Home / Animais / Jerboa: Reino, Filo, Classe, Ordem, Família e Gênero

Jerboa: Reino, Filo, Classe, Ordem, Família e Gênero

Os jerboas são roedores curiosos que chamam muita atenção por parecerem com ratos comuns, mas adotarem uma postura bípede. Esses animais também podem ser chamados de “cangurus em miniatura”, em virtude da postura bípede.

Sua locomoção é exercida através de pulos, saltos e corridas. Mesmo com o diminuto tamanho, são capazes de alcançar grandes velocidades, viajar longas distâncias e saltar em alturas consideráveis. Possuem patas traseiras até 4 vezes maiores do que as patas dianteiras, assim como longas caudas que auxiliam no equilíbrio durante a execução dos movimentos.

Podem ser encontrados em desertos arenosos ou rochosos da Ásia ou África.

Neste artigo, você conhecerá um pouco mais sobre os jerboas, suas características e classificação taxonômica.

Então venha conosco e boa leitura.

Jerboa: Características Adicionais, Reprodução e Alimentação

Características do Jerboa
Características do Jerboa

Os jerboas possuem pelos muito finos de coloração semelhante à areia. Na sola das patas dianteiras, há almofadas para facilitar a locomoção na areia do deserto. A longa cauda possui poucos pelos ao longo de sua extensão; porém, possui pelos brancos na base, e, na ponta, há um tufo de pelos de cor negra.

Algumas espécies de jerboas possuem orelhas longas. O número de garras nas patas também varia (podendo estar compreendido entre 3 a 5).

A grande maioria das espécies não ultrapassa os 10 centímetros de comprimento (desconsiderando a cauda). Todavia, há espécies com 13 ou 15 centímetros de comprimento.

Em relação à cauda, a mesma pode atingir valores aproximados a 20 centímetros.

São animais noturnos ou crepusculares. Durante o dia, permanecem abrigados do calor em tocas subterrâneas com aproximadamente 1,5 metros de profundidade.

Jerboas são capazes de extrair água a partir dos alimentos. Sua dieta, é composta basicamente por insetos e gramíneas.

Curiosamente, estes roedores hibernam durante o inverno. O acasalamento geralmente ocorre após a hibernação. O período médio de gestação esta compreendido em 25 a 35 dias. Cada gestação pode dar origem a uma ninhada contendo de 2 a 6 filhotes (com discretas variações, de acordo com a literatura consultada).

Jerboa: Reino, Filo, Classe, Ordem, Família e Gênero

A classificação taxonômica para os jerboas obedece à seguinte estruturação:

Reino: Animalia;

Filo: Chordata;

Classe: Mammalia;

Ordem: Rodentia;

Superfamília: Dipodoidea;

Família: Dipodidae.

Jerboa: Reino

O Reino do Jerboa
O Reino do Jerboa

O reino Animalia abriga seres multicelulares, cujo núcleo está presente dentro de um envoltório (carioteca), logo não está disperso no citoplasma. Dessa forma, os animais são eucariontes. Já foram descritos cerca de 1,5 milhões de espécies de animais, dentre as quais a população de insetos responde pelo quantitativo de 1 milhão.

A maioria dos animais alimenta-se de matéria orgânica, respira oxigênio e são capazes de se locomover, crescer e reproduzir-se sexualmente.

Jerboa: Filo

O filo Chordata abrange todas as espécies de animais vertebrados, assim como também os anfioxos (também chamados de cefalocordados) e os tunicados. Possuem como características em comum a presença de notocorda; simetria bilateral; sistema nervoso completo; fendas branquiais (orifícios na faringe destinados à filtração de alimentos e/ou respiração); tubo nervoso dorsal; assim como cauda pós-anal, em pelo menos um período da vida ou do desenvolvimento embrionário.

Entende-se por notocorda, uma estrutura formada durante o período embrionário, presente em pelo menos uma fase da vida. Acredita-se que esta estrutura tenha surgido a aproximadamente 550 milhões de anos atrás nos cordados primitivos.

A título de curiosidade, anfioxos e tunicados são cordados marinhos, sendo  que os segundos não possuem espinha dorsal, mas sim a notocorda em alguma fase de suas vidas.

Jerboa: Classe

A classe dos mamíferos, apesar de ‘mais popular’ é a menos numerosa entre os mamíferos, possuindo aproximadamente 6.400 espécies já descritas. A característica mais representativa deste grupamento, sem dúvidas, é a presença de glândulas mamárias.

Esta classe pode ser dividida em dois grupos: os animais aquáticos (como é o caso das baleias, golfinhos, morsas e focas) e animais terrestres (os quais podem ser bípedes ou quadrúpedes).

Todas as espécies de mamíferos são endotérmicas, ou seja, são capazes de manter a temperatura corporal constante graças a uma série de mecanismos fisiológicos.

Os pelos estão presentes na maioria das espécies, com exceção dos golfinhos e baleias, os quais apresentam estes apêndices queratinizados apenas na fase embrionária.

O cérebro dos mamíferos é proporcionalmente maior do que o cérebro de outros animais. Quase todos os mamíferos são vivíparos (ou seja, o desenvolvimento embrionário ocorre no interior do organismo materno), com exceção da ordem taxonômica dos monotremados (na qual está presente o peculiar ornitorrinco).

Os mamíferos também possuem uma amada cerebral denominada neocórtex, a qual está relacionada à cognição, linguagem, raciocínio espacial, percepção sensorial e comandos de movimento.

Jerboa: Ordem

A Ordem dos Jerboas
A Ordem dos Jerboas

A ordem Rodentia é a ordem mais numerosa dos mamíferos, uma vez que possui um quantitativo de 2.000 espécies de roedores- representando 40% de todas as espécies de mamíferos.

Grande parte dos roedores possui tamanho pequeno, no entanto, a maior espécie apresenta o grandioso peso de 80 quilos (no caso, esta espécie é a capivara).

Estes mamíferos possuem uma dentição altamente especializada para roer alimentos, consistindo de um par de incisivos tanto na arcada superior quanto na inferior. Estes pares são seguidos pela presença de grande espaço vago (também chamado de diastema), assim como por um ou mais molares e pré-molares.

Os roedores não possuem dentes caninos. A respeito dos dentes incisivos, estes crescem de modo contínuo, logo precisam ser desgastados intencionalmente.

Jerboa: Família

Na família taxonômica Dipodidae, estão presentes mais de 50 espécies, as quais são distribuídas em torno de 16 gêneros. Nem todas essas espécies correspondem ao jerboa, uma vez que também há os chamados ratos saltadores, assim como os ratos bétula. Todavia, todas as espécies desta família possuem postura bípede e locomoção através de saltos.

Esta família taxonômica também possui um total de 5 subfamílias.

Como as jerboas já forma descritas fisicamente, cabe aqui uma descrição suscinta sobre os ratos bétulas e os ratos-saltadores.

Os ratos bétula possuem comprimento corporal de 50 a 90 milímetros, assim como cauda longa (com média de 65 a 110 milímetros de comprimento). Estes roedores podem ser encontrados em hábitats muito diversificados, os quais incuem áreas semiáridas, florestas e até mesmo prados subalpinos. Pertencem ao gênero taxonômico Sicista, o qual conta com 13 espécies listadas.

Os ratos saltadores pertencem à subfamília Zapodinae e são capazes de saltar a uma altura que varia entre 2,5 a 3 metros. Todos os pés contam com um quantitativo de 5 dedos e a cauda representa 60% do comprimento do corpo.

Jerboa: Gênero

Gênero Jaculus
Gênero Jaculus

Existem vários gêneros referentes às jerboas, sendo o gênero Jaculus um dos mais famosos. Neste gênero, existem 5 espécies reconhecidas, dentre elas o jerboa egípcio maior (nome científico Jaculus orientalis) e o jerboa egípcio menor (nome científico Jaculus jaculus).

*

Depois dessas informações e dicas, que tal continuar por aqui para visitar também outros artigos do site ?

Aqui há muito material de qualidade nos campos da zoologia, botânica e ecologia de um modo geral.

Até as próximas leituras.

REFERÊNCIAS

Brasil Escola. Filo Chordata. Disponível em: < https://brasilescola.uol.com.br/biologia/chordata.htm>;

CARLETON, M. D., MUSSER, G. G. (2005). Order Rodentia in Wilson, D. E., Reeder, D. M. (eds). Mammal Species of the World a Taxonomic and Geographic Reference. 3ª edição. Johns Hopkins University Press, Baltimore, vol. 2, pp. 745–752;

NASCIMENTO, E. Mega Curioso. Conheça o jerboa, um adorável roedor do deserto. Disponível em: < https://www.megacurioso.com.br/animais/75783-conheca-o-jerboa-um-adoravel-roedor-do-deserto-video.htm>;

Wikipedia in Engish. Zapodinae. Disponível em: < https://en.wikipedia.org/wiki/Zapodinae>;

Wilson & Reeder’s Mammal Species of the World. Third Edition. Family Dipodidae. Disponível em: < http://www.departments.bucknell.edu/biology/resources/msw3/browse.asp?id=12900003>.

Veja também

Características do Jerboa

Jerboa-de-Orelha-Longa: Características e Curiosidades

Roedores com padrão de postura peculiares, os jerboas podem ser encontrados em desertos da África …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *