Home / Animais / Classificação da Morsa: Reino, Filo, Classe, Ordem, Família e Espécie

Classificação da Morsa: Reino, Filo, Classe, Ordem, Família e Espécie

Reino: Animalia;
Filo: Chordata;
Classe: Mammalia;
Infraclasse: Placentalia;
Ordem: Carnivora;
Família: Odobenidae;
Género: Odobenus;
Espécie: O. rosmarus.

A morsa é um animal que possui grande porte e está localizado nas águas do ártico. Esta é a única espécie que ainda não foi extinta do gênero Odobenus, e da família Odonidae. A fêmea sessa espécie pode chegar a 2,6 m de comprimento e o seu peso pode alcançar até os 1.200 kg, porém, grande parte das fêmeas pesam entre 400 e 500 Kg.

Já os machos são ainda maiores: O seu comprimento pode alcançar 4 metros sendo que, normalmente, possuem 3 m e o seu peso pode ultrapassar as duas toneladas. Eles são tão grandes que entre todas as espécies parecidas, quando estão juntas, as morsas superam em pesos e comprimentos.

Elas são animais bem interessantes, não é mesmo? Pois bem, eu recomendo que você continue com a leitura deste artigo. O que acha? Veja mais logo abaixo!

Características das Morsas

A Morsa é reconhecida por causa de suas presas, bigodes e seu volume enorme todas elas possuem uma pele enrugada e áspera que, cada vez mais, se torna espessa foto quanto mais velha elas ficam, maior é a espessura de suas peles. Entre os 15 e 30 anos ( que, geralmente, é a idade normal de uma morsa)  são os anos em que a espessura mais aumenta.

Quando elas estão nadando usam a sua nadadeira caudal. Por serem animais com hábitos aquáticos, quando estão na terra, deslocam-se muito mal. Elas são tão atrapalhadas, que usam suas presas para se locomover. Elas fazem isso cravando os dentes no gelo e puxando todo seu corpo grande e gordo para frente. Tanto que o seu nome científico significa ” aquele que caminha com tem “.

O Seu focinho possui um bigode e duas enormes presas, que podem alcançar 90 cm nas fêmeas e alcançar 1,20 m de comprimento nos machos Esses animais se alimentam principalmente de moluscos (como os caracóis), estrela-do-mar, ouriço, caranguejos e outros animais parecidos com esses.

As suas presas vão se desgastando ao longo dos anos. Uma habilidade que chama atenção desses animais é que eles conseguem perceber dos alimentos presentes na areia, devido à propriedades dos seus bigodes chamadas vibrissas.

Características Dentro Da Água

Morsa Dentro da Água
Morsa Dentro da Água

Em sua busca por alimento elas podem realizar mergulhos muito profundos, alcançando até 100 m de profundidade. Todo seu corpo ajuda com que os seus mergulhos se tornem eficientes e atingem o objetivo durante o mergulho.

As morsas fazem com que os seus batimentos cardíacos diminuam, Além disso, transferem toda a circulação para os seus órgãos vitais como o coração e o cérebro. Elas também reduzem o seu metabolismo e utilizam uma grande quantidade de oxigênio que é previamente armazenada em seu sangue. Elas conseguem fazer tudo isso devido à grande quantidade de hemoglobina e mioglobina dentro de seus organismos.

Seu habitat está em, principalmente, nas prateleiras oceânicas, gastando uma proporção muito significativa de sua vida em cima do gelo do mar. Isso acontece porque elas adoram os moluscos, sua dieta favorita. Assim, gastam grande tempo de sua estadia na terra procurando esses animaizinhos para se alimentar.

Para os animais, é sua estadia na terra é relativamente alta sendo que elas conseguem viver até 30 anos de idade. ela é uma espécie altamente sociável e por isso, é considerada uma das mais importantes do ecossistema marinho. O seu estilo de vida consegue ajudar não só a sua espécie mas várias outras que estão ao seu redor no ecossistema Ártico.

Habitat e Reprodução

Todas elas costumam viver em bandos, sendo que, podem ter uma família de até 100 indivíduos. As fêmeas conseguem atingir a maturidade sexual entre as idades de 4 e 6 anos. Enquanto isso, o macho atinge esta mesma maturidade com sete anos de idade. As fêmeas dão à luz no máximo a cada dois anos. Sua gestação dura aproximadamente 12 meses, onde apenas um filhote é gerado ponto o seu peso é entre 45 e 75 kg.

Filhote de Morsa
Filhote de Morsa

O laço que a mãe e o filho criam são extremamente fortes, pois, as fêmeas desta espécie são muito protetoras. Portanto, é bem difícil que o seu filhote seja acometido de algum ataque animal. Dificilmente uma mãe morsa deixa os seus filhos sozinhos, pois, adora acompanhar o seu momento de crescimento e auxiliam o máximo possível para que tudo saia tem perigo algum para o seu filho.

A amamentação, como já foi dito, acaba logo após os dois anos de idade. Porém, os seus filhotes conseguem se alimentar de outras fontes, já que, desde pequeno, possui um instinto caçador. Assim, não é de se espantar que com pouco tempo de vida os filhotes já saem à procura dos alimentos que querem.

Logo após o nascimento, os seus filhotes já são capazes de nadar. O período de amamentação deste filhote está entre um ano e meio e dois anos. As dificuldades que esta espécie enfrenta são: os caçadores e a falta de alimento, dependendo do local onde ela está os seus principais predadores são as focas os leopardos os tubarões e as orcas.

Culturas Envolvendo Este Animal

Morsa Junta Com Seu Filhote
Morsa Junta Com Seu Filhote

As morsas possuem um papel de destaque nas culturas indígenas que estão ao redor do ártico. Muitos povos aproveitam sua carne gordura pele empresas e seus ossos. No séculos 19 e no começo do século 20, este animal foi um objeto de exploração comercial muito pesado. Sua gordura e o seu marfim acabaram rapidamente, pois, a caça predatória era tão alta, que quase dizimou esta espécie do mapa mundial.

Sua população mundial se recuperou desse grande choque, embora as populações de morsa do Atlântico permanecem fragmentadas e, seus níveis, são bem menores do que há dois séculos atrás.

Migração

Morsas Migrando
Morsas Migrando

No final do ano, a morsa adora se juntar a milhares de indivíduos nas praias rochosas. A migração do gelo para praia pode ser longa: Normalmente, as morsas nadam por quase 2000 km. As migrações ocorrem por causa de dois principais motivos: A busca por alimentação mais fácil e a fuga de caçadores que são mais ativos nessa época do ano. o Estreito de Bering é o mais conhecido caminho de migração desses animais.

Suas características físicas são: A presença de presas, corpo demasiadamente gorduroso, a pelagem mudando entre a coloração marrom  e cinza escuro, uma camada de gordura bem flácida abaixo da pele, orifícios nasais pequenos, não possuem orelhas externas e os seus olhos são muito pequenos. Seus olhos podem ser comparados aos porcos na questão de tamanho.

Veja também

Lagarto Chicote- de- Garganta- Alaranjada: Características e Fotos

O lagarto chicote de garganta alaranjada (nome científico Aspidoscelis hyperythrus) é uma espécie nativa do …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *