Home / Plantas / Tudo Sobre a Flor Ipoméia: Características e Nome Cientifico

Tudo Sobre a Flor Ipoméia: Características e Nome Cientifico

As flores são parte importante e viva da natureza, que podem demonstrar muito bem como determinado ambiente natural está. Dessa maneira, é muito comum que as flores sejam utilizadas para inúmeros fins, mas, em todos eles, indiquem bem se determinado espaço possui as condições ambientais necessárias para abrigar o desenvolvimento vegetal pleno.

Portanto, dentro de tais condições, as flores costumam ser mais usadas para o paisagismo, servindo muito bem para enfeitar ambientes e transformar locais de até então pouco destaque em verdadeiras obras de arte. Contudo, há gêneros de plantas e flores que servem melhor para tal objetivo do que outros. Assim, esse é o caso da ipoméia, um gênero de plantas que possui uma série de flores ornamentais belíssimas.

Nativas do México e de parte da América Central, as ipoméias são flores muito comuns em grande parte do mundo, embora gostem de temperaturas altas e ambientes mais secos para se desenvolver bem. De toda forma, o mundo das ipoméias é bastante amplo e pode ser estudado sob muitos pontos de vista, que mostram o quanto esse gênero de flores é delicado. Veja abaixo mais detalhes e informações sobre o gênero das ipoméias.

Flor Ipoméia Rubra
Flor Ipoméia Rubra

Características das Ipoméias

Um gênero de flores pode ser bastante amplo, com muitas espécies vegetais em sua composição. Portanto, é complicado que todo um gênero seja capaz de ter as mesmas características, sem apresentar muitas diferenças. Logo, não é diferente no caso das ipoméias, que possuem muitos detalhes em comum, mas com cada espécie também apresentando as suas especificidades. De toda maneira, há algumas características que podem ser atribuídas a todas as ipoméias, sem muitas distinções.

Assim, como detalhe principal está o fato de a ipoméia ser uma planta típica das regiões quentes do México e da América Central, gostando de temperaturas altas e de ambientes sem muita umidade. Além disso, a ipoméia pode ser muito colorida, sendo capaz de ter diversas cores diferentes. Todo esse colorido faz com que a planta seja muito buscada pelas pessoas, que utilizam a ipoméia em suas casas para atrair borboletas e variados tipos de pássaros.

Ademais, a ipoméia não fica tão alta, atingindo apenas cerca de 2 a 3 metros de altura quando em fase adulta. Porém, o mais comum é que a planta fique distante dos 3 metros, sendo, em geral, muito mais baixa. O gênero das ipoméias ainda possui a importante característica de ser hermafrodita, ou seja, uma mesma planta apresenta os dois aparelhos sexuais.

Cultivo da Ipoméia

O gênero das ipoméias é bastante comum em muitos países de todo o mundo, o que faz com que essa planta seja muito cultivada por diversas pessoas. Dessa forma, em geral os caminhos para se ter uma ipoméia de qualidade, bonita e cheirosa já são conhecidos por grande partes dos admiradores dessa planta.

Porém, como nunca é demais entender um pouco mais sobre o universo das plantas, é interessante ressaltar como a ipoméia deve ser cultivada. Quanto à luminosidade que incide sobre a ipoméia, há algumas variáveis que podem afetar o quanto a planta gosta de estar exposta ao sol, como a espécie em questão. Contudo, de uma forma geral, é possível afirmar que a ipoméia gosta de meia sombra, não estando exatamente de frente para o sol forte.

Assim, uma boa dica é manter a planta em um local que pegue apenas parte do sol mais forte ao longo do dia, não ficando mais de 3 horas exposta. Outro ponto importante é que o solo da ipoméia deve ser fértil, com material orgânico de qualidade, além de a irrigação ser frequente, embora o solo não possa ficar encharcado.

Uso da Ipoméia

A ipoméia é um gênero de plantas bastante amplo e, como tal, as espécies que pertencem ao gênero podem ser utilizadas para diversas coisas. De toda maneira, o mais comum é que a ipoméia seja usada para a ornamentação de ambientes, deixando sempre o local mais bonito e perfumado.

Contudo, um ponto importante a levar em consideração é que a ipoméia apenas se mantém bonita e florida em climas quentes, já que, em locais mais frios, o mais comum é a ipoméia perder toda a sua beleza e, com o tempo, morrer. Além disso, a ipoméia também é muito usada para a produção de perfumes e de aromatizantes naturais, já que o seu aroma é muito delicado e agrada a muito pela forma como pode relaxar.

Na verdade, se você deseja ter um exemplar da ipoméia em sua casa, além de se certificar de que há espaço para tal, pode ser interessante encontrar um local para a flor em que o seu aroma seja tão bem aproveitado quanto pode. Dessa forma, a ipoméia será não apenas mais uma flor a colorir o seu lar, mas também uma importante forma de manter o aroma da sua casa sempre doce e renovado.

Nome Científico e Mais Detalhes Sobre a Ipoméia

A ipoméia é conhecida pelo seu nome oficial em muitos locais de todo o mundo, o que é bastante raro quando se trata de flores. Dessa forma, o nome científico da planta é Ipomea purpurea, com as espécies do gênero podendo ter variações a partir desse nome.

Um detalhe muito relevante sobre a ipoméia, dentro todos os demais pontos interessantes sobre a flor, é que essa planta apresenta sempre cinco pétalas na flor e, em linhas gerais, costuma ter forma de trombeta. Embora a planta possa ter muitas cores, com uma grande variedade de flores multicoloridas, o mais comum é que a ipoméia seja azul ou púrpura. Já as folhas da ipoméia, para tornar essa planta ainda mais útil quando se trata do paisagismo, têm forma de coração e podem ser muito bonitas.

Calcula-se que há mais de 600 espécies de plantas que pertencem ao gênero das ipoméias, o que mostra muito bem como esse gênero de plantas é amplo e como as características de cada uma das plantas podem ser muito diferentes, a depender sempre de qual espécie se fala. De qualquer maneira, a ipoméia possui algumas das flores mais belas e cheirosas de toda a América.

Veja também

Frutas que Começam com a Letra H: Nome e Características

As frutas são alimentos extremamente populares. Variam entre os sabores adocicado, cítrico, travoso e amargo. …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *