Home / Animais / Pode Criar Patos e Galinhas Juntos?

Pode Criar Patos e Galinhas Juntos?

Antes de sabermos se é possível criar patos e galinhas juntos, vamos conhecer um pouco sobre cada uma destas aves.

Então, continue lendo e confira tudo no post de hoje!

Características do Pato

Vamos começar pelo pato. A criação desta ave tem um custo relativamente baixo. O seu manejo pode ser realizado sem necessidade de cercados. No entanto, necessita de um lugar que tenha água.

Devido à semelhança que existe entre estas aves aquáticas, a maioria é confundida uma com a outra. No caso dos patos, eles podem ser reconhecidos pela presença das carúnculas, que são aquelas verrugas de cor avermelhadas ao redor dos olhos, e também em cima do bico.

Pato Nadando no Lago
Pato Nadando no Lago

Os patos são considerados, em meio as aves aquáticas, a mais fácil de ser criada. O manejo destes animais demanda um orçamento relativamente baixo e pode ser feito em um local pequeno. Ou seja, pode ser feito com pouco espaço.

O produtor que tem interesse em fazer o manejo do pato, não precisa ter muita prática para começar esta atividade. Ele só precisa atender a uma exigência: possuir um local com ambiente aquático.

Se na chácara, no sítio, na fazenda, ou seja onde for, até mesmo no fundo do quintal, se houver um lago, é só improvisar com um tanque pequeno contendo água suficiente para os animais nadarem e reproduzirem.

Não é preciso mais nada, pois esta ave é bem rústica. Por isso, ela se adapta em qualquer ambiente e clima. Isto faz com que não seja necessário muito investimento, e nem mesmo experiência para que uma pessoa se torne um criador.

Abrigo Para Aves

Os materiais necessários para construir um abrigo para as aves podem ser encontrados até mesmo no próprio local. O tamanho deste abrigo pode ser de, aproximadamente, vinte metros quadrados. Os materiais necessários são:

  • Tela de arame;
  • Sarrafos de madeira,
  • E telhas, de preferência de barro, por serem mais frescas em relação às de amianto.

Com uma boa resistência em relação a doenças, e com hábitos alimentares sem restrições, os patos não demandam altos custos no decorrer do seu crescimento, e nem na etapa de engorda, na qual se destaca os machos, que possuem um desenvolvimento bem mais rápido do que as fêmeas.

O fornecimento de ração balanceada pode ser complementado com grãos e também com hortaliças.

Os ovos desta ave são ricos em proteínas, são fortificantes e muito nutritivos. Inclusive, são muito bons para pessoas com anemia. Os patos são comercializados em casas de aves, feiras livres, e também direto com os criadores.

Por ter uma carne muito saborosa, estas aves são tão apreciadas que a oferta no mercado é menor que a procura. A maciez da carne pode ser ainda maior se ela for abatida entre os primeiros 100 a 120 dias após o nascimento.

Esta atividade é considerada tão lucrativa, que vendas de carnes e ovos feitas só no mercado local já garantem uma boa receita. Em pouco tempo, as chances de ter o retorno do capital aplicado é muito grande. No espaço de um ano, pode haver um lucro de até 200% de todos os recursos aplicados.

O mínimo necessário para se começar uma criação é: um macho e 4 fêmeas. O retorno leva, aproximadamente, um ano, e são 4 posturas anuais.

Criação de Galinhas

Agora vamos mudar o foco para as galinhas. Para dar início em uma criação de galinhas, seja em um galinheiro fechado, ou mesmo soltas no quintal, é preciso ter alguns cuidados, e muita atenção para manter as galinhas saudáveis.

A primeira coisa a se fazer é um galinheiro. Este deve ser ventilado e luminoso. Ao mesmo tempo, tem que ser um local que tenha a capacidade de proteger as galinhas da chuva, do excesso do sol na estação de verão, e também de ataques de predadores. Afinal de contas, uma galinha molhada, assustada e com frio dificilmente fará uma postura de ovos boa.

Galinha na Grama
Galinha na Grama

O tamanho do galinheiro vai depender da quantidade de galinhas que a pessoa vai possuir. Se a quantidade for muito maior que a capacidade do local, os animais podem ficar estressados, e isso não é bom.

O galinheiro deve ser limpo de 15 em 15 dias, deve ser feita a retirada dos excrementos, e desinfetar o local usando produtos específicos.

No interior do galinheiro, devem ser colocados ninhos onde as galinhas possam botar seus ovos. Esses locais precisam ser tranquilos e um pouco escuros. Além disso, também devem ser preenchidos com serragem, palhas ou esparto.

É preciso que poleiros feitos de madeira sejam instalados, para que as galinhas possam dormir. Esses poleiros devem ficar a uma certa altura em relação ao chão, e em posições adequadas, para evitar que as galinhas se sujem com excrementos.

É preciso que haja um local fora do galinheiro onde as galinhas possam andar, pois o exercício auxiliará na saúde, e os ovos terão uma qualidade melhor.

Se caso houver plantações de hortaliças, é bom que estas estejam cercadas, pois as galinhas tem a fama de comerem tudo que encontram pela frente. À noite, é recomendado mantê-las trancadas no galinheiro. Assim, o ataque por predadores é evitado.

É importante que os locais onde as galinhas ficam ou passeiam estejam secos e arejados, pois elas tendem a sofrer de doenças respiratórias. Por esse motivo, é sempre bom adicionar vitaminas e cálcio em sua alimentação.

Os galos só são necessários para a reprodução. Sendo assim, se você quer galinhas somente para postura de ovos, não precisa da presença do galo.

Pode Criar Galinhas e Patos Juntos?

Agora que já conhecemos um pouca de cada espécie, vamos saber, enfim, se pode criar patos e galinhas juntos.

De acordo com alguns criadores, não há nenhum problema em criar galinhas junto com patos. No entanto, deve estar atento se há espaço necessário para todos os animais.

Existem várias maneiras de criação. Se a pessoa for criar os animais presos, é preciso estar atento ao espaço. Este deve ser de 2m², aproximadamente, para cada casal, tanto para os patos quanto para as galinhas.

Galinha X Pato
Galinha X Pato

Caso a criação seja semiconfinada, é necessário que um abrigo seja construído, o qual será usado por ambas as espécies. Também pode-se alimentar os animais juntos. No entanto, é bom atentar para a idades dos animais, pois cada idade demanda um tipo de ração específica.

Se a criação for destinada ao corte, deve ser usada a ração de engorda. E se for destinada à postura de ovos, deve-se usar a ração de postura. No mais, não tem muito segredo. É só cuidar da higiene do local e da saúde dos animais.

Veja também

Marreco de Pequim: Características, Hábitat e Nome Científico

O marreco de Pequim é considerado uma das principais raças atuais de marrecos, ao lado …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *