Home / Animais / Anêmona Carpete: Características, Nome Científico e Fotos

Anêmona Carpete: Características, Nome Científico e Fotos

Anêmona carpete é uma das espécies mais coloridas de anêmonas. É um animal magnífico, que faz uma linda peça central em um aquário de água salgada.

No entanto, para se ter um exemplar do tipo será necessário um grande aquário, pois essas anêmonas podem crescer bastante. Elas são coloridas em verde brilhante, laranja avermelhado, cinza, verde claro ou até listradas.

Seus tentáculos são tão numerosos na superfície do disco oral que dão à anêmona uma aparência de “tapete felpudo”, daí o nome anêmona carpete.

Esse animal é do tipo que aprecia luz brilhante e bom movimento da água. Ele pode abrir e estender-se para “encontrar” alimentos do tipo plâncton durante a noite.

Anêmona Carpet Características
Anêmona Carpet Características

Além disso, usa suas células venenosas ou nematocistos encontrados em seus diversos tentáculos para picar e desviar possíveis ameaças ou ataques. Alguns predadores podem ser:

  • Outras anêmonas;
  • Nudibrânquios;
  • Estrelas marinhas;
  • Alguns peixes-anjo;
  • Entre outros.

Se você deseja saber mais a respeito dessa espécie, leia o artigo até o final. Com certeza você encontrará informações muito importantes.

Habitat e Distribuição

Essa anêmona, do gênero Stichodactyla, é um membro da família Stichodactylidae. Esse gênero contém cerca de 6 espécies.

Elas podem ser encontradas no Oceano Indo-Pacífico, especificamente no Mar Vermelho até as Ilhas Fiji.

As anêmonas carpete são vistas isoladamente em profundidades de 4 a 40 metros em recifes e fundos de areia macia. Em águas rasas, elas geralmente estão entre ervas marinhas, mas também são encontradas entre pequenos substratos rochosos ou corais. Alguns exemplares gostam de fendas.

Anêmona Carpet Habitat
Anêmona Carpet Habitat

Descrição da Anêmona Carpete

Em relação à aparência do animal, pode-se dizer que ele tem um pé pegajoso. Este geralmente é utilizado para aderir às rochas abaixo da areia. Ele também usa esse “pé” para se movimentar se as condições não forem ideais.

Sua cor pode ser cinza, verde brilhante, laranja avermelhado, verde claro ou ter listras irradiando para fora da boca. Seus tentáculos são curtos e grossos. Eles são tão numerosos na superfície do disco oral que dão à anêmona carpete uma aparência de “tapete felpudo”, daí seu nome.

Como com todas as anêmonas, a boca está no centro do disco. Seu disco oral possui dobras leves a profundas, um pouco espaçadas, o que pode dar uma aparência ondulada.

A boca, em geral, fica fechada e firme, e abre quando o bicho está com fome. Tem uma aparência oval e, estando aberta, é um sinal de alerta. A anêmona leva comida e expulsa o que sobra por essa mesma abertura.

Em se relacionando ao seu ciclo de vida, as anêmonas carpetes, não se sabe ao certo quanto tempo elas vivem. Algumas anêmonas podem ter centenas de anos na natureza e, em cativeiro, Estima-se que algumas duram 80 anos ou mais. Mas é sabido, com certeza, que podem atingir impressionantes 50 a 75 cm.

A Alimentação do Animal

O que será que esses animais comem? A anêmona carpete é um carnívoro. Ela está bem equipada com alternativas nutricionais para o seu bem-estar. Na natureza, obtém nutrição diária de suas algas simbióticas que habitam seus tecidos.

Como citado acima, ela também utiliza os nematocistos e as células venenosas que estão nos tentáculos para morder e capturar presas. Geralmente, são presas cegas, como:

  • Ouriços;
  • Caracóis;
  • Caranguejos;
  • Camarões;
  • Além de pequenos peixes que entram no alcance.

Ela também absorve nutrientes da água ao seu redor e consome resíduos de animais residentes, como peixes-palhaço. Para o seu bem-estar, não é necessário que ela seja alimentada por esse peixe que hospeda. Isso embora ele frequentemente leve pedaços de comida para a anêmona.

Peixes nadando na Anêmona Carpet
Peixes nadando na Anêmona Carpet

Em cativeiro você pode alimentar o sua anêmona carpete com:

  • Bacalhau;
  • Outros tipos de peixe fresco picado (de sua mercearia);
  • Bem como preparações de carnívoros congelados picadas.

Esses animais também gostam de crustáceos, pois são um alimento natural que não precisa de muito esforço para encontrar. Você pode oferecer camarão de todos os tipos, amêijoas e mexilhões, se o seu animal aceitar. É suficiente alimentá-lo de 2 a 4 vezes por semana. É isso o que evitará a superalimentação.

O peixe-palhaço hospedado com sua anêmona geralmente não será capaz de se alimentar suficientemente. Isso porque, o que está disponível é uma pequena quantidade de comida que é colocada em um ambiente cativo.

Você precisará segmentar a alimentação da anêmona carpete. Tal ação pode ser feita oferecendo simplesmente aos peixes-palhaços um pedaço de carne de peixe. Eles geralmente o arrancarão da sua mão e o entregarão à anêmona. No entanto, nem todos os exemplares são espertos, então, não dependa do peixe-palhaço para alimentar a anêmona.

Comportamentos Sociais

Todas as anêmonas são semi-agressivas porque podem ser móveis. Entretanto, uma anêmona carpete satisfeita permanecerá assim que encontrar um lugar para se estabelecer.

Muitas vezes tem sido sugerido não colocar esses animais em um ambiente de recife. Isso porque os corais não podem se afastar dos tentáculos ardentes.

Depois de acomodar sua anêmona e ela não se mover por vários meses, pode ser seguro adicionar outros corais. Lembre-se disso ao estocar inversões sésseis.

Alguns animais se arriscam aproximando-se da anêmona carpete procurando um abrigo, mas acabam mortos. Isso ocorre, pois ela tem células urticantes nos tentáculos. Elas paralisam as presas no instante em que um veneno se dispara.

No entanto, um dos animais exclusivos que se aproximam da anêmona e que não tem a necessidade de preocupação são os peixes-palhaço. Crê-se que tal peixe tenha as defesas naturais contra os venenos da anêmona.

Reprodução da Anêmona Carpete

As anêmonas carpete não foram criados em cativeiro e raramente se separam por conta própria. Procriar, não sendo de forma natural, não é recomendado. As anêmonas, em geral, podem se multiplicar por meios sexuais e assexuais.

Contudo, uma forma de fazer com que se reproduzam é por meio do uso da fissão. Tal ação ocorre quando as anêmonas realmente se separam ao meio do pé ou da boca para formar um clone. Mesmo embora o clone seja seu próprio animal é semelhante a gêmeos. Elas também se reproduzem usando glândulas sexuais masculinas e femininas ou encontram outra anêmona do sexo oposto.

Isso resulta na produção de larvas de plânulas ciliadas. Essa plânula eventualmente cairá no fundo do mar, desenvolverá um disco de pedal e começará a crescer em uma nova anêmona carpete.

Veja também

Marreco Pompom: Características, Hábitat e Nome Científico

O marreco pompom (crested duck) é uma ave ornamental considerada uma variação genética do marreco …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *