Home / Plantas / Qual O Tempo De Vida De Um Cacto? E Em Casa?

Qual O Tempo De Vida De Um Cacto? E Em Casa?

O cacto é uma planta que vem ganhando cada vez mais adeptos entre as pessoas que gostam de cultivar algo dentro ou fora de casa. O que muitos talvez não saibam é o tempo de vida de um cacto, algo que mostraremos a seguir.

Onde Podem Ser Encontrados Cactos?

De um modo geral, esse tipo de planta é completamente adaptado à áreas secas, aqui no Brasil, os cactos podem ser encontrados nos mais diversos tipos ambientes, e obviamente que isso também influencia no tempo de vida deles.

No Nordeste brasileiro, temos, por exemplo, a predominância da espécie mandacaru, enquanto que ao longo dos litorais, mais especificamente nas restingas, podemos encontrar outras espécies. Fora ainda o fato de que existem alguns tipos denominados de “flores de maio”, sendo cactos ornamentais que podem ser encontrados com relativa facilidade em floriculturas.

Existem espécies, no entanto, que podem ser encontradas fora do Brasil, como é o caso do coroa-de-frade, que pode ser visto em países como o México e o Peru. Já nas Américas, como um todo, os cactos podem ser encontrados desde o Canadá até a Patagônia, que é o extremo sul da América do Sul.

Ao todo são cerca de 2 mil espécies , e que podem viver desde o nível do mar até a altitudes de uns 4.500 m. Há cactos, inclusive, que podem viver tanto em área muito secas, quanto em lugares onde se neva, além de terem algumas dessas plantas que podem ser encontradas sobre troncos de árvores na Mata Atlântica.

Portanto, por ser uma planta que pode ser encontrada em habitats e climas bem distintos, isso irá influenciar no tempo em que determinada espécie de cacto vive.

Expectativa De Vida E Algumas Adaptações Dos Cactos

Pelo fato dessas plantas serem encontradas nos mais distintos ambiente, o tempo de duração de um cacto pode variar bastante. Por exemplo, algumas espécies podem chegara atingir quase 300 anos de vida, enquanto que outros só conseguem chegar aos 25 anos no máximo (neste último caso, inclusive, o cacto já floresce nos seus 2 primeiros anos de existência), mesmo sendo plantados dentro de casa, em vasos.

Importante destacar, no entanto, que o tempo de vida dessas plantas não significa, necessariamente, um crescimento gradual e uniforme do cacto em questão. É o caso de espécies como, por exemplo, o Carnegiea gigantea, que chega a atingir 15 metros de altura, mas, que, nos seus 10 primeiros anos de vida, só cresce cerca de 10 cm.

Importante destacar ainda que os cactos, assim como qualquer ser vivo, também se adapta para viver em determinados ambientes, especialmente, nos mais quentes e secos, onde a presença da preciosa água é bastante escassa. Devido ao fato de viverem nessas condições, os cactos são chamados de xerófitos, e cuja principal adaptação foi reduzir o tamanho de suas folhas, fazendo com que endurecessem até ficarem com os característicos espinhos.

Essa transformação que as folhas dos cactos tiveram foi bastante útil, pois, dessa forma, a área de transpiração da planta também é reduzida, fazendo com que esta perca menos água. Claro, existem espécies de cactos que possuem folhas grandes, porém, estão mais localizados em áreas onde o clima não é tão quente assim.

Fora essa questão das folhas que se transformaram em espinhos, os cactos também adaptaram outras partes suas para poderem sobreviver em ambientes hostis. É o caso dos seus corpos (cuales), que são bem espessos, e possibilitam um armazenamento maior de água. E, assim como acontece com outras espécies do tipo suculentas, eles fazem a sua fotossíntese em seus caules. Os cactos ainda apresentam revestimentos cerosos nas folhas, o que impede que percam mais água do que o necessário.

Carnegiea Gigantea
Carnegiea Gigantea

Cuidados Com Os Cactos Para Uma Expectativa De Vida Maior

Para fazer com que essas plantas durem o máximo de tempo possível quando são cultivadas, alguns cuidados se fazem essenciais. Convencionou-se de que essas plantas precisam de pouca manutenção o que não é bem verdade, no final das contas. Caso não sejam feitos cuidados mínimos, essa planta tende a ficar feia e sem vida, fazendo com que ela morra mais ´rápido do que o normal.

Um desses procedimentos é é fazer a higienização do cacto. Como não é uma tarefa simples devido aos seus espinhos, o mais aconselhável é usar uma escova de dentes para esse trabalho. Para impar dessa forma, é importante ter cuidado para que o sabão usado não entre em contato com o substrato, mas para impedir isso, você pode usar uma folha de alumínio na base do caule. A mistura perfeita para limpar qualquer cacto é água e sabão, e a escova será passada para tirar as impurezas do caule. Depois, é só enxaguar com água.

Outro cuidado que se deve ter é quanto à presença de doenças e parasitas nos cactos. Contudo, são poucos os parasitas que atacam esse tipo de planta, porém, é importante ficar atento. Ocasionalmente, pulgões podem aparecer nas épocas mais quentes do ano. Mas, o maior perigo mesmo é a possibilidade de apodrecimento da planta pelo excesso de água. Cada espécie possui suas necessidades, no entanto, via de regra, todo e qualquer cacto necessita de pouca água para a sua sobrevivência.

Em caso de apodrecimento, os sinais que aparecem nos cactos ão manchas marrons ou pretas. Inclusive, essas manchas podem ser retiradas com raspagem, contanto que seja feita com bastante cuidado.

Os Cactos Mais Velhos Do Mundo

E, qual seria a espécie de cacto que pode viver mais tempo? Atualmente, esses exemplares podem ser encontrados na Cordilheira dos Andes, e se chamam cardones, ou simplesmente “sentinelas do deserto”. Tratam-se de cactos gigantes, que podem medir cerca de 3 metros de altura, e até um pouco mais, e que podem chegar a mais de 200 anos de vida.

Nas regiões onde são encontrados, com altitudes que variam entre 1.500 e 3.000 m, habitantes locais usam esse cacto tanto como alimento, quanto de forma medicinal, cicatrizando feridas e curando irritações de pele das mais variadas.

O apelido que recebem é pelo fato de parecerem realmente sentinelas solitários em meio ao deserto, algo que fica ainda mais evidenciado pelo tamanho avantajado deles, podendo ser vistos à distância.

Veja também

Como Usar a Canela Para Emagrecer?

A canela, assim como o cravo, noz-moscada, gengibre, açafrão, pimenta-do-reino, cúrcuma e outros, é considerada …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *