Home / Animais / Reprodução do Boi, Criação e Ciclo de Vida

Reprodução do Boi, Criação e Ciclo de Vida

O boi ou gado doméstico (nome científico Bos taurus) é um grande ruminante cuja domesticação teria iniciado a aproximadamente 5.000 anos atrás (ou 10.000, em algumas literaturas). Aqui no Brasil, estes mamíferos foram introduzidos muitos anos depois, com a finalidade de movimentar as moendas dos engenhos de cana-de-açúcar (na primeira metade do século XVI).

Dentro de sua família taxonômica (Bovidae), também estão inclusos outros animais domesticáveis (tais como as ovelhas e cabras), embora, os bois possuam o maior alcance comercial, uma vez que as ovelhas estão mais voltadas a regiões de clima frio e ameno.

O interesse na criação de gado só vem crescendo, mas requer conhecimentos sobre a espécie doméstica, suas raças e qual o padrão reprodutivo.

Neste artigo, você conhecerá algumas dessas informações.

Então venha conosco e boa leitura.

Gado Europeu X Gado Indiano

A espécie gado doméstico possui 2 subespécies, sendo elas o gado-europeu ou taurino (nome científico Bos taurus taurus) e  gado indiano ou gado zebu (nome científico Bos taurus indicus).

As duas subespécies são descendentes do gado auroque, o qual foi uma espécie de bovino selvagem que teria sido extinta em 1627, cuja distribuição antes envolvia a Europa, Ásia e norte da África.

Em relação ao gado europeu é curioso pensar que este já foi considerado uma espécie separada, mas, a partir de novos estudos, foi agrupado como subespécie do gado doméstico.

O gado zebu ou indiano apresenta características que o distinguem consideravelmente do gado europeu. A subespécie é mais corpulenta e apresenta uma destacada corcova, a qual recebe o nome de giba ou cupim aqui no Brasil. O gado zebuno também possui barbela (isto é, pelanca localizada abaixo do pescoço) bem desenvolvida; ao passo que este componente não é bem desenvolvido no gado taurino.

A cidade de Uberaba-MG é considerada a capital mundial do zebu e conta com um evento conhecido como Expozebu, considerado um dos maiores eventos agropecuários do mundo, no qual se reúnem cerca de 40 países.

O gado zebu também possui maior resistência ao clima tropical e grande adaptação ao Brasil, assim como maior resistência a carrapatos e pragas. Logo, a maioria das raças famosas por aqui são derivadas desta subespécie, a exemplo da raça Nelore, Gir, Guzerá, Cindi, Kangayam. Existem outras raças classificadas como neozebuínas, como é o caso da Braham, Tabapuã e Indubrasil. Em linhas gerais, o zebu representa mais de 80% de todo o gado bovino criado no país.

Apesar da dominância do gado indiano ou zebu, também é possível encontrar raças consideradas mestiças, ou seja, derivadas do cruzamento entre as subespécies indiana e europeia.

Gado Bovino Características Gerais

As terminologias “boi” e “gado bovino” são sinônimos, no entanto, a preferência pela segunda é destinada a evitar certas confusões, uma vez que “boi” é específico para machos adultos, os quais também podem ser chamados de “touros”. Fêmeas adultas recebem a denominação “vaca”, ao passo que indivíduos mais jovens são chamados de “bezerros” e, posteriormente, “novilhos”.

Características do Gado Bovino
Características do Gado Bovino

Considerando a diversidade de raças, é possível encontrar indivíduos com pesos variados. A média para os machos está compreendida entre 450 a 1.800 quilos; no caso das fêmeas, esse valor pode variar entre 360 a 1.000 quilos.

A presença ou ausência de chifres também varia conforme a espécie. Em relação à coloração da pelagem, esta pode ser branca, preta, cinza, castanho, ruivo ou amarelo. A presença de manchas em outros tons também está presente, assim como áreas inteiras do corpo em outra coloração.

Gado Bovino Comportamento

Os boi e vacas são animais ruminantes, logo ingerem  o alimento rapidamente e o regurgitam do estômago para a boca, de modo que sejam mastigados e ingeridos mais uma vez. Esse mecanismo os auxilia na digestão da matéria vegetal. Herbívoros ruminantes possuem um estômago composto, ou seja, formado por mais de uma cavidade digestiva. No caso do boi, são 4 cavidades.

Quando as vacas são domesticadas, desenvolvem um grande comportamento gregário e, dessa forma, também interagem entre si através de vocalizações (seja em pequenas ou curtas distâncias). Essas vocalizações também são capazes de expressar uma variedade de situações emocionais distintas. Curiosamente, há certo padrão de especificidade no mugido de mães e filhos.

Em rebanhos de gados semi-selvagens, mais precisamente,  há forte relação de dominância entre os seus membros. No qual, quando bois jovens atingem 2 anos de idade, possuem um status de domínio maior do que o de vacas adultas.

Reprodução do Boi, Criação e Ciclo de Vida

Em relação ao comportamento reprodutivo, as vacas possuem uma gestação de 9 meses, da qual nascem de 1 a 2 filhotes.

A maturidade sexual para as vacas, ou melhor novilhas, é atingida aos 2 ou 3 anos de idade. Entre um parto e outro, há um intervalo médio de 391 dias.

Nas fazendas, os mecanismos de inseminação artificial são frequentemente empregados, de modo que haja um menor número possível de indivíduos com alguma deficiência. Tal mecanismo também torna possível a obtenção de indivíduos com maior resistência a doenças e mais viável à comercialização.

Infelizmente, o clima tropical possui certa influência sobre a reprodução, uma vez que afeta os mecanismo de termorregulação, impedindo a perda de calor e resultando em um aumento interno dos órgãos. Acredita-se que temperaturas muito elevadas possam resultar em um quadro de degeneração testicular.

Outros fatores que exercem certa influência sobre a fisiologia desses animais são a umidade, circulação de vento e radiação solar.

Após o nascimento, os bezerros costuma permanecer com a mãe até o período do desmame (o qual ocorre de 8 a 11 meses após o nascimento).

Em relação à expectativa de vida, o gado selvagem pode viver até 20 anos. No entanto, o gado doméstico possui um período bem mais curto, uma vez que também são abatidos mais cedo.

*

Depois de conhecer algumas características do gado bovino, dentre elas o seu padrão de reprodução; nosso convite é para que continue por aqui, conhecendo também outros artigos de site.

Até as próximas leituras.

REFERÊNCIAS

Brittanica Escola. Gado. Disponível em: < https://escola.britannica.com.br/artigo/gado/480928>;

Compre Rural. Bos taurus vs Bos indicus: separados a 2 MI de anos. Disponível em: < https://www.comprerural.com/bos-taurus-vs-bos-indicus-separados-ha-2-mi-de-anos/>;

GWAZDAUSKAS, F. C (1985). Effects of Climate on Reproduction in Cattle. Journal of Dairy Science. Vol. 68: 1568-1578

Medicina Veterinária para tradutores e interpretes. Bovinos Taurinos e Zebuínos. Disponível em: < https://medicinaveterinariaparatradutores.wordpress.com/2016/06/20/bovinos-taurinos-e-zebuinos/>;

The Cattle Site. Zebu. Disponível em: < https://www.thecattlesite.com/breeds/beef/76/zebu/>;

Wikipedia. Bos taurus. Disponível em: < https://pt.wikipedia.org/wiki/Bos_taurus>;

Veja também

Hábitat do Iaque

Hábitat do Iaque: Onde Eles Vivem?

Os iaques ou yaks (nome científico Bos grunniens) são bovídeos encontrados em áreas de levadíssima …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *