Home / Animais / Ciclo de Vida do Pato: Quantos Anos Eles Vivem?

Ciclo de Vida do Pato: Quantos Anos Eles Vivem?

Os patos são aves que pertencem à mesma família taxonômica dos gansos e cisnes e muitas semelhanças com os marrecos (aves que, de acordo com algumas literaturas, são classificadas como espécies de patos).

São aves aquáticas que podem ser encontradas tanto em água doce quanto em água salgada, sendo um dos únicos animais na natureza capazes de nadar, voar e andar com certa competência (embora a caminhada seja meio cambaleante). Em algumas fontes, é possível até encontrar a curiosa informação de que tais aves são capazes de dormir com metade do cérebro em repouso, enquanto mantém a outra metade e alerta.

Atualmente, é criado como ave doméstica principalmente para comercialização de sua carne e ovos (embora esse mercado ainda seja dominado pelas galinhas).

Neste artigo, você conhecerá algumas informações adicionais sobre os patos, dentre o seu ciclo de vida. Afinal, quantos anos os patos vivem ?

Venha conosco e descubra.

Boa leitura.

Pato Classificação Taxonômica/Espécies Famosas

A classificação científica para os patos obedece à seguinte estruturação:

Reino: Animalia;

Filo: Chordata;

Classe: Aves;

Ordem: Anseriformes;

Família: Anatidae;

Platyrhynchos Domesticus
Platyrhynchos Domesticus

Dentro desta família taxonômica, há 4 subfamílias contendo espécies de patos, são elas a Anatinae, Merginae, Oxyurinae e Dendrogyninae.

Algumas espécies bem conhecidas de patos são o pato doméstico (nome científico Anas platyrhynchos domesticus); o Pato-real (nome científico Anas platyrhynchos); o Pato-selvagem (nome científico Cairinia moschata); o Pato-mandarim (nome científico Aix galericulata); o Pato-arlequim (nome científico Histrioniscus histrionicus); o Pato-sardento (nome científico Stictonetta naevosa); dentre outras espécies.

Diferenças Entre Patos, Marrecos, Cisnes e Gansos

Todas as aves aquáticas da família Anatidae possuem adaptações anatômicas favoráveis ao seu estilo de vida. Estas adaptações incluem impermeabilização das penas (a partir de óleos secretados pela glândula uropigial); bem como presença de membranas interdigitais entre as patas.

Os cisnes são as maiores aves do grupamento. Podem atingir até 1,70 metros de comprimento, bem como pesar mais de 20 quilos. Diferenciá-los das demais aves é extremamente fácil, uma vez que o pescoço longo é marcante. Estas aves possuem grande elegância e docilidade, sendo muito utilizadas como aves ornamentais. Na natureza, é possível vê-los voando em bando com formação em “V”.

Os gansos possuem a peculiaridade de serem excelentes animais de guarda. Ao perceberem a presença de estranhos, costumam emitir ruídos estridentes. Podem viver até 50 anos, quando criados em cativeiro.

Os patos são as aves mais abundantes de sua família taxonômica. Frequentemente podem ser confundidos com marrecos, mas contam com uma série de peculiaridades anatômicas que permitem que um observador atento possa diferenciá-los.

Os patos possuem o corpo mais achatado que os marrecos, além de permanecerem em posição horizontal a maior parte do tempo. Os marrecos possuem o corpo mais cilíndrico e são mais verticalizados- de modo que apresentam uma postura ‘empinada’.

Caso seja difícil diferenciar patos e marrecos pelo formato corporal, essa diferenciação pode ser feita observando o bico das aves. No bico dos patos, é possível notar uma protuberância próximo às narinas; ao passo que, marrecos possuem o bico liso.

Ciclo de Vida do Pato: Quantos Anos Eles Vivem?

A expectativa de  vida dos patos é particular a cada espécie. No caso do Pato-real (nome científico Anas platyrhynchos), tal ave pode viver até os 5 a 10 anos de idade.

Em relação ao ciclo de vida, é importante ter em mente que os filhotes desenvolvem-se muito rapidamente, de modo a serem capazes de sobreviver por conta própria na natureza. No entanto, dependendo da raça ou espécie, esta maturação pode ocorrer de forma diferenciada.

Durante todo o período de procriação, a fêmea é capaz de botar 9 ovos- sendo 1 por dia. Os ovos só começam a ser chocados quando a postura termina. Para chocá-los, ela escolhe um ninho em altura que esteja fora do alcance dos predadores. Estes ovos são chocados durante o período de 22 a 28 dias.

Curiosamente, antes dos filhotes nascerem, eles absorve a gema dos ovos- de modo que sejam capazes de sobreviver até 2 dias sem se alimentarem.

É normal que os filhotes saiam do ovo com a penugem molhada.

Após o nascimento, a primeira semana de vida é marcada por um desenvolvimento mais acelerado. Algumas espécies podem aumentar até 2 gramas por dia. Neste período também ficam mais fortes e engrossam as pernas; bem como desenvolvem glândulas que os auxiliam na higiene.

Com 3 semanas de vida, há o desenvolvimento das primeiras penas de adulto, assim como o início das práticas de voo. A entrada na água só ocorre aproximadamente por volta das 6 semanas, quando o primeiro conjunto de penas de adulto está formado.

Em relação à fase de ‘maturidade’, a mudança do primeiro para o segundo conjunto de penas de adulto ocorre por volta dos 3 a 4 meses. Este segundo conjunto é mais cheio e mais grosso, com penas mais adaptadas para o voo e para a natação.

Domesticação de Patos e Marrecos

A criação de patos e marrecos teria iniciado a milhares de anos atrás, provavelmente a partir do Sudeste da Ásia. Além disso, acredita-se que a espécie pato-mudo era domesticada por indígenas na América do Sul, sem uma estimativa de a quantos anos atrás (mas, provavelmente bem antes do descobrimento).

Em relação à comercialização de carne e ovos, os patos não são tão populares quanto as galinhas, uma vez que essas aves possuem maiores vantagens. A galinha apresenta maior quantitativo de carne magra, bem como menor custo na criação e maior facilidade no confinamento.

*

Depois de conhecer importantes informações sobre os patos, nosso convite é para que continue conosco de modo a conhecer também outros artigos do site.

Aqui há muito material de qualidade nos campos da zoologia, botânica e ecologia de um modo geral.

Você pode digitar algum tema se sua escolha em nossa lupa de pesquisa no canto superior direito. Caso não encontre o tema desejado, sinta-se à vontade para sugeri-lo em nossa caixa de comentários abaixo.

Saiba mais sobre Marketing Digital, com o link no Marketing Digital

Até as próximas leituras.

REFERÊNCIAS

IVANOV, T. eHow Brasil. Estágios do desenvolvimento de um patinho. Disponível em: < https://www.ehow.com.br/estagios-desenvolvimento-patinho-info_78550/>;

PIAMORE, E. Perito Animal. Tipos de patos. Disponível em: < https://www.peritoanimal.com.br/tipos-de-patos-23377.html>;

Sítio do Mato. É pato ou é marreco? Disponível em: < https://sitiodomato.com/pato-ou-marreco/>;

VASCONCELOS, Y. Super Interessante. Qual a diferença entre pato, ganso, marreco e cisne? Disponível em: < https://super.abril.com.br/mundo-estranho/qual-a-diferenca-entre-pato-ganso-marreco-e-cisne/>;

WayBack Machine. Wild Muscovy Ducks. Disponível em: < https://web.archive.org/web/20060526113305/http://www.greatnorthern.net/~dye/wild_muscovy_ducks.htm>;

Wikipédia. Pato. Disponível em: < https://pt.wikipedia.org/wiki/Pato>;

Veja também

Por que os Equinodermos Tem Esse Nome?

O filo Echinodermata teria surgido no período pré-histórico Cambriano ou Câmbrico (o qual, na escala …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *