Home / Animais / Lista de Tipos de Rinocerontes: Espécies com Nomes e Fotos

Lista de Tipos de Rinocerontes: Espécies com Nomes e Fotos

O rinoceronte é um animal robusto e de grande porte, considerado um dos maiores mamíferos do planeta. Possui uma pele bastante grossa e chifres na ponta do nariz, os quais podem ser em número de um ou dois dependendo da espécie.

Algumas curiosidades sobre o rinoceronte incluem o fato de a sua pele possuir até 7 centímetros de espessura; assim como o fato do seu chifre não ser formado por ossos (contrariando a crença popular) e sim de pêlos muito compactados. O nome rinoceronte deriva de duas palavras gregas que em conjunto significam “nariz chifrudo”. Possui três dedos em cada pé, com cada dedo finalizando em um casco separado. Nos pés dianteiros, é possível observar a presença de um quarto dedo rudimentar. A reprodução é muito dificultosa, uma vez que é gerado apenas 1 filhote após uma gestação de 17 meses.

Esses animais são considerados míopes, logo possuem uma visão bastante deficiente, contudo sentidos como a audição e o olfato são bem desenvolvidos. Podem mover-se em grandes velocidades, há quem afirme que eles possam alcançar até 70 Km/h.

Os rinocerontes pertencem a 4 gêneros e 5 espécies. Ações de entidades de preservação do meio ambiente estão conseguindo gradualmente reverter o quadro de ameaça de extinção para algumas espécies.

Ao lado do leopardo, leão, búfalo africano e elefante, o rinoceronte compõe os 5 animais selvagens mais difíceis de serem caçados, contudo essa informação é válida apenas em parte e só a nível de teoria, pois a caça predatória é muito frequente e motivada pela crença nos poderes curativos de seus chifres (cornos)- percepção impregnada pela medicina alternativa.

São encontrados desde savanas à florestas densas, com expectativa de vida que pode atingir os 50 anos de idade.

Rinocerontes Características

Neste artigo, você conhecerá informações detalhadas sobre cada espécie de rinoceronte.

Então venha conosco e boa leitura.

Rinoceronte Branco

O rinoceronte branco (nome científico Ceratotherium simum) é uma espécie que pode alcançar até 3,77 metros, assim como pesar mais de 4.000 quilos. Possui dois chifre, sendo que um deles mede aproximadamente 1,5 metros. Ele é agrupado em duas subespécies: o rinoceronte branco do sul e o rinoceronte branco do norte.

No caso da subespécie do Norte, este possui uma população extremamente reduzida, uma vez que há menos de uma dezena mantida em cativeiro no Congo. Todavia, estão em fase de pesquisa projetos de reprodução em laboratório com transformação de células-tronco em gametas, visto que os poucos indivíduos mantidos em cativeiro não possuem capacidade de se reproduzir.

Em relação à subespécie do Sul, sua concentração envolve a Namíbia, Botswana, Quênia, Zambia, Costa do Marfim, Zimbabue e Swazilândia.

A espécie, de um modo geral, também é conhecida pelo nome de “rinoceronte de lábios quadrados”, uma vez que possui lábio superior quadrado e quase sem pêlos.

Em decorrência da ligeira sensação de cor branca que sua pele transmite quanto em contato com o sol, assim como de uma tradução equivocada dos primeiros ingleses este rinoceronte passou a se chamar “rinoceronte branco”, quando na verdade o nome deveria ser “rinoceronte de boca larga”.

No Brasil, existem 12 rinocerontes brancos. Conjunto considerado a maior ‘população’ da América Latina.

Rinoceronte de Sumatra

O rinoceronte de Sumatra (nome científico Dicerorhinus sumatrensis) é o menor de todas as espécies. Também é caracterizado por ser o único elefante asiático com dois chifres.

Em relação a outras características físicas, eles possuem cabelos longos e apresentam algumas semelhanças com o extinto rinoceronte lanhoso.

Ele pode ser encontrado em países como a Malásia e a Indonésia.

Suas dimensões incluem peso máximo de 1000 quilos, assim como altura de 145 centímetros, ao nível do ombro.

Os filhotes nascem revestidos por uma cobertura densa, a qual adquire coloração marrom-avermelhada nos adultos jovens e esparça, eriçada e quase preta nos indivíduos mais velhos.

Rinoceronte Negro

O rinoceronte negro (come científico Diceros bicornis) foi uma espécie originalmente dispersa por toda a África, mas que na atualidade é encontrado apenas no Quênia, em Camarões e na África do Sul. Esforços para o combate da caça furtiva estão contribuindo gradualmente para o aumento populacional da espécie.

Comparativamente ao rinoceronte branco, esta espécie é menor e possui o lábio superior com gancho. Este lábio superior é adaptado para agarrar e segurar folhas, assim como ramos de arbustos e árvores.

Possui dois chifres e, ocasionalmente, um terceiro chifre posterior de dimensão muito pequena.

As dimensões estão compreendidas em 3,75 metros de comprimento, assim como peso máximo de 1.400 quilos.

Muitas vezes precisa percorrer grandes distâncias para encontrar pasto para alimentação e água para seus banhos- importante para manter sua pele hidratada e livre dos insetos que o acompanham.

Esta espécie é estruturada em 4 subespécies.

Rinoceronte de Java

O rinoceronte de Java (nome científico Rhinoceros sondaicus) é considerados um dos mamíferos mais ameaçados do mundo, uma vez que toda a população mundial da espécie está restrita a apenas dois parques nacionais.

Rinoceronte Indiano

O rinoceronte indiano (nome científico Rhinoceros unicornis) é uma espécie encontrada no Nepal e na Índia.

Em razão da conscientização crescente sobre a necessidade de proteção da espécie, muitos indivíduos estão sendo mantidos em áreas de reserva ambiental. A proteção no Nepal chega a ser até mais direta e envolver guardas e seguranças armados para proteção direta da espécie.

Os esforços estão rendendo resultados, pois no início do século XX haviam cerca de 100 indivíduos da espécie e, atualmente, esse número é de 2.500 indivíduos.

O rinoceronte indiano é muito semelhante fisicamente ao rinoceronte de java, sendo que a característica mais óbvia nessa semelhança é o fato de ambos possuírem um único chifre. Ambas as espécies não tem praticamente pêlos (diferentemente do que ocorre com o rinoceronte da Sumatra), com exceção de um tufo na cauda e de uma penugem em volta das orelhas.

O rinoceronte indiano é considerado a maior espécie asiática.

*

Depois de obter todas essas informações sobre o rinoceronte em suas variadas espécies, nossa equipe o convida a continuar conosco e visitar também outros artigos do site.

Até as próximas leituras.

REFERÊNCIAS

COSTA, Y. D. Infoescola. Rinoceronte. Disponível em: < https://www.infoescola.com/mamiferos/rinoceronte/>;

Portal São Francisco. Rinoceronte. Disponível em: < https://www.portalsaofrancisco.com.br/animais/rinoceronte>.

Veja também

Hábitat do Iaque

Hábitat do Iaque: Onde Eles Vivem?

Os iaques ou yaks (nome científico Bos grunniens) são bovídeos encontrados em áreas de levadíssima …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *