Home / Animais / Qual a Melhor Tilápia?

Qual a Melhor Tilápia?

As tilápias são um dos peixes mais consumidos no mundo, pertencem à subfamília taxonômica Pseudocrocidolita. São peixes razoavelmente fáceis de serem cultivados, além de reproduzirem-se com certa facilidade- embora, não seja recomendável cria-los junto a peixes pequenos.

Tais peixes são nativos da África, todavia já foram introduzidos em muitas localidades da América do Sul e da América do Norte (principalmente nos estados americanos da Flórida e do Texas). Aqui no Brasil, esses peixes teriam sido introduzidos entre os anos de 1950 a 1970 em açudes no Nordeste- embora, atualmente Sul e Sudeste dominem o cenário de cultivo.

O Brasil está na lista dos 10 países que mais produzem tilápia no planeta, sendo que esta lista é encabeçada pela China.

Mas, quem deseja aventurar-se no cultivo do peixe, deve-se questionar: em meio a tantas espécies, qual a melhor tilápia ?

Pois bem, venha conosco e descubra.

Boa leitura.

Linha do Tempo da Tilápia no Brasil, Conforme a Revista Veja

O ano de 1953 corresponde ao primeiro registro de cultivo de tilápia no Brasil, o peixe teria sido adquirido através de uma companhia de energia de São Paulo, porém este cultivo ainda maciçamente expressivo.

O cultivo do peixe foi realizado de modo mais expressivo no ano de 1971, no qual o governo adquiriu alguns exemplares da espécie Tilápia do Nilo e colocou  à venda. Tais exemplares eram mantidos em reservatórios de açudes do Nordeste. Apesar dos esforços, este cultivo não alcançou alta produtividade.

No ano de 1981, desembarcaram no Brasil um novo tipo de tilápia: a tilápia vermelha. Tal coloração de pele é resultante de um mutação genética. Infelizmente, este tipo de tilápia não conseguiu desenvolver-se por aqui.

No ano de 1996, chega ao Brasil um carregamento de tilápia do Nilo, porém neste carregamento estava uma linhagem melhorada oriunda da Tailândia. Desta vez, o cultivo foi um sucesso e alcançou alta produtividade.

A produção de tilápia no Brasil vem crescendo cada vez mais e, entre os anos de 200 a 2015. Durante este período, tal crescimento alcançou o percentual de 223%.

Dicas Para Criação de Tilápias

A criação de peixes envolve uma diversidade de sistemas, sendo estes o sistema intensivo, semi-intensivo, extensivo e superintensivo.

O sistema superintensivo, em particular, tem se adaptado muito bem às tilápias. Neste sistema, há utilização de rações balanceadas, monitoramento da qualidade da água; bem como práticas de calagem e adubamento- de modo, a proporcionar maior adensamento dos peixes.

A temperatura ideal da água deve estar compreendida entre 30 a 26 graus. Temperaturas superiores a isto podem ocasionar redução do apetite, baixa resistência a doenças e até mesmo morte. Temperaturas inferiores também acarretam os mesmos quadros.

Recomenda-se que a ração seja oferecida de 2 ou mais vezes ao dia, com concentração proporcional à pesagem dos peixes. O ideal é que estas rações apresentem de 28 a 32 % de proteína bruta. Além da proteína, nutrientes como vitaminas, minerais, fibras, ácidos graxos e carboidratos também são importantes.

É mais indicado utilizar ração extrusada, uma vez que a mesma possibilita maior aproveitamento dos nutrientes pelo peixe, tal aproveitamento é decorrente do processamento (o qual ocorre em altas temperaturas; assim como grande pressão e umidade).

Na escolha da ração, também é importante considerar certas particularidades, tais como a fase de criação do peixe.

Em linhas gerais, considera-se que a criação de tilápias envolve uma taxa de mortalidade que oscila entre 5% a 10%. Cuidados como o controle de resíduos no fundo do tanque; o manejo sanitário (prevenindo/ controlando a presença de parasitas e/ou enfermidades); e o uso de telas protetoras para pássaros são essenciais para diminuição da taxa de mortalidade.

A criação de tilápias, a nível comercial, também envolve um conjunto de normas regulamentadoras, por exemplo, é importante obter o registro de aquicultor, através do Ministério de Agricultura. Outras recomendações envolvem obter a licença da Secretaria Estadual de Meio Ambiente (SEMA); assim como obter a autorização de uso da água emitida pela Gerência Nacional de Patrimônio da União (GRPU).

Qual a Melhor Tilápia?

Existem várias espécies de tilápia, e, neste contexto, o conceito de melhor pode parecer meio subjetivo. Todavia, a espécie favorita entre os piscicultores do mundo inteiro é a tilápia do Nilo (nome científico Oreochromis niloticus), uma vez que possui carne tenra e saborosa, que também conta com poucos espinhos, poucas calorias e ótima aceitação no mercado consumidor (com destaque para os Estados Unidos).

O curtimento do couro da tilápia do Nilo também é uma excelente fonte de renda para os piscicultores, uma vez que possui grande valor comercial no mercado externo.

Principais Espécies de Tilápias Criadas no Brasil

Tilápia do Nilo
Tilápia do Nilo

A tilápia do Nilo (nome científico Oreochromis niloticus) vem, obviamente, encabeçando esta listagem. Este peixe é caracterizado por apresentar listras verticais escuras (com padrão ‘regular’) na nadadeira caudal e na porção lateral do corpo. No geral, o corpo apresenta coloração verde-prateada.

Tilápia Moçambique
Tilápia Moçambique

A tilápia Moçambique (nome científico Oreochromis Mossambicus) apresenta listras escuras e (quase) sutis na lateral do corpo. A coloração geral do corpo é branco-acinzentado; porém, o ventre possui cor branca.

Tilápia de Zamzibar
Tilápia de Zamzibar

No caso da tilápia de Zamzibar (nome científico Oreochromis urolepis hornorum), os machos adultos possuem uma coloração muito escura- na verdade, quase negra. Todavia, é possível notar leves tons de vermelho, laranja ou rosa em suas nadadeiras.

Tilápia Azul
Tilápia Azul

A tilápia azul, também chamada de tilapia aurea (nome científico Oreochromis aureus), é caracterizada por um corpo predominantemente azul acinzentado, com ventre em cor branca. Também apresenta listras escuras e verticais na lateral do corpo.

*

Depois de conhecer um pouco mais sobre esses peixes tão relevantes a nível econômico, que tal continuar por aqui conosco para visitar também outros artigos do site.

Aqui há muito material de qualidade nos campos da zoologia, botânica e ecologia de um modo geral.

Sinta-se à vontade para digitar um tema de sua escolha em nossa lupa de pesquisa no canto superior direito. Caso não encontre o tema desejado, você pode sugeri-lo abaixo em nossa caixa de comentários.

Até as próximas leituras.

REFERÊNCIAS

CPT. Tilápias- Manual Prático de Criação. Disponível em: < http://cptstatic.s3.amazonaws.com/pdf/cpt/piscicultura/tilapias-cursos-cpt.pdf>;

MF Magazine. Conheça as diferentes espécies de tilápias criadas no Brasil. Disponível em: < https://blog.mfrural.com.br/especies-de-tilapias-criadas-no-brasil/>;

Nutrição & Saúde Animal. Como criar tilápia ? Confira 6 dicas essenciais sobre como funciona. Disponível em: < https://nutricaoesaudeanimal.com.br/como-criar-tilapia/>.

Veja também

Hábitat do Iaque

Hábitat do Iaque: Onde Eles Vivem?

Os iaques ou yaks (nome científico Bos grunniens) são bovídeos encontrados em áreas de levadíssima …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *