.500 a 6.000 mm/ano.

Bioma Floresta Amazônica
Bioma Floresta Amazônica

Bioma Floresta Amazônica Resumo: A Maior Bacia Hidrográfica do Mundo

A bacia hidrográfica amazônica corresponde a uma área territorial de 4 milhões de Km². Apenas na Amazônia Brasileira estão concentrados os 10 maiores rios do planeta, ranking no qual está incluso o Rio Amazonas.

O Rio Amazonas nasce na Cordilheira dos Andes no Peru e desemboca no Oceano Atlântico.

Em relação aos trechos navegáveis, há 25.000 km de vias fluviais na Amazônia.

Bioma Floresta Amazônica Resumo: Fauna

Segundo pesquisas, estima-se que na Amazônia estejam concentradas cerca de 30 milhões de espécies animais. Nesta incrível estatística também há espécies desconhecidas e ainda não estudadas.

Os mamíferos incluem primatas como o macaco-aranha-prego, bicho-preguiça, coatás, cuxiús e barrigudos; mamíferos terrestres como os tamanduás, esquilos e onças; e mamíferos aquáticos, a exemplo do boto e peixe-boi.

Dentre os reptéis, há lagartos, jacarés, tartarugas e serpentes. Em relação às serpentes, há 240 espécies, com destaque especial para as cobras jararaca, cascável, coral e surucucu, consideradas peçonhentas; e as cobras sucuri e jibóia, não-peçonhentas.

As espécies de peixes também são bastante diversificadas. Ao todo, concentra 85 % das espécies de toda a América Latina. Entre as aves, se destacam as araras, papagaios e tucanos. Para os anfíbios, uma gama de espécies de sapos, pererecas e rãs.

Os insetos também são bastante numerosos e contribuem para o equilíbrio desse ecossistema.

Bioma Floresta Amazônica Resumo: Flora

A formação vegetal está dividida em três categorias, sendo elas as matas de terra firma, as matas de várzea e as matas de igapó.

Nas áreas de maior altitude está concentrada a mata de terra firme, dificilmente inundada pelos rios, e apresentando exemplares de grande porte, a exemplo das palmeiras e castanheiras.

Nas áreas de mata de várzea, há ocorrência de inundações curtas . Na mata de Igapó, o terreno é mais baixo e, portanto, inundável; a vegetação é formada por cipós, musgos e plantas aquáticas, tal como a Vitória Régia.

Bioma Floresta Amazônica Resumo: Solo

O solo amazônico é de textura leve e granulosa, sendo chamado de “solo arenoso”. No entanto, possui uma fina camada de nutrientes resultantes da decomposição de animais mortos, folhas e frutas caídas no chão.

Esses nutrientes são imensamente importante para a fertilização das espécies vegetais.

Bioma Floresta Amazônica Resumo: Relevo

Na Amazônia, há áreas de planície, depressões (regiões com terreno aplainado) e planalto. As planícies são trechos facilmente inundáveis pelos rios, ao passo que nas regiões de planaltos podem estar concentradas algumas serras.

*

Agora que você já conhece as principais características do bioma da Floresta Amazônica, continue conosco e visite também outros artigos do site.

Até as próximas leituras.

REFERÊNCIAS

Amazônia de A a Z. Floresta. Disponível em: <https://portalamazonia.com.br/secao/amazoniadeaz/interna.php?id=23>;

BRASIL. A Amazônia Brasileira. Disponível em : <https://www.brasil.gov.br/noticias/meio-ambiente/2012/11/a-amazonia-brasileira>;

PENA, R. F. A. Mundo educação. O território brasileiro e sua extensão. Disponível em: <https://mundoeducacao.bol.uol.com.br/geografia/o-territorio-brasileiro-sua-extensao.htm>;

MORAES, D. In vivo Fiocruz. Bioma Amazônia. Disponível em: < https://www.invivo.fiocruz.br/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?infoid=958&sid=2>;

Wikipédia. Bioma. Disponível em : <https://pt.wikipedia.org/wiki/Bioma>.

Veja também

Camelo Australiano: Características, Nome Cientifico, Extinção e fotos

Você sabia que a Austrália possui um grupo de imigrantes que estão no país desde …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *