Home / Animais / Alimentação do Iaque: O que Eles Comem?

Alimentação do Iaque: O que Eles Comem?

Você provavelmente pode não ter ouvido falar sobre o iaque, mas esse ruminante é famoso entre as comunidades locais de proximidades do Himalaia e outras áreas da Ásia com elevada altitude.

Os iaques (nome científico Bos grunniens) são mamíferos robustos, de grande porte e longos pelos. Pertencem à mesma família e subfamília taxonômica dos bois domésticos, búfalos, bisontes e outros ruminantes terrestres. Todavia, a localização em áreas de grande altitude traz a necessidade de adaptações fisiológicas específicas, inclusive adaptações relacionadas à digestão do alimento.

São animais herbívoros. Mas, exatamente, como é a alimentação do iaque ? O que eles comem ?

Venha conosco e descubra.

Boa leitura.

Características Gerais dos Iaques

Os iaques possuem uma expectativa de vida que pode exceder os 20 anos de idade.

A nomenclatura Bos grunniens é atribuída aos iaques domesticados, sendo que, em relação aos iaques selvagens, há um impasse entre os pesquisadores e literaturas. Muitos preferem considerar a forma selvagem como uma subespécie (no caso, Bos grunniens mutus); outros a consideram como uma espécie à parte (a qual recebe a denominação de Bos mutus). De qualquer modo, é possível encontrar diferenças físicas entre estas duas formas.

Os longos pelos desse ruminante parecem desgrenhados em seu exterior. Todavia, a secreção de uma substância específica pelo corpo possibilita que, nas camadas interiores, tais pelos estejam muito unidos, entrelaçados e densificados. Esta disposição interna da pelagem atua de modo muito eficaz no isolamento térmico.

A coloração da pelagem é sempre marrom e preta, quando se trata de iaques selvagens. Em relação aos iaques domesticados, é possível encontrar as cores cinza, branco, malhado, bege, ferrugem, creme e outras variantes neste estilo.

Os iaques selvagens podem alcançar um peso superior a 1000 quilos. Todavia, este valor é bem inferior para iaques domésticos, e mais ainda quando são fêmeas.

Características dos Iaques
Características dos Iaques

Iaques domésticos machos apresentam peso médio que varia entre 350 a 585 quilos. Para as fêmeas, esta média é de 225 a 25 quilos.

Machos e fêmeas possuem chifres, embora com diferença no comprimento e sutil diferença no formato. A média para o chifre dos machos é de 48 a 99 centímetros, os quais são lisos e possuem cor escura. O chifre das fêmeas pode apresentar entre 27 a 64 centímetros, sendo que são mais verticalizados.

Em relação ao comportamento reprodutivo, o acasalamento ocorre no verão, geralmente entre os meses de Julho a Setembro (todavia, também depende do local e das condições externas). A gestação tem duração aproximada de 9 meses, o que as literaturas gostam de apontar como entre 257 a 270 dias. Os filhotes são desmamados após 1 ano e se tornam independentes após esse período. As fêmeas atingem a maturidade sexual entre 3 a 4 anos de idade, contudo só conseguem parir uma única vez a cada 2 anos.

A vida em elevadíssimas altitudes demanda adaptações fisiológicas especializadas. No caso dos iaques, estes animais possuem coração e pulmão com tamanho maior do que os ruminantes encontrados em baixas altitudes. Outra adaptação importante é presença de hemoglobinas fetais durante a vida adulta, possibilitando maior capacidade em transportar o oxigênio pelo sangue.

Curiosamente, iaques morreriam se fossem inseridos em áreas com baixa altitude, bem como em áreas com temperatura superior a 15 °C. B

Alimentação dos Iaques: O que Eles Comem?

Os iaques são animais herbívoros. Na dieta, estão presentes gramas, líquens e outras plantas.

Os arbustos, pasto e grama representam a preferência absoluta destes ruminantes, no entanto, também podem alimentar-se (principalmente quando são domésticos) de frutas e legumes entre as refeições principais.

Iaques no Pasto
Iaques no Pasto

Em relação ao líquen, este ser vivo também pode ser chamado de fungo liquenizado. É resultado da simbiose (associação em longo prazo, benéfica para ambas as partes) entre um fungo e uma alga. Os fungos envolvidos nesta associação recebem o nome de micobiontes, ao passo que as algas são chamadas de fotobiontes. Nesta associação geralmente participam os fungos do tipo ascomicetos (em 98% dos casos), porém também podem ser os basidiomicetos. Em relação às algas, os tipos envolvidos são as clorofíceas e cianobactérias.

Alimentação dos Iaques: Estômago Poligástrico dos Ruminantes

A maioria dos mamíferos possui apenas uma cavidade gástrica, todavia, isto não ocorre para os ruminantes. Tais animais possuem 4 cavidades gástricas, sendo elas o rúmen, o retículo, o omaso e o abomaso.

Iaque Comendo Grama
Iaque Comendo Grama

Para os ruminantes, o alimento passa por 2 processos. No caso, é deglutido, chegam à pança sendo armazenados no local. Em seguida, são direcionados para outro setor, comprimidos e regurgitados de volta à boca, onde são mastigados e deglutidos mais uma vez.

Este mecanismo é necessário de modo a proporcionar digestão da celulose e hemicelulose. Tal digestão também é auxiliada pela presença de microorganismos específicos presentes no sistema digestivo.

Alimentação dos Iaques: Diferença do Estômago do Iaque em Relação a Outros Ruminantes

Os iaques possuem um rúmen bem maior do que o omaso. Tal conformação permite que sejam capazes de consumir de uma só vez grande quantidade de alimentos de baixa qualidade, assim como fermentar tais alimentos por mais tempo e, consequentemente extrair maior quantidade de nutrientes. Diminuind a necessidade de alimentação a médio prazo.

Iaque Comendo Procurando Alimento
Iaque Comendo Procurando Alimento

Esta conformação do estômago permite que, durante o dia, possam consumir o equivalente a apenas 1% de seu peso corporal.  O que representa certa vantagem quanto comparado ao boi doméstico, o qual necessita diariamente de comida equivalente a 3% de seu peso corporal.

Quais os Animais que se Alimentam de Iaque? Ele Possui Predadores?

Os iaques são domesticados e alvos de caça principalmente para consumo de sua carne. Dessa forma, o homem representa a principal ameaça ou predação à espécie. Todavia, considerando os predadores selvagens, os principais são o urso-azul-tibetano, o leopardo-das-neves e o lobo-tibetano.

Produtos Gerados a Partir do Iaque

A carne deste animal é bastante cobiçada, assim como o leite, do qual é possível obter o queijo chhurpi e manteiga. Em relação à manteiga, é curioso pensar que é utilizada abundantemente por comunidades locais, existindo até mesmo o chá de manteiga. Também é utilizada para confecção de esculturas em festividades religiosas.

Dos pelos do iaque podem ser obtidas fibras para confecção de tapetes, cordas ou outros produtos. A pele também é aproveitada para fabricação de bolsas e sapatos.

Carne de Iaque
Carne de Iaque

Até mesmo o esterco do iaque é aproveitado e, no caso, para obtenção de combustível.

*

Muito bem. É sempre bom contar com a sua visita por aqui, caro leitor.

Caso tenha gostado deste artigo, nosso convite é para que continue conosco para visitar também outros artigos do site.

Até as próximas leituras.

REFERÊNCIAS

Animal Info & Endangered Animals. Bos grunniensis (B. g. mutus, B.. mutus). Disponível em: < http://www.animalinfo.org/species/artiperi/bos_mutu.htm>;

Butter through the Ages. Yaks, butter  & lamps in Tibet. Disponível em: < http://www.webexhibits.org/butter/countries-tibet.html>;

FAO. 5 Reproduction in the Yak. Disponível em: < http://www.fao.org/3/AD347E/ad347e09.htm#>;

MEDEIROS, V. Portal dos Animais. Características do Yak/ Iaque: Alimentação e Hábitos. Disponível em: < https://www.portaldosanimais.com.br/informacoes/caracteristicas-do-yak-iaque-alimentacao-e-habitos/#>;

Só Biologia. Liquens. Disponível em: < https://www.sobiologia.com.br/conteudos/Reinos/biofungos4.php#>;

Veja também

Hábitat do Iaque

Hábitat do Iaque: Onde Eles Vivem?

Os iaques ou yaks (nome científico Bos grunniens) são bovídeos encontrados em áreas de levadíssima …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *