Home / Animais / Hábitat da Joaninha: Onde Elas Vivem ?

Hábitat da Joaninha: Onde Elas Vivem ?

Há quem considere as joaninhas os insetos mais amados do planeta. Isto ocorre, pois são frequentemente referidas em desenhos ou ilustrações com a inconfundível e belíssima carapaça de cor vermelho brilhante, a qual também conta com pintas na cor negra. Apesar de muito representativa, esta carapaça vermelha não é a única. É possível encontrar carapaças nas colorações amarelas, verde, azul, cinza, marrom e rosa dentre as mais de 5 mil espécies de joaninhas.

A coloração vibrante da carapaça é curiosamente uma estratégia para manter os predadores afastados (e recebe o nome de aposematismo). Desta forma, os predadores associam instintivamente a sua coloração com a presença de veneno ou sabor ruim.

Mesmo muito pequeninas, as joaninhas representam uma grande importância no ecossistema e nas culturas agrícolas, uma vez que há muitas espécies de joaninhas que são consideradas predadoras e, desta forma, alimentam-se de insetos prejudiciais aos vegetais.

Mas, naturalmente, onde as joaninhas podem ser encontradas ? Há alguma preferência por condições climáticas específicas ?

Qual o hábitat da joaninha ? Onde elas vivem ?

Venha conosco e descubra.

Boa leitura.

Joaninhas Características Gerais

Hábitos da Joaninha
Hábitos da Joaninha

As joaninhas possuem corpo arredondado ou semiesférico. Tanto a coloração da carapaça quanto o comprimento corporal variam de acordo com a espécie. No geral, a média de comprimento está compreendido entre 0,8 milímetros a 1,8 centímetros.

Estes insetos possuem 6 patas, antenas curtas e cabeça arredondada. Apresentam um único par de asas destinado ao voo, porém possuem um par adicional (élitro) adaptado para a proteção das asas de voo. O élitro é quitinoso e corresponde a uma porção significativa da carapaça.

Estes insetos possuem uma expectativa de vida estimada entre 3 a 9 meses.

Hábitat da Joaninha: Onde Elas Vivem ?

Embora as joaninhas possam ser encontradas em quase todos os lugares do planeta (exceto em extremos térmicos- desertos e zonas glaciais), possuem concentração menor em áreas de clima tropical, ou durante as estações quentes do ano.

Possuem uma grande preferência por regiões de clima temperado que possuam muitos pulgões. Inclusive, as joaninhas escolhem árvores com muitos pulgões para depositarem seus ovos. Desta forma, as larvas terão uma boa oferta de comida ao eclodirem.

Mesmo sendo adeptas ao clima temperado, as joaninhas hibernam durante o inverno. Período no qual passam a sobreviver a partir da gorura armazenada no corpo, bem como resguardam-se em fendas entre pedras, cavernas, ou em vegetações de densa folhagem.

Alimentação da Joaninha: Quais Parasitas Agrícolas Ela Consome ?

Alimentação da Joaninha
Alimentação da Joaninha

Existem espécies de joaninhas que alimentam-se de pólen, fungos, mel e folhas; mas também existem as espécies conhecidas como predadoras. As joaninhas predadores alimentam-se de outros insetos, no caso, insetos prejudiciais aos vegetais.

Dentro da dieta das espécies predadoras estão inclusos os afídios (vulgo “pulgões”), os ácaros, cochonillas, moscas da frutas e outros.

Os pulgões também podem ser chamados de afídeos ou piolhos das plantas e correspondem a aproximadamente 250 espécies, as quais sugam a seiva dos vegetais e também servem como vetores à transmissão de vírus. São mais frequentes em locais de clima temperado.

As moscas da fruta correspondem a aproximadamente 5.000 espécies pertencentes à família taxonômica Tephritidae. Quando as larvas destes insetos se desenvolvem no interior dos frutos, podem causar um sério desequilíbrio hormonal, resultando em necrose ou amadurecimento prematuro do fruto. As lesões deixadas pela picada da fêmea (mesmo sem deposição de larva) funcionam como uma porta de entrada importante para infecções oportunistas.

As cochilas também podem ser chamadas de insetos de escama e correspondem a aproximadamente 8.000 espécies, cuja alimentação pode ser à base de fungos ou à base da seiva dos vegetais.

Dentre esses parasitas agrícolas, o grupamento mais abundante, sem dúvidas é o dos ácaros, uma vez que conta com cerca de 55 mil espécies já descritas. Todavia, estima-se que esse quantitativo seja incrivelmente superior, podendo aproximar-se de um milhão. Nem  todos os ácaros são necessariamente parasitas agrícolas.

Defesa da Joaninha Contra Predadores

Além do aposematismo, as joaninhas também podem ser excelentes atrizes, fingindo-se de mortas com maestria. No processo, a joaninha deitasse com o ventre para cima, podendo, inclusive, excretar um líquido amarelado da articulação de suas patas. Este líquido possui um odor muito desagradável.

Ciclo de Vida da Joaninha

Ciclo de Vida da Joaninha
Ciclo de Vida da Joaninha

Tal como ocorre com os demais coleópteros (membros da ordem taxonômica na qual estão os besouros e joaninhas), as joaninhas passam por uma metamorfose completa durante o seu processo de desenvolvimento.

Em cada postura a fêmea pode colocar uma média de 150 a 200 ovos. Quando as larvas eclodem desses ovos, apresentam um formato e coloração bastante diferentes das joaninhas adultas, uma vez que são alongadas, com espinhos e de cor escura.

Após a eclosão, as larvas saem à procura de alimento. Após 7 a 10 dias, tendem a fixaram-se a um substrato (caule ou superfície de uma folha) para  iniciar a sua transformação em pupa.

A permanência como pupa dura um período aproximado de 12 dias.

Imediatamente após a saída da pulpa, a joaninha adulta ainda apresenta um exoesqueleto bastante amolecido, sendo necessário permanecer imóvel durante algum tempo até que esteja apta para voar.

Conhecendo Algumas Espécies de Joaninhas

Talvez a joaninha mais famosa e mais representativa seja a joaninha de sete pontos (nome científico Coccinella septempunctata), a qual possui a carapaça em cor vermelho-brilhante com 3 pintas de cada lado e uma pinta no centro. Possui grande distribuição na Ásia, Europa e América do Norte.

Outra joaninha de carapaça vermelha muito famosa na Europa (mais precisamente na Europa Ocidental) é a joaninha de dois pontos (nome científico Adalia bipunctata), a qual possui uma pinta preta em cada lado da carapaça.

A joaninha de 22 pontos (nome científico Psyllobora vigintiduopuctata) possui carapaça em coloração amarela. Não alimenta-se de pulgões, mas ingere fungos que também podem ser muito prejudiciais às plantações.

Na mesma coloração (embora em formato diferente) das larvas, há a joaninha negra (nome científico Exochomus quadripustulatus), a qual também possui distribuição de pontos irregulares de coloração vermelha (mas que também podem ser amarelos ou alaranjados). Esta coloração negra também pode variar com o passar dos anos.

A joaninha rosa (nome científico Coleomegilla maculata) é endêmica da América do Norte e possui 6 manchas escuras no élitro, assim como 2 manchas escuras (em formato triangular) na porção de trás da cabeça.

*

Depois de conhecer um pouco mais sobre as joaninhas, que tal continuar por aqui conosco para visitar também outros artigos do site ?

Sinta-se sempre bem-vindo. Este espaço é seu.

Até as próximas leituras.

REFERÊNCIAS

BRITES, A. D. Educação Uol. Joaninhas- Inseto é um predador voraz. Disponível em: < https://educacao.uol.com.br/disciplinas/biologia/joaninhas-inseto-e-um-predador-voraz.htm>;

COELHO. J. eCycle. Joaninha: características e importância para o ecossistema. Disponível em: < https://www.ecycle.com.br/9421-joaninha.html>;

LILMANS, G. Perito Animal. Tipos de joaninhas: características e fotos. Disponível em: < https://www.peritoanimal.com.br/tipos-de-joaninhas-caracteristicas-e-fotos-22988.html>;

Veja também

Pet Terapia

O Que é Pet Terapia?

Hoje vamos falar um pouco sobre a pet terapia, você conhece? Pois é, essa terapia …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.