Home / Animais / Cheiro De Tinta De Parede Faz Mal Para Cachorro? E Verniz?

Cheiro De Tinta De Parede Faz Mal Para Cachorro? E Verniz?

No nosso dia a dia temos, como companhia, nossos queridos cachorros, e eles nos acompanham em diversas situações.

Eles estão ao nosso lado quando acordamos, quando vamos almoçar, quando estamos arrumando a casa, e quando estamos reformando-a também.

Uma preocupação pode surgir, pois durante reformas, é comum que muitos produtos químicos sejam usados, tais como tinta, cimento, spray, entre outros.

Por isso, é muito importante se atentar para algumas dicas e orientações de como deixar seu cachorro protegido e seguro durante esse período de reformas.

Uma das maiores preocupações quando falamos sobre reformas e cachorros, é o cheiro de tinta na parede e do verniz nas madeiras.

Esse cheiro pode fazer mal? Causa alguma reação alérgica? E se o cachorro ingerir alguma dessas substâncias?

Essas, e mais perguntas, serão respondidas no artigo de hoje. E, após ele, você saberá tudo que é necessário para lidar com reformas e cachorros.

Cheiro De Tinta De Parede

Durante as reformas, é muito comum que as paredes sejam pintadas ou retocadas, e a tinta, se consumida em grandes quantidades, por ser um problema para os cachorros.

No entanto, seguindo alguns cuidados e algumas dicas, é muito possível deixar o seu cachorro seguro durante a reforma.

A primeira dica, é um pouco óbvia, porém as lojas especializadas em construção, possuem diversos tipos de tintas, e uma delas, é não tóxica. E a tinta não toxina é a ideal para ser comprada.

Caso não seja possível comprar essa tinta, não tem problemas. É recomendado que em casos como esse, a reforma e a pintura sejam feitas de cômodo em cômodo.

Pois, desta forma, será possível manter seu cachorro em outro local enquanto uma parede é pintada em determinado cômodo.

Uma vez que os cachorros estejam longe dos locais com tinta, é importante que as latas e recipientes que armazenam as tintas, não fique perto ou ao alcance dos cachorros.

O cheiro de tinta da parede não é tóxico, porém é importante que o local que foi pintado, seja bastante arejado e ventilado para que o odor forte seja eliminado.

No geral, o mais importante, é evitar que o cachorro consuma pequenas ou grandes quantidades de tinta, no entanto, caso ele acabe ingerindo, continue a leitura e você saberá como tratar.

Cheiro de Verniz

Verniz Acrílico Sunivil
Verniz Acrílico Sunivil

Durante uma reforma, é muito comum que o verniz seja utilizado para dar um acabamento final em vários tipos de móveis.

O verniz é uma mistura, de forma viscosa, que possui várias substâncias naturais, que combinadas, é usado para obter uma camada de proteção de umidade, de intempéries, ou ainda, em alguns casos, como acabamento artístico.

Assim como a tinta, o verniz, depois de passado, pode ficar com um cheiro forte, pois ele possui conservantes e produtos químicos diversos.

Além disso, o verniz também possui algumas substâncias tóxicas, que podem ser prejudiciais se inaladas por humanos, cachorros ou plantas.

O ideal é que o cheiro seja totalmente eliminado dos locais onde os humanos, as plantas e os cachorros costumam ficar, para que não haja problemas.

Para isso, pode ser usado dissipadores de ar ou ventiladores, no caso da ausência deles, abrir as janelas é uma ótima escolha.

Outra dica muito simples é encher alguns potes com bicarbonato de sódio, e ele colocar eles nos cômodos ou, se possível, em cima dos móveis que foram envernizados.

Após esses passos, aguarde cerca de 8 até 12 horas, e então desligue os ventiladores ou feche as janelas, e aguarde mais cerca de 24 horas.

E então verifique o local. Se o odor forte tiver saído, pode-se voltar a fazer as atividades normais, em casos onde o odor persiste, os passos até aqui podem ser repetidos quantas vezes for necessária para que o odor saia completamente.

Sintomas de Intoxicação

Normalmente, a tinta não oferece muitos perigos para os cachorros, a não ser que ela seja ingerida em quantidades altas.

Em alguns casos, o local onde a tinta está guardada oferece até mais perigo do que a tinta propriamente dita.

Mas, em alguns casos, pode acontecer de o cachorro acabar ingerindo uma quantidade alta de tinta, e é importante entender quais os sintomas seu cachorro irá apresentar.

Os principais sintomas decorrentes do consumo de tinta, são: vômito, perda do apetite, letargia, dificuldade na respiração, comportamento não responsivo, perda da consciência, irritação nos lábios e na boca, convulsões, atordoamento, mudança da cor da gengiva e também diarreia.

O principal tratamento, mais rápido, e simples, é a indução ao vômito. Para isso, é feita uma concentração de 3% contendo peróxido de hidrogênio, e sua aplicação é feita através de uma seringa, e a dosagem é de uma colher de sopa para cada 4,5 quilos de peso.

No entanto, cuidado, esse tipo de tratamento só deve ser feito por um veterinário, e também se o cachorro estiver consciente.

Em casos de intoxicação mais graves, são usados alguns antídotos específicos, como carvão ativado para que as toxinas sejam absorvidas, alguns fluídos intravenosos, medicação para dor, remédios contra náusea e também terapia de oxigênio.

Cuidados Gerais

Quando falamos sobre reformas, o ideal é que, se possível, os cachorros possam ficar em outro lugar durante os dias de bagunça e sujeira, como em casa de parentes ou amigos.

No entanto, caso isso não seja possível, seguindo algumas dicas, o seu cachorro consegue se manter seguro durante o período das reformas.

Normalmente, as reformas são feitas em um cômodo de cada vez, correto? Em casos como esse, é simples, basta deixar o seu cachorro em outro cômodo durante a reforma, e se possível, deixar o local que está passando pela reforma com seu acesso fechado ou proibido para os cachorros.

Cachorro Com Um Pincel ma Boca
Cachorro Com Um Pincel ma Boca

Uma vez que os cômodos sejam separados, e o cachorro já esteja seguro em outro lugar, tome cuidado com as ferramentas, potes, latas entre outros, espalhados pela casa.

Todo cuidado é pouco, pois alguns recipientes de produtos químicos são tão ou mais perigoso do que a tinta ou o verniz em si.

Nessa hora, é importante pedir ajuda para as pessoas que irão fazer a reforma, e solicitar que não deixe os cachorros se aproximarem, e para sempre guardarem os materiais fora do alcance deles.

E você, já teve que passar por uma reforma? Deixe nos comentários suas dicas para lidar com os cachorros durante esse período de bagunça e confusão.

Veja também

Quais São os Sintomas da Doença do Carrapato?

Carrapatos, um parasita amplamente distribuído em muitos ambientes naturais e com o qual os caminhantes …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *