Home / Animais / Mariposa Judas: Características Nome Científico e Fotos

Mariposa Judas: Características Nome Científico e Fotos

A mariposa judas é uma espécie de mariposa amplamente distribuída pelo Brasil, principalmente nos Estados do Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e São Paulo.

A mariposa judas é um tipo de inseto que tende a crescer em grandes números, e por isso é bem possível perceber inúmeras lagartas andando em grupos, o que chama bastante atenção das pessoas.

A lagarta da mariposa judas é tão negra quanto suas asas ficam assim que desenvolve em uma mariposa final. Além de serem lagartas negras, elas possuem “pelos” altos, o que dá um aspecto de serem perigosas, com pelos negros com as pontas mais claras.

O contato direto com a mariposa judas em forma de lagarto é altamente contraindicado, pois a ação urticante decorrente desse contato leva horas para passar, podendo culminar, inclusive, em feridas e queimaduras mais sérias.

A mariposa judas é um inseto que habita várias regiões do Brasil e são mariposas muito importantes para a natureza, pois seu elevado número de exemplares faz com que as mesmas sejam grande polinizadoras, já que adoram todos os tipos de flores existentes, assim como seu grande número serve para que a cadeia alimentar seja perfeitamente equilibrada.

As mariposas são insetos da mesma família, e muitas espécies se parecem muito com borboletas, exceto por características únicas em cada uma das espécies. Para se ter uma ideia, ambas fazem parte da mesma classe de insetos, porém, as mariposas representam mais de 95% dos indivíduos, ou seja, existe muito mais mariposa do que borboletas no mundo.

Mariposa Judas na Folha
Mariposa Judas na Folha

Caso você esteja interessado em saber mais sobre a diferença existente entre a mariposa e a borboleta, confira nosso post:

Principais Características da Mariposa Judas

Ainda não se sabe o porquê da Mariposa Judas receber esse nome. Essa mariposa é natural da América Central, mas é mais encontrada na América do Sul.

A mariposa judas é muito comum em Países como Guatemala, Honduras, Panamá e Nicarágua.

A mariposa judas faz parte de uma subfamília das mariposas chamadas Arctiinae, uma das maiores subfamílias de mariposas existentes, com mais de 11 mil espécies catalogadas, onde 6 mil são neotropicais, assim como a mariposa judas.

É muito fácil identificar uma mariposa judas pelo fato dela ter o corpo inteiramente preto e a cabeça de cor alaranjada, porém, quando no estado de lagarta, um incontável número de mariposas possuirão aparência semelhantes pelo fato de serem da mesma subfamília.

 

As características mais exclusivas da espécie mariposa judas está no fato delas terem uma “audição” melhor do que espécies de outras famílias, pois as mesmas possuem os chamados órgãos timpanais, localizados em seus abdômen, o que faz com que elas consigam sentir vibrações exclusivas e assim detectar presas e predadores com uma facilidade maior.

Mariposa Judas na Flor
Mariposa Judas na Flor

Outra característica da mariposa judas é o fato das lagartas possuírem setae (setas, ou os comuns “pelos”) alongados, desenvolvidos para proteção do seu estágio em forma de lagarta.

Nome Científico e Família da Mariposa Judas

A mariposa judas também é chamada pelo seu nome científico Apistosia judas, fazendo parte da subfamília Arctiinae.

Dessa subfamília, as espécies mais proeminentes são as seguintes:

  • Nome Científico: Halysidota tessellaris
    Descoberta por: James Edward Smith
    Origem: América do Norte
    Distribuição: América do Norte e América do Sul
Halysidota Tessellaris
Halysidota Tessellaris
  • Nome: Pyrrharctia isabella
    Nome Comum: Traça Tigre Isabella
    Descoberta por: James Edward Smith
    Origem: América do Norte
    Distribuição: América do Norte e América do Sul
Pyrrharctia Isabella
Pyrrharctia Isabella
  • Nome: Spilarctia lutea
    Descoberta por: Johann Siegfried Hufnagel
    Origem: Eurásia
    Distribuição: Eurásia e América do Sul
Spilarctia Lutea
Spilarctia Lutea
  • Nome: Tyria jacobaeae
    Descoberta por: Carl Linnaeus
    Origem: Eurásia
    Distribuição: Eurásia, Nova Zelândia, América do Norte e América do Sul
Tyria Jacobaeae
Tyria Jacobaeae
  • Nome: Manulea lurideola
    Descoberta por: Johann Leopold Theodor & Friedrich Zincken
    Origem: Europa
    Distribuição: Europa, Ártico e Rússia
Manulea Lurideola
Manulea Lurideola
  • Nome: Cycnia tenera
    Descoberta por: ***
    Origem: América do Norte
    Distribuição: América do Norte
Cycnia Tenera
Cycnia Tenera
  • Nome: Hyphantria cunea
    Descoberta por: ***
    Origem: América do Norte
    Distribuição: América do Norte, América Central e Ásia Central
Hyphantria Cunea
Hyphantria Cunea
  • Nome: Arctia caja
    Descoberta por: Carl Linnaeus
    Origem: Portugal
    Distribuição: Europa
Arctia Caja
Arctia Caja
  • Nome: Bertholdia trigona
    Descoberta por: Augustus Radcliffe
    Origem: América do Norte
    Distribuição: América do Norte
Bertholdia Trigona
Bertholdia Trigona
  • Nome: Hypercompe scribonia
    Descoberta por: ***
    Origem: América do Norte
    Distribuição: América do Norte e América do Sul
Hypercompe Scribonia
Hypercompe Scribonia
  • Nome: Lophocampa caryae
    Descoberta por: ***
    Origem: América do Norte
    Distribuição: América do Norte
Lophocampa Caryae
Lophocampa Caryae
  • Nome: Euplagia quadripunctaria
    Descoberta por: ***
    Origem: Portugal
    Distribuição: Europa
Euplagia Quadripunctaria
Euplagia Quadripunctaria
  • Nome: Euchaetes egle
    Descoberta por: Dru Drury
    Origem: América do Norte
    Distribuição: América do Norte
Euchaetes Egle
Euchaetes Egle
  • Nome: Callimorpha dominula
    Descoberta por: Carl Linnaeus
    Origem: Portugal
    Distribuição: Europa
Callimorpha Dominula
Callimorpha Dominula
  • Nome: Phragmatobia fuliginosa ssp. melitensis
    Descoberta por: Carl Linnaeus
    Origem: Portugual
    Distribuição: Europa
Phragmatobia Fuliginosa Ssp. Melitensis
Phragmatobia Fuliginosa Ssp. Melitensis
  • Nome: Utetheisa ornatrix
    Descoberta por: Carl Linnaeus
    Origem: América do Norte
    Distribuição: América do Norte, América Central e América do Sul
Utetheisa Ornatrix
Utetheisa Ornatrix
  • Nome: Muxta xanthopa
    Descoberta por: ***
    Origem: África
    Distribuição: Camarões e Nigéria

    Muxta Xanthopa
    Muxta Xanthopa

Informações e Curiosidades Sobre a Mariposa Judas

A mariposa judas foi identificada e catalogada por Jacob Hübner, um proeminente entomologista alemão, no ano de 1827. Os entomologistas são prossionais na área da biologia que estudam os insetos e todas as interações deles com o ambiente geral, como na natureza e no convívio com a humanidade.

A mariposa judas foi classificada da seguinte forma:

  • Família: Animalia
  • Filo: Arthropoda
  • Classe: Insecta
  • Ordem: Lepidoptera
  • Família: Erebidae
  • Subfamília: Arctiinae
  • Gênero: Apistosia
  • Espécie: Apistosia judas
    Mariposa Judas na Mão de uma Pessoa
    Mariposa Judas na Mão de uma Pessoa

Você sabia que a maioria das mariposas eram de coloração mais claras antes de acontecer a revolução industrial nos Países do globo terrestre? Isso ocorreu pelo fato da adaptação e também pelo fato de muitas árvores filtrarem através de suas folhas a poluição, que levou muitos componentes químicos à sua seiva, que é extremamente apreciado pelas lagartas da mariposa, que através de anos de consumo, adquiriram uma coloração mais escura, como o caso da Mariposa Judas.

Atualmente não existe muita informação sobre essa espécie na internet, e aqui nesse post foi tentado reunir o maior número de informações sobre esse animal. Esperamos que você possa tirar proveito dessa leitura.

Aproveite e analise outros links sobre mariposas em nosso Site Mundo Ecologia:

Veja também

Meu Cachorro Avança nas Pessoas na Rua: E Agora?

Os cães são sem dúvida os animais de estimação mais amados e estimados em todo …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *